Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Todos contra a desinformação | sofia colares alves

Representante da Comissão Europeia em Portugal em exclusivo para a RBE

08.04.20

sofiaca.png

Sofia Colares Alves, representante da Comissão Europeia em Portugal

 

Liberdade, democracia e respeito são palavras de ordem da União Europeia. São valores que a Comissão Europeia tem vindo a defender e vamos continuar a defendê-los, mesmo nestes tempos mais difíceis.

 

Vivemos tempos extraordinários, marcados por receios e um futuro incerto. Por isso mesmo, nas últimas semanas, vários países da União Europeia tomaram medidas de emergência para enfrentar a crise de saúde causada pelo surto do novo coronavírus. Mais do que nunca, precisamos de agir de forma rápida e eficaz para proteger a saúde de todos os europeus. Neste sentido, também o respeito pela liberdade de expressão e a segurança jurídica são essenciais nestes tempos de incerteza, algo salvaguardado pela democracia europeia. (...)

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

 

Etiquetas:

Grande entrevista | pedro simas

Quase tudo sobre o novo coronavírus

07.04.20

É uma corrida contra o tempo: o que é que a ciência já sabe do novo coronavírus? As respostas do investigador e cientista Pedro Simas na Grande Entrevista com Vítor Gonçalves.

PS.png

Nesta entrevista Pedro Simas explica:

  • Porque é que ainda há pandemias, apesar da evolução da ciência?
  • O que distingie um vírus de uma bactéria?
  • Como é que o vírus utiliza as células para se reproduzir?
  • Qual o papel dos testes de deteção viral e dos testes serológicos?
  • Como criar a imunidade na sociedade?
  • O que é que o mundo pode aprender com as medidas tomadas na China?
  • Que investigação é feita em Portugal neste âmbito?

 

Ao longo da entrevista, o investigador explica as três grandes ferramentas  para controlar a epidemia:

  1. O isolamento social;
  2. Testar, testar, testar;
  3. Vacina.

 

Conteúdo relacionado:

Etiquetas:

É o momento de ensinar os mais novos a entender o mundo

Noam Chomsky, linguísta e professor

06.04.20

Noam_chomsky.jpg

Existem mentes brilhantes e não-conformistas que agitam, questionam e confrontam o que uma grande parte da sociedade do seu tempo dá como garantido. 

É o caso do intelectual Noam Chomsky, um dos pensadores mais relevantes e influentes do nosso tempo.

Noam Chomsky

Os seus trabalhos de análise e pesquisa influenciaram notavelmente disciplinas como a ciência cognitiva, a filosofia, a psicologia, a ciência da computação, a matemática, a educação infantil e a antropologia.

Considerado o fundador da linguística moderna, Chomsky é autor de vários ensaios que percorrem o mundo. No campo da linguística, introduziu a chamada "Hierarquia de Chomsky", a gramática generativa e a teoria da "Gramática Universal".

Noam Chomsky é professor de linguística no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desde 1952. Desde 2017, faz parte do Departamento de Linguística da Universidade do Arizona, onde é professor emérito. É membro da Academia Americana de Artes e Ciências e também da Academia Nacional Americana de Ciências. 

É considerado um dos intelectuais mais citados da história e é autor de mais de 100 livros, entre os quais títulos como 'Linguagem e entendimento', 'Os guardiões da liberdade' e 'Quem domina o mundo?'.

Recebeu inúmeros prémios, incluindo o 'Prémio de Kyoto' em Ciências Básicas, a 'Medalha Helmholtz' e a 'Medalha Ben Franklin' em Ciências da Computação e Cognitivas. Em 2019, foi reconhecido com o 'Frontiers of Knowledge Award' da Fundação BBVA.

 

Referência: Es el momento de enseñar a los niños a entender el mundo. (2020). BBVA Aprendemos juntos. Retrieved 6 April 2020, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/es-el-momento-de-ensenar-a-los-ninos-a-entender-el-mundo-noam-chomsky/

 

Conteúdo relacionado:

 

eça.png

Um blogue da autoria do professor Carlos Reis sobre Eça de Queirós.

À atenção de professores e alunos do ensino secundário.

 

Conteúdo relacionado:

Etiquetas:

O Ensina ajuda-te a saber mais!

Milhares de conteúdos audiovisuais de acesso livre

02.04.20

corona.jpg

 

Com milhares de conteúdos audiovisuais de acesso livre, o Ensina pode dar um contributo útil a professores e alunos nesta paragem letiva forçada. Documentários, entrevistas, infografias e peças informativas fazem parte de um acervo diariamente atualizado com materiais provenientes dos canais de televisão e de rádio da RTP. Propomos uma visita guiada ao portal que ajuda a estudar.
 

O portal educativo da RTP está organizado por temas e sub-temas onde se encontram colocados os artigos disponíveis. História, Português , Cidadania, Geografia e Ciência são algumas das áreas mais procuradas, mas também existem conteúdos de Filosofia, Economia, Desporto e outros. Abrindo cada um dos temas é possível aplicar um filtro e descobrir o que existe por ciclo ou por tipologia (áudios, vídeos, infografias, etc.).

A pesquisa geral é ainda a solução mais prática para encontrar o conteúdo desejado (no topo da página inicial, à direita). No entanto, encontrámos outras soluções de organização dos conteúdos, como o artigo de “recursos”, disponível em cada um dos temas mais procurados. Trata-se de uma listagem agrupada por sub-temas, como nestes exemplos: Recursos de Português e Recursos de História (também disponível para Cidadania, Ciência, Geografia e Artes).

O Ensina possui um considerável número de trabalhos sobre literatura portuguesa, como o Memorial do ConventoOs Maias, ou Bichos. Estas obras são tratadas em entrevistas, documentários e pequenas reportagens, nalguns casos com depoimentos dos próprios escritores sobre as mesmas.

Para além dos autores portugueses, estão disponíveis artigos sobre escritores lusófonos de outras nacionalidades, como Clarice LispectorJorge AmadoPepetela e José Eduardo Agualusa. No Cuidado com a Língua e no Bom Português ajudamos quem tem dúvidas sobre a história das palavras e expressões, a ortografia e outros aspetos da gramática.

Botânica, a Biologia e a Astronomia são alguns dos sub-temas presentes na Ciência. A série Visiokids ajuda os mais novos no mundo fantástico da ciência, e o AB Ciência propõe experiências divertidas (algumas para fazer em casa). Aqui se encontra, por exemplo, um documento histórico único, a reportagem sobre a erupção do vulcão dos Capelinhos, mas também peças sobre a fauna e flora portuguesas, tecnologia e geologia.

Pintoresmuseus e instrumentos musicais são conteúdos disponíveis para enriquecer o conhecimento sobre arte, enquanto que o tema de cidadania disponibiliza quatro centenas de artigos divididos segundo a organização proposta pelo Ministério da Educação.  No Ensina Júnior podes encontrar conteúdos dirigidos especialmente para os alunos dos 1º. e 2º ciclos do Ensino Básico, grande parte deles já exibidos no espaço de programação da RTP2 Zig Zag.

Finalmente, e a partir dos materiais disponíveis, elaborámos alguns recursos interativos sobre o corpo humanoos descobrimentos ou o sistema solar, entre outros.

E para quem tem dúvidas sobre o que é o COVID-19 e como podemos proteger-nos, o Ensina também fornece um conjunto de artigos para que ninguém fique sem respostas. São pistas que deixamos neste tempo de paragem letiva, para que continuar a aprender, mesmo sem sair de casa.

 

Referência: Estudar com o Ensina em tempo de COVID-19. (2020). Estudar com o Ensina em tempo de COVID-19. Retrieved 2 April 2020, from https://ensina.rtp.pt/artigo/estudar-com-o-ensina-em-tempo-de-covid-19/

Visita Guiada | rtp

visita guiada ao património português

02.04.20

Um programa com autoria e apresentação de Paula Moura Pinheiro que faz uma visita guiada ao património cultural português

O Visita Guiada é um programa de rádio e televisão sobre peças da história da arte e da cultura portuguesas.

visita guiada.png

Em cada emissão, o programa elege uma peça-protagonista selecionada num arco temporal de cerca de mil anos e considerando todo o território nacional. Pode ser um pequeno cálice ou uma catedral, um conjunto de esculturas, uma pintura, um jardim botânico ou um complexo de arquitetura industrial. O que conta é a excecionalidade da peça e o que ela nos conta sobre o tempo histórico que a produziu.


Para cada uma das emissões conta-se com um especialista, na maioria dos casos historiador.

Produzido pela RTP 2 para televisão e pela Antena 1 para rádio, o programa começou a ser emitido semanalmente em março de 2014.

Fonte. Procure aqui mais episódios.

Avós na Net | mini série

Centro Internet Segura

31.03.20

in.png

“Avós na Net” é uma mini série de 6 episódios do Centro Internet Segura produzida pela GO-TO e que nos conta as peripécias do avô Rogério Queirós e da avó Alzira Santiago e dos seus netos ao lidar com o mundo digital.

A partir do humor, Lídia Franco e Victor de Sousa contracenam e abordam temas como os cuidados a ter ao:

  • utilizar um email;
  • serviços de mensagens instantâneos;
  • criar um perfil privado nas redes sociais;
  • como usar o pensamento crítico na Internet;
  • discurso de Ódio;
  • dating online e ainda,
  • os benefícios do uso diário da Internet.

 

Numa perspetiva intergeracional, o Centro Internet Segura, ao desenvolver esta série, pretende contribuir para promover a utilização da Internet junto da população sénior de uma forma segura, consciente e responsável, realçando os benefícios e as oportunidades que a tecnologia oferece para o seu bem-estar.

 

Veja já o primeiro episódio aqui.

 

2.º episódio:

Na pandemia não há fuga possível | a filosofia pode ajudar?

Uma pequena ajuda da filosofia para a quarentena

30.03.20

Presente e futuro.

Desejo e previsões.

filosofia.jpg

Este artigo de Bárbara Reis, publicado no Público de 29 de março de 2020, foi elaborado na sequência da resposta dada por onze professores de filosofia e bioetecistas portugueses. Aqui são levantadas algumas questões indissociáveis da crise criada pela pandemia:

  • O medo da morte,
  • Quem salvar,
  • O poder do Estado,
  • O confronto com nós mesmos,
  • As marcas que vai deixar.

E, ao invés de encontrarmos respostas para as dúvidas que nos assolam, neste artigo são deixadas opiniões, perguntas e, sobretudo, lançadas pistas que nos obrigarm a refletir.

  • O que mudará na nossa sociedade?
  • Como reinventamos o nosso "habitar económico e social"?
  • Como serão as relações entre o cidadão e a medicina?
  • Qual o papel  da "mediação tecnológica"?
  • Há pessoas descartáveis? 
  • Voltaremos a uma tendência para o nacionalismo, em detrimento do global?
  • Qual o impacto que terá na forma de ser e estar dos jovens?

Esta crise irá ter (ou já está a ter) uma dimensão comparável com a das crises que se vivem em  tempo de guerra (o que não equivale a dizer que “é” uma guerra). O que isso pode provocar nas pessoas, sobretudo nas mais jovens, é um sentimento do peso, da urgência e da seriedade da vida que contrasta em absoluto com a leveza, a descontração e ligeireza com que se tende a viver hoje nas sociedades que são mais responsáveis pela destruição do planeta.

João Constâncio

 

Ler mais >>

 

Etiquetas:

CiiL: a construir alicerces para a leitura

Centro de Investigação e Intervenção na Leitura

30.03.20

CiiL_divulg_institucional_foto.jpg

Para construir alicerces sólidos para as próximas gerações de leitores, o CiiL (Centro de Investigação e Intervenção na Leitura) aposta na promoção das competências pré-leitoras e leitoras.

Desde 2015, a equipa CiiL aplica os resultados da investigação na implementação de uma intervenção sistematizada em contexto escolar, diretamente com as crianças a frequentar a rede pública no Município do Porto, num trabalho a par com o do professor titular/ educador.

A 18 de março de 2020 o CiiL adotou o modo virtual, com o objetivo de manter o trabalho continuado de intervenção que até aqui decorreu em modo presencial. O CiiL continua a ser o resultado do trabalho articulado de uma equipa que conta com professores, psicólogos e terapeutas de fala. Agora em contacto virtual entre si e com as crianças e pais.

Mantendo a intensidade da intervenção,  o CiiL publica nas redes sociais atividades dirigidas à promoção das competências pré-leitoras e das competências leitoras.

Na primeira semana em modo virtual partilhou atividades sob a forma de vídeo, através dos canais Facebook, Instagram, YouTube, e correio eletrónico.

O CiiL é uma parceria entre o Instituto Politécnico do Porto,  a Câmara Municipal do Porto e o Ministério da Educação. Desde 2018 beneficia de financiamento europeu NORTE 2020.

 

Conteúdo relacionado:

Apoio às Escolas

Sítio web da DGE

25.03.20

apoio.png

Num momento em que as escolas portuguesas se encontram com as atividades presenciais suspensas, a Direção-Geral da Educação (DGE), em colaboração com a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), construiu este sítio, com um conjunto de recursos para apoiar as escolas na utilização de metodologias de ensino a distância que lhes permitam dar continuidade aos processos de ensino e aprendizagem.

Este apoio deverá permitir a todas as crianças e jovens:
     - Manter contacto regular com os seus professores e colegas;
     - Consolidar as aprendizagens já adquiridas;
     - Desenvolver novas aprendizagens.

 

Referência: Mensagem Inicial | Apoio às Escolas. (2020). Apoioescolas.dge.mec.pt. Retrieved 25 March 2020, from https://apoioescolas.dge.mec.pt/node/391


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor