Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue RBE

Seg | 18.07.11

A renovação das bibliotecas na era digital











Imagem: American Libraries


Perante o crescimento exponencial da informação digital, as bibliotecas têm necessariamente de renovar-se. Diz Michael Porter, presidente da Library Renewal, que ou nós descobrimos como levar às pessoas os conteúdos eletrónicos que elas querem, quando querem, nos formatos que querem, ou alguém o faz ... e por um preço que só alguns podem pagar.

Ler mais no American Libraries >>
Sex | 15.07.11

Um livro do séc. VII










Imagem: guardian.co.uk


A British Library lançou uma campanha para angariar os 9 milhões de libras necessários para adquirir o mais antigo livro manuscrito da Europa  que se conserva intacto: uma cópia do Evangelho de São João conhecida como Evangelho de St. Cuthbert, monge copista e bispo anglo-saxão (634 – 687) que se tornou um dos santos medievais mais importantes da Grã-Bretanha. 

Será que, daqui a uma dezena de séculos, ainda haverá tablets, e-books e outros dispositivos de leitura eletrónicos do séc. XXI? Que despertem tanto interesse e sejam tão valiosos?

Ler mais >>
Qui | 14.07.11

"Pessoa interessou-se pelo cinema?"












Imagem: Público


Patricio Ferrari e Claudia J. Fischer pesquisaram todo o espólio de Fernando Pessoa, incluindo a sua biblioteca, e recolheram tudo o que dissesse respeito ao cinema. O resultado é "Fernando Pessoa - Argumentos para Filmes", segundo número da nova série das Obras de Fernando Pessoa que a Ática (chancela que hoje integra o grupo Babel) está a publicar, sob a coordenação de Jerónimo Pizzaro.

Ler mais no Público, 11 de julho >>
Qua | 13.07.11

Ainda o Encontro MLM





Mais imagens do Encontro MLM - Melhores Leitores do Mundo, de 6 de julho, em que participaram as seguintes escolas:

                              ES José Régio, Vila do Conde
                              ES Manuel Teixeira Gomes, Portimão
                              ES Prof. José Augusto Lucas, Linda-a-Velha
                              ES Emídio Navarro, Almada
                              Colégio Moderno, Lisboa

Ter | 12.07.11

Estudo internacional sobre ensino e literacia da leitura














De acordo com os resultados do estudo sobre ensino e literacia da leitura,  Teaching Reading in Europe: Contexts, Policies and Practices publicado pela  Rede Eurydice e apresentado ontem, em Bruxelas, pela Comissão Europeia, a percentagem de alunos portugueses de 15 anos com dificuldades de leitura situa-se nos 18%. Um número ainda abaixo da meta estabelecida pela UE, 15%, apesar da melhoria verificada entre 2000 e 2009.

Um em cada cinco jovens de 15 anos de idade e um elevado número de adultos na Europa não conseguem ler correctamente. Um novo estudo, publicado hoje pela Comissão Europeia, revela quais as medidas adoptadas pelos países para melhorarem os níveis de leitura e quais as suas limitações. O estudo abrange 31 países (Estados-Membros da UE, Islândia, Liechtenstein, Noruega e Turquia) e mostra que, apesar dos progressos registados pela maioria dos países no desenvolvimento de políticas de literacia, muitas vezes essas políticas não consideram devidamente os grupos de maior risco, nomeadamente os rapazes, as crianças de meios desfavorecidos e as crianças migrantes. Os ministros da Educação da UE fixaram uma meta para 2020: baixar a percentagem de indivíduos com resultados insuficientes na leitura de 20 % para menos de 15 %. Apenas a Bélgica (Comunidade Flamenga), a Dinamarca, a Estónia, a Finlândia e a Polónia já alcançaram esta meta.

Androulla Vassiliou, Comissária para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, declarou: «É totalmente inaceitável que tantos jovens não tenham ainda adquirido as competências básicas de leitura e escrita na Europa. Esta situação coloca-os em risco de exclusão social, torna mais difícil a procura de emprego e reduz a sua qualidade de vida. Assistimos a alguns progressos na última década, mas não foi suficiente. A literacia é a base de qualquer aprendizagem, razão pela qual lancei recentemente uma campanha em prol da literacia dirigida a todas as idades e, em especial, às pessoas de meios desfavorecidos como as crianças ciganas.»


O estudo, elaborado para a Comissão pela rede Eurydice, incide em quatro temas principais: abordagens pedagógicas, resolução das dificuldades ligadas à leitura, formação de professores e promoção da leitura fora da escola. Cada tema é analisado à luz da investigação académica, dos últimos resultados de estudos internacionais e de uma análise aprofundada das políticas, programas e boas práticas nacionais. Segundo este estudo, apenas oito países (Dinamarca, Finlândia, Islândia, Irlanda, Malta, Noruega, Suécia e Reino Unido) dispõem de especialistas em leitura nas escolas, para ajudar os professores e os alunos. O relatório Eurydice contém informações importantes para o trabalho do Grupo de Alto Nível de Peritos em Literacia, instituído pela Comissária Vassiliou em Janeiro e presidido pela Princesa Laurentien dos Países Baixos. Este grupo identificará as formas mais adequadas de promover a literacia em todas as idades e os programas e iniciativas mais frutuosos no passado. O grupo apresentará as suas propostas em meados de 2012.
(...)
Ler mais >>

Seg | 11.07.11

III Encontro de Escolas aLer+










Realiza-se no dia 15 de julho, na Escola Secundária Eça de Queirós, Lisboa, o III Encontro de Escolas aLer+.

O projeto aLer+/ Escolas Leitoras, foi concebido com base no Reading Connnects – National Reading Trust do Reino Unido e resulta de uma parceria entre o Plano Nacional de Leitura e a Rede de Bibliotecas Escolares.

Divulgar, refletir, partilhar experiências e ideias é o objetivo deste III Encontro em que participam as 78 escolas sede que desenvolvem, em todo o agrupamento, uma cultura integrada de leitura, envolvendo os diferentes elementos da comunidade educativa – educadores, professores, funcionários, pais e também bibliotecários e autarcas.

Programa >>