Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




oceanario.png

 | Oceanário | Programa para Escolas |

 

Oceanário apresenta novo Programa de Educação


Atividades promovem a literacia dos oceanos

O ano letivo arranca no Oceanário de Lisboa com uma proposta de 30 atividades educativas destinadas ao público escolar e que têm como objetivo promover o conhecimento e a conservação dos oceanos. A programação explora toda a matéria da literacia dos oceanos, valorizando e complementando as temáticas curriculares do sistema educativo, através de experiências únicas e exclusivas.

 

Professores e alunos serão desafiados a desenvolver a criatividade, a aprofundar os seus conhecimentos e a reinventar a forma como olham para os oceanos, através da programação criada para os vários níveis de ensino, desde o Pré-escolar até ao Secundário. Este ano letivo, uma nova visita temática traz uma proposta inovadora. Os alunos decidem o curso e destino da atividade, colaborando na construção da história da visita através dos seus conhecimentos e escolhas. No final, descobrem como podem fazer a diferença no futuro dos oceanos. (...)

 

Ler mais >>

 

 

 

 

 

Miguel Torga

29.09.16

miguel_torga.png

 

 

Autor de obras como "Os Bichos", "A Criação do Mundo" ou "Os Novos Contos da Montanha", o médico Adolfo Correia da Rocha escolheu outras letras para o seu nome de escritor: Miguel Torga (1907-1995).


Teve o seu berço na aldeia transmontana de São Martinho de Anta, ” a terra onde nasci e de onde verdadeiramente nunca saí”, como escreveu mais tarde.

 

Filho de lavradores, deixou a casa dos pais aos 10 anos para trabalhar e ganhar uns tostões. Foi moço de recados numa casa do Porto, viajou para o Brasil onde passou a adolescência ao serviço do tio, numa fazenda. O tio recompensou-o, quis fazer dele doutor em Coimbra. E assim se fez médico, Adolfo Correia da Rocha, nome de baptismo. (...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

encontro.png

| Inscrições | Programa | Oradores | 30 de setembro a 1 de outubro |

| Sítio web | Facebook | Local: Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros |

 

O encontro tem como finalidades:

  • Formar para intervir, colaborar para incluir.
  • Demonstrar o potencial inclusivo das bibliotecas escolares.
  • Partilhar experiências e testemunhos de inclusão bem-sucedida.
  • Responder a necessidades de informação/ atualização sentidas pelos diversos profissionais que trabalham com alunos de educação especial e pelas suas famílias. 

 

O Encontro está acreditado com 12 horas e 0.5 créditos.

 

Luís de Camões

28.09.16

-Camões,_por_Fernão_Gomes.jpg

O retrato de Camões por Fernão Gomes, em cópia de Luís de Resende. Este é considerado o mais autêntico retrato do poeta, cujo original, que se perdeu, foi pintado ainda em sua vida.

 

Nasceu em Chaves? Passou por Coimbra? Viveu em Constância? Lutou em Marrocos? Os registos não existem e a genialidade da obra deixa o mito crescer e consolidar-se. Quem foi então Camões, o homem? Que vida terrena teve este deus das letras portuguesas?


Na biografia incessantemente revolvida e pesquisada de Luis de Camões as certezas são muito poucas. A passagem pela Universidade de Coimbra infere-se de uma cultura literária profunda que perpassa a obra escrita e também do parentesco com D. Bento de Camões, que terá sido chanceler na academia.

 

Registos, esses, não os há.  Como não existem os que provem o sítio onde nasceu, as casas onde viveu ou os sítios por onde passou e terá vivido aventuras, mas onde nem sempre, quase nunca, terá sido bem-aventurado. (...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

 

Os Lusíadas .pdf

CAMOES, Luís de, 1524-1580
Os Lusiadas / de Luis de Camões. - Lisboa : em casa de Antonio Gõçaluez, 1572. - [2], 186 f. ; 4º (20 cm)

aLeR+

28.09.16

aler+.png

 

O Projeto aLeR+, lançado em junho de 2008, é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura e da Rede de Bibliotecas Escolares destinada a apoiar as escolas que pretendem desenvolver um ambiente integral de leitura.

 

O objetivo central é colocar a leitura e o prazer de ler, no centro do Projeto Educativo de Escola.

 

O alargamento do projeto tem sido gradual, de forma a garantir um crescimento sustentado da rede aLeR+.

 

A sustentabilidade deste projeto assenta também na responsabilidade e participação das direções das escolas, das equipas da Rede de Bibliotecas Escolares, dos docentes e não docentes, dos alunos, das famílias e das bibliotecas públicas.

 

Decorre até 30 de setembro de 2016 o prazo para submissão do balanço do trabalho realizado e manifestação de interesse na continuação do projeto em 2016-2017.

 

Ler mais >>

Pág. 1/8



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor