Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

“Hoje as pessoas só escutam opiniões que reforçam o que já creem” | Michael Sandel, filósofo e professor.

Visionar programa completo.

 

Michael Sandel

Es el filósofo contemporáneo más popular del mundo. Michael Sandel, profesor en la Universidad de Harvard y Premio Princesa de Asturias de las Ciencias Sociales 2018, tiene como objetivo poner la educación cívica sobre la mesa y conectar la filosofía con nuestra vida cotidiana. 


“Sócrates vagaba por las calles y dialogaba con la gente, la filosofía surgía de la vida de la ciudad, de las opiniones y convicciones que tenían esos ciudadanos”, argumenta. Y, veintiséis siglos después, este profesor de Filosofía Política trata de revivir el espíritu socrático y se para a hablar con la gente para indagar qué es la justicia o qué significa el “bien común”. Lo hace dentro y, sobre todo, fuera de las aulas. En la serie de la BBC 'The Global Philosopher', lidera las discusiones en vídeo con participantes de más de una treintena de países sobre los aspectos éticos de temas como la inmigración o el cambio climático. Sus escritos sobre justicia, ética, democracia y mercados se han traducido a más de 25 idiomas, entre los que destaca el libro 'Lo que el dinero no puede comprar: Los límites morales del mercado'. El filósofo también imparte "Justicia", el primer curso de Harvard disponible gratuitamente en línea y en televisión. 


Michael Sandel ha sido un pionero en el uso de nuevas tecnologías para promover el discurso público global, pero critica las redes sociales y la adicción a las pantallas de las que sostiene: “si las dejamos que actúen solas, compiten con la educación y son una de las mayores barreras para el aprendizaje”.

 

Referência: "Hoy la gente solo escucha opiniones que refuerzan lo que ya cree". (2019). BBVA Aprendemos Juntos. Retrieved 22 February 2019, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/hoy-la-gente-solo-escucha-opiniones-que-refuerzan-lo-que-ya-cree-michael-sandel/

 

Conteúdo relacionado:

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ative as legendas em português.

 

À medida em que empresas da Web se esforçam por fornecer serviços sob medida para os nossos gostos pessoais (incluindo notícias e resultados de pesquisa), acontece uma perigosa e não intencional consequência: Caímos na cilada dos "filtros-bolha" e não somos expostos às informações que poderiam desafiar ou ampliar a nossa visão do mundo.

 

Eli Pariser argumenta enfaticamente que isto, definitivamente, é péssimo para nós e para a democracia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

concurso.PNG

O Concurso de Leitura Expressiva “Leituras na Planície” tem como objetivos a promoção da leitura e o desenvolvimento da expressão e compreensão escrita/oral e integra o Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Évora (RBEV). A participação no concurso está aberta a todos os alunos da cidade de Évora e organiza-se em doze escalões, atendendo ao ano de escolaridade.

 

Em cada escalão, os alunos deverão ler um texto narrativo ou um texto poético, de acordo com o respetivo ano de escolaridade.

Na 1.ª eliminatória, a escolha do excerto fica ao critério do professor titular de turma, no caso do 1.º ciclo, ou do professor de Português, nos restantes ciclos de ensino.

Na 2.ª eliminatória e na final, a escolha do excerto fica ao critério do professor bibliotecário que, contudo, divulgará aos alunos a obra à qual o excerto pertence.    

Em cada uma destas eliminatórias, o aluno faz uma leitura silenciosa do excerto, após a qual apresentará a leitura ao júri.  

 

O concurso decorrerá em três eliminatórias: a primeira em sala de aula; a segunda, na biblioteca escolar e a final, no Auditório da Fundação Eugénio de Almeida de Évora.

 

Esta é a oitava edição do Concurso, sendo uma iniciativa organizada pelo Agrupamento de escolas Manuel Ferreira Patrício e pelo Agrupamento de escolas André de Gouveia de Évora.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

referencial.PNG

 

Referencial de Educação para o Desenvolvimento – Educação Pré-Escolar, Ensino Básico e Ensino Secundário, aprovado em agosto de 2016, foi elaborado pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação, em parceria com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., o CIDAC - Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral e a Fundação Gonçalo da Silveira.

 

Referencial de Educação para o Desenvolvimento constitui-se como documento orientador que visa enquadrar a intervenção pedagógica da Educação para o Desenvolvimento, como dimensão da educação para a cidadania, e promover a sua implementação na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário. De natureza flexível, não prescritivo, este Referencial pode ser utilizado em contextos diversos, no seu todo ou em parte, sequencialmente ou não.

 

Referência: Referencial de Educação para o Desenvolvimento – Educação Pré-Escolar, Ensino Básico e Ensino Secundário | Direção-Geral da Educação. (2019). Dge.mec.pt. Retrieved 21 February 2019, from http://www.dge.mec.pt/noticias/educacao-para-cidadania/referencial-de-educacao-para-o-desenvolvimento-educacao-pre-escolar

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

Autoria e outros dados (tags, etc)

mild.png

 

MILD (https://mild.rbe.mec.pt) - Manual de Instruções para a Literacia Digital - é uma plataforma digital da Rede de Bibliotecas Escolares que ajuda os jovens a usar a Internet e as redes digitais de uma forma mais informada, consciente, crítica e segura. 

 

Apresenta um conjunto de recursos e atividades nos domínios da leitura, dos media e da cidadania digitais, organizados em oito áreas de literacia, que podem ser usados em contexto formal ou informal de aprendizagem, na sala de aula, na biblioteca escolar ou de forma autónoma pelos jovens.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ver na fonte para mais informação.

 

Referência: Bueno, O. (2019). Fotos: Seis cosas que quizá no sabías de los algoritmos EL PAÍS RETINA. Retrieved 19 February 2019, from https://retina.elpais.com/retina/2019/02/06/album/1549450488_222524.html#1549450488_222524_1549625604

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gigantes da tecnologia obrigados a remunerar adequadamente os autores para usar o seu trabalho…

 

A questão dos Direitos de Autor tem motivado um braço de ferro intenso entre Bruxelas e os gigantes da tecnologia. A União Europeia não está disposta a ceder e chegou a acordo para uma nova legislação que promete dar várias dores de cabeça a Google, Facebook e companhia.

 

De acordo com as novas regras, as grandes plataformas da internet terão de remunerar adequadamente os autores das publicações, desde músicos a jornalistas, para poderem usar o seu trabalho online. Serão ainda obrigadas a criar filtros para impedir que os utilizadores partilhem material protegido pelos direitos de autor.

 

Para a Europa é a única forma de proteger a herança cultural do Velho Continente e garantir que os autores são recompensados pelo seu trabalho, já os gigantes da tecnologia receiam o impacto da medida para os utilizadores.

 

A nova legislação ainda terá de ser aprovada pelo parlamento europeu e pelos países da UE.

 

Referência: UE chega a acordo para nova lei sobre os direitos de autor. (2019). euronews. Retrieved 19 February 2019, from https://pt.euronews.com/2019/02/14/ue-chega-a-acordo-para-nova-lei-sobre-os-direitos-de-autor

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

BE.jpg

 

Com o objetivo de apoiar e intensificar a consecução dos objetivos educativos definidos no âmbito do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular (PAFC), decorreu em Évora, na Direção de Serviços da Região do Alentejo, por iniciativa das respetivas Coordenadoras Interconcelhias de Bibliotecas Escolares, uma reunião de trabalho onde estiveram presentes os Diretores dos Centros de Formação do Alentejo, bem como os assessores e representantes da DGEstE, responsáveis pelo acompanhamento do processo de implementação da autonomia e flexibilidade curricular nas escolas, contando, ainda, com a presença da Drª Manuela Silva, Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares e  Drª Isabel Mendinhos, do gabinete da RBE.

 

As Coordenadoras Interconcelhias de Bibliotecas no Alentejo

(Ana Paula Ferreira; Elisabete Carvalho; Fátima Bonzinho; Lucinda Simões; Maria do Carmo Pato; Maria José Alves; Paula Correia)

Autoria e outros dados (tags, etc)

mv.PNG

 

Estás a defender um livro na campanha eleitoral de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes»? Gostavas de conhecer as histórias que entram nestas eleições? Consulta aqui a grelha dos tempos de antena que a Rádio Miúdos começa a transmitir terça-feira, 19, e ficarás a saber o que miúdos como tu pensam!

 

A partir de 19 de fevereiro, a Rádio Miúdos (uma rádio online, que podes ouvir em radiomiudos.pt, vai transmitir os tempos de antena de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?»

 

Vão ser transmitidos às 9h45, 13h45 e 20h15, de segunda a sexta-feira, podendo assim ser ouvidos na sala de aula. Serão repetidos aos fins-de-semana, às 6 da tarde, em compacto. A transmissão será suspensa durante os 3 dias das férias de Carnaval, e terminará a 13 de março.

 

Os tempos de antena são o espaço a que os partidos, durante uma campanha eleitoral, têm direito na rádio e na televisão para transmitirem as suas ideias. Para que umas eleições sejam justas e democráticas, todos os partidos têm de dispôr do mesmo tempo. É o que aconterá também em «Miúdos a Votos»: nenhum tempo de antena terá mais de um minuto e meio.

 

Como recebemos dezenas de podcasts, e não apenas aqueles que vão ser transmitidos como tempo de antena, todos os dias poderás encontrar no sítio da VISÃO Júnior todos os trabalhos referentes aos livros que estão em campanha nesse dia na Rádio Miúdos.

 

Livros nomeados para o 1.º ciclo (por ordem alfabética)

Referência: Como foram escolhidos os livros que vão a votos. (2019). Jornal visao. Retrieved 19 February 2019, from http://visao.sapo.pt/visaojunior/miudos-a-votos/2018-12-05-Como-foram-escolhidos-os-livros-que-vao-a-votos

 

Conteúdo relacionado:

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

Pág. 1/3



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Twitter_