Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais uma iniciativa da DGIDC/ERTE, que começa hoje:

A DGIDC/ERTE lança, dia 12 de Janeiro, o projecto "Webinar", que consiste na realização de Conferências via Internet, com a presença de especialistas em diversas matérias, todas relacionadas com a utilização das TIC em contexto educativo.
As sessões "Webinar" irão para o ar quinzenalmente, à segunda e quarta 4ª feira de cada mês, pelas 16h 30m. Terão a duração de 40 minutos, havendo espaço para, através do endereço de correio electrónico webinar@dgidc.min-edu.pt, serem colocadas questões ao orador, que serão respondidas por este no final da sessão.
A primeira sessão contará com a presença do Professor Doutor Fernando Albuquerque Costa, do Instituto de Educação de Lisboa, que abordará a temática Metas de Aprendizagem nas TIC. Recordamos que foi o professor Fernando Costa o responsável pela coordenação da equipa que definiu estas metas.
É possível assistir em directo aos Webinars a partir do endereço http://webinar.dgidc.min-edu.pt/.
O cartaz desta iniciativa pode ser obtido aqui.
Para qualquer questão, deve ser utilizado o endereço de correio electrónico webinar@dgidc.min-edu.pt.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

O II Encontro Internacional do Ensino da Língua Portuguesa, a realizar nos dias 10, 11 e 12 de Fevereiro de 2011, na Escola Superior de Educação de Coimbra, visa reunir educadores, professores e investigadores e possibilitar uma reflexão sobre as questões e os estudos respeitantes ao ensino da Língua materna e L2 nos ensinos básico e pré-escolar.
Os últimos anos têm sido prolíferos em análises que nos dão conta de alguns défices de competências dos alunos no manejo da sua língua materna, nos vários planos: do conhecimento explícito da língua, da escrita, da leitura e da oralidade.
É hoje consensual a ideia de que devemos encarar o ensino-aprendizagem da língua numa perspectiva integrada e contínua, ao longo de todos os ciclos de escolaridade.
Ora, perante uma nova reforma curricular no Ensino Básico, é crucial debruçarmo-nos sobre as novas perspectivas, desafios e obstáculos que se têm vindo a desenhar nas políticas de ensino da Língua Portuguesa e nas práticas pedagógicas levadas a cabo na Escola.
É por essa razão que urge reflectir sobre as práticas de ensino da língua mas também da leitura e, especificamente, do modo como a Escola ensina as novas gerações a ler, a escrever e a contactar com o texto literário.
Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)



A Ler+ poesia 2011 - "Todo o Tempo” é um projecto já anteriormente divulgado de articulação entre a Biblioteca Municipal e as Escolares que, este ano, se associa ao Ano Internacional da Química.


Neste ano de 2011 A Poesia dos Dias conhece mais uma edição, desta vez sob o título “Todo o tempo”, incipit do conhecidíssimo poema de António Gedeão, poeta e homem de ciência. Ao contrário das edições precedentes, o calendário poético não foi pensado especificamente em função de uma efeméride a comemorar: basta o desejo de continuar a LER + POESIA e a preparar pequenas antologias poéticas de qualidade como as que em 2010 foram chegando mensalmente à BMC. Deste modo, as escolas de Coimbra (e o Liceu Dr. Rui Barcelos da Cunha, de Bissau, que este ano se associa à iniciativa) são incentivadas a exercer ainda mais livremente a sua criatividade, organizando as respectivas “mini-antologias” da forma que acharem mais interessante, com total liberdade para seleccionarem autores, poemas, temas.
Apesar de não se apresentar, este ano, como site organizado em torno de um tema unificador, o calendário poético online 2011 da BMC inclui uma área temática intitulada 4 Elementos+1, inspirada no facto de 2011 ter sido declarado o Ano Internacional da Química - uma celebração mundial das conquistas da Química e dos seus contributos para o bem estar da Humanidade, sob o tema unificador “Chemistry – our life, our future”. Nesta secção, a velha teoria grega dos 4 Elementos constituintes do Universo apresenta-se como o fio condutor dos conteúdos apresentados, transformando-se ela mesma em matéria poética, isto é, dando o mote para a selecção/criação de “Poemas elementares” - alusivos aos “4 elementos”: ar, terra, fogo e água.

Siga a ligação e conheça as novas poesias que todos os dias serão introduzidas. Aqui >> 

Helena Duque
Coordenadora Interconcelhia

Autoria e outros dados (tags, etc)



O Presidente da Comissão dos Direitos Humanos no Conselho da Europa, Gabriel Nissim, vem fazer uma formação sobre Liberdade de Educação. Um tema subjacente ao debate recente sobre as escolas privadas com contrato de associação com o Ministério da Educação.

Amanhã, dia 08 de Janeiro, às 09H00, no Colégio Rainha Santa Isabel - Coimbra.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A profissão e a formação: entre a ciência e a arte de ensinar - colóquio do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, com a participação de especialistas nacionais e estrangeiros. A entrada é livre.

21 de Janeiro de 2011, 15h00
Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Anfiteatro (Alameda da Universidade)

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:






A biblioteca integrou a RBE, em 2002, através de uma Candidatura Nacional. Volvidos estes anos e sem nunca ter recebido outros apoios, necessitava de uma requalificação que chegou no final de 2010. A RBE atribuiu uma verba para mobiliário, equipamento e  fundo documental;  a escola contribuiu com a pintura, a porta de vidro e telas nas janelas e uma nova biblioteca surgiu! A 'inauguração' decorreu hoje com o discurso do diretor, música e poesia pelos alunos. Presentes muitos professores, alunos, Carla Tavares (DREN) e a coordenadora interconcelhia. 
Estão agora criadas as condições para que a biblioteca desempenhe, mais cabalmente, o seu papel.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O jornal britânico The Guardian desafiou uma série de especialistas a escreverem sobre as mudanças que antevêem para os próximos 25 anos, nas mais diversas áreas - geopolítica, economia, física, alimentação, clima, moda, etc..

No domínio da web, o panorama estará irreconhecível, nomeadamente com a emergência da computação quântica:


Web/internet: 'Quantum computing is the future'

The open web created by idealist geeks, hippies and academics, who believed in the free and generative flow of knowledge, is being overrun by a web that is safer, more controlled and commercial, created by problem-solving pragmatists.

Henry Ford worked out how to make money by making products people wanted to own and buy for themselves. Mark Zuckerberg and Steve Jobs are working out how to make money from allowing people to share, on their terms.

Facebook and Apple are spawning cloud capitalism, in which consumers allow companies to manage information, media, ideas, money, software, tools and preferences on their behalf, holding everything in vast, floating clouds of shared data. We will be invited to trade invasions into our privacy – companies knowing ever more about our lives – for a more personalised service. We will be able to share, but on their terms.

Julian Assange and the movement that has been ignited by WikiLeaks is the most radical version of the alternative: a free, egalitarian, open and public web. The fate of this movement will be a sign of things to come. If it can command broad support, then the open web has a chance to remain a mainstream force. If, however, it becomes little more than a guerrilla campaign, then the open web could be pushed to the margins, along with national public radio.

By 2035, the web, as a single space largely made up of webpages accessed on computers, will be long gone.

As the web goes mobile, those who pay more will get faster access. We will be sharing videos, simulations, experiences and environments, on a multiplicity of devices to which we'll pay as much attention as a light switch.

Yet, many of the big changes of the next 25 years will come from unknowns working in their bedrooms and garages. And by 2035 we will be talking about the coming of quantum computing, which will take us beyond the world of binary, digital computing, on and off, black and white, 0s and 1s.

(...)

Charles Leadbeater, author and social entrepreneur

Ler mais no Guardian, 2 Janeiro >> 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:





Numa altura em que muito se fala dos riscos de crianças e jovens na internet em tom alarmista, o conhecimento real destas situações baseia-se frequentemente em casos isolados. Pais, professores e comunidade dividem-se entre a utilidade escolar e social dos meios digitais para os jovens e os perigos que aqueles lhes podem trazer.

No dia 4 de Fevereiro de 2010, o projecto EU Kids Online apresenta e discute publicamente os resultados do primeiro inquérito representativo a 1000 crianças e jovens (com 9 a 16 anos) portugueses, e um dos seus pais, sobre riscos e segurança na internet, integrado num estudo europeu a 25 países.

A conferência destina-se ainda a envolver na discussão todos os agentes interessados no tema da segurança de crianças e jovens na internet, entre pais, professores, técnicos de acção social, académicos, entre outros. A conferência é gratuita, mas solicitamos a sua inscrição para uma melhor organização.

4 de Fevereiro de 2011, 9:30h
Fac. Ciências Sociais e Humanas
Universidade Nova de Lisboa, Aud. 1                                                                 Programa e inscrições >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

 
Estas foram as 10 linhas de tendências dos livros para crianças e jovens, no ano 2010,segundo os especialistas da Scholastic:

 

"We've seen some exciting innovation in children’s publishing in 2010, including new formats and platforms for storytelling that are helping more and more kids become book lovers," said Judy Newman, President of Scholastic Book Clubs. "At the same time, we’re seeing a rejuvenation of some classic genres, which I think is evidence of the timeless power that stories and characters have on the lives of children."
  1. The expanding Young Adult (YA) audience: More and more adults are reading YA books, as the audience for these stories expands.
  2. The year of dystopian fiction: With best-selling series like The Hunger Games and The Maze Runner, readers can’t seem to get enough of fiction that suggests the future may be worse than the present.
  3. Mythology-based fantasy: Rick Riordan's Percy Jackson series set the trend – and now series like The Kane Chronicles, Lost Heroes of Olympus and Goddess Girls are capitalizing.
  4. Multimedia series: The 39 Clues, Skeleton Creek and The Search for WondLa are hooking readers with stories that go beyond the printed page and meet kids where they are online or via video.
  5. A focus on popular characters – from all media: Kids love to read books about characters they know and recognize from books, movies and television shows. Titles centered around those popular characters (like Fancy Nancy, David Shannon's “David,” or Toy Story characters) are top sellers.
  6. The shift in picture books: Publishers are publishing about 25 to 30 percent fewer picture book titles than they used to as some parents want their kids to read more challenging books at younger ages. The new trend is leading to popular picture book characters such as Pinkalicious, Splat Cat and Brown Bear, Brown Bear showing up in Beginning Reader books.
  7. The return to humor: Given the effects of the recession on families, it is nice to see a rise in the humor category, fueled by the success of the Diary of a Wimpy Kid series, Dav Pilkey's The Adventures of Ook & Gluk: Kung-Fu Cavemen from the Future, and popular media characters like Spongebob, and Phineas & Ferb.
  8. The rise of the diary and journal format: The Diary of a Wimpy Kid series is the most well-know example of this trend, but the success of Wimpy Kid is leading to popular titles such as Dear Dumb Diary, Dork Diaries, The Popularity Papers, and Big Nate.
  9. Special-needs protagonists: There is a growing body of literary fiction with main characters who have special needs, particularly Aspergers Syndrome and Autism. Examples: My Brother Charlie, Marcelo in the Real World, Mockingbird, and Rules.
  10. Paranormal romance beyond vampires: The success of titles like Shiver and Linger, Beautiful Creatures, Immortal, and Prophesy of the Sisters shows this genre is still uber-popular and continues to expand.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O concurso "Portugal Europeu", organizado pelo Gabinete do Parlamento Europeu (GPE) e pela Representação da Comissão Europeia (RCE), é dirigido a alunos do ensino secundário, de preferência membros de Clubes Europeus, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos completados no ano lectivo em que participam. Cada escola pode seleccionar uma turma com um mínimo de 18 alunos e um máximo de 24.

Os participantes devem responder a um questionário de escolha múltipla, após a visita ao Espaço Europa e à exposição "Portugal europeu: meio século de história", com o objectivo de testar o seu nível de conhecimentos sobre a União Europeia e sobre os conteúdos da exposição.

Os prémios a atribuir às equipas vencedoras são cinco viagens para assistir a sessões Euroscola em Estrasburgo.

Ler mais  >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor