Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue RBE

Sex | 02.01.09

Alguns dos melhores livros de 2008

Estamos na quadra que convida à realização de balanços e sínteses do ano que findou. Por isso fomos à Web espreitar um pequeno nº de sítios onde é feito o tradicional balanço dos livros publicados no último ano. Começámos pelo Ípsilon, suplemento cultural do Público que desde o mês passado se encontra em linha, http://ipsilon.publico.pt/, e procurámos depois em algumas publicações congéneres estrangeiras.
Deixamos aqui as ligações para os sítios visitados, cujas listas tipo “best of” reflectirão critérios diversos e opções particulares dos seus autores e editores, mas não deixam de constituir uma referência interessante e reflectida sobre uma parte do que de melhor se vai publicando e lendo. Curioso será também compararmos as escolhas dos críticos nacionais com as que são feitas fora de portas. Idêntico percurso poderia ser feito em relação a filmes, música, banda desenhada, livro infantil....Ainda que em todas estas matérias que implicam o gosto, é sempre a experiência pessoal quem ordena. "O nosso 2008" do Ípsilon, escolheu como melhores livros publicados em Portugal, os seguintes:


A Faca Não Corta o Fogo, Herberto Helder, Assírio & Alvim
O Homem sem Qualidades, Robert Musil, Dom Quixote
O Romance de Genji, Musaraki Shikibu, Relógio d’Água
Livro do Desassossego, [Fernando Pessoa] Vicente Guedes / Bernardo Soares, Ed. Teresa Sobral Cunha, Relógio d’Água
Salónica, Mark Mazower, Pedra da Lua
Caos Calmo, Sandro Veronesi, Asa
Myra, Maria Velho da Costa, Assírio & Alvim
Diário de um Mau Ano, J. M. Coetzee, Dom Quixote
A Grande Guerra pela Civilização, Robert Fisk, Edições 70
O Jogo do Mundo, Julio Cortazar, Cavalo de Ferro
Contos Completos, Truman Capote, Sextante
Ela e Outras Mulheres, Rubem Fonseca, Campo das Letras
Odes, Horácio, Cotovia
A Seco, Augusten Burroughs, Bico de Pena
O Jovem Estaline, Simon Sebag Montefiore, Alethêia
Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português, AAVV, Fernando Cabral Martins (org.), Caminho
A Feiticeira de Florença, Salman Rushdie, Dom Quixote
Entre os Dois Palácios / O Palácio do Desejo / O Açucareiro, Naguib Mahfouz, Civilização
Correcção, Thomas Bernhard, Fim de Século
A Educação Sentimental, Gustave Flaubert, Relógio d’Água








Os críticos literários do vizinho El País, publicaram no suplemento literário Babelia, várias listas de melhores livros de 2008: os 10 melhores, os 30 melhores, os 100 melhores...
E elegeram mesmo de todos eles, o que mais se destacou:
Chesil Beach de Ian McEwean, que consta igualmente das listas francesa e britânica e foi publicado entre nós em 2007, pela Gradiva, com o título Na Praia de Chesil.
Consulte aqui as escolhas do Babelia:
http://www.elpais.com/articulo/semana/placer/paraisos/perdidos/elpepuculbab/20081227elpbabese_3/Tes


No britânico Times as selecções de livros do ano alargam-se aos mais diversos domínios: arte, biografias, humor, jardinagem, música, negócios, políticos, viagens, vinhos.... Fique a conhecer toda essa variedade em:
http://www.timesonline.co.uk/tol/system/topicRoot/The_Sunday_Times_Christmas_Book/
O The New York Times, através do Sunday Book Revues, também publica várias listas de livros - ficção, não ficção, os 10 melhores livros, 100 livros notáveis, livros infantis notáveis...
Pode ver todas essas listas e ainda a dos anos anteriores, a partir daqui:
http://www.nytimes.com/2008/12/14/books/review/10Best-t.html?ref=review
No suplemento Livres do quotidiano francês Le Monde,
encontrámos uma lista de livros destacados, já publicada em Agosto.
Consulte aqui:
http://www.lemonde.fr/livres/article_interactif/2008/08/28/les-livres-dont-on-parle_1088730_3260.html
Uma comparação destas diferentes listas conduzirá, por certo, a alguns livros incontornáveis e também à consciência de algumas exclusões - todas as escolhas implicam esse risco. Mas agora chegou a vez do leitor fazer esse exercício e retirar as suas conclusões.
Sex | 02.01.09

Harold Pinter

Morreu o poeta do teatro


Harold Pinter, 1930-2008

Pinter, referência destacada da literatura britânica, foi um dos grandes dramaturgos do século XX. Actor, director, guionista, poeta e intelectual comprometido na defesa dos direitos humanos, recebeu em 2005 o prémio Nobel de Literatura.

Foi um dos grandes representantes do teatro do absurdo juntamente com Samuel Beckett e Eugène Ionesco.
Em 1958 Harold Pinter escreveu: "Não há distinção entre o que é real e o que é irreal, nem entre o que é verdadeiro e o que é falso. Uma coisa não é necessariamente verdadeira ou falsa, mas pode ser simultaneamente verdadeira e falsa".


Harold Pinter em português: http://www.artistasunidos.pt/harold_pinter.htm

A s editoras Prelo, Tempo, Dinossauro, Quasi e Relógio d'Água publicaram obras de Harold Pinter, deixamos as capas das mais recentes.

Edições Relógio D'Água

Quasi Edições


A pesquisa feita no catálogo global das bibliotecas escolares (216 catálogos), disponível em http://www.rbe.min-edu.pt/np4/36, deu o seguinte resultado:


Rede de Bibliotecas Escolares 2009/01/02


PINTER, Harold - Harold Pinter: Plays 4 / Pinter, Harold. - London : Faber and Faber, 1996. - vol 4. - (FF Contemporary Classics)

PINTER, Harold, 1930- - Feliz aniversário / Harold Pinter ; trad. Artur Ramos e Jaime Salazar Sampaio ; [dir. lit.] Luiz Francisco Rebelo. - Lisboa : Prelo, 1967. - 128 p., [1] f.; 19 cm

PINTER, Harold, 1930- - O monta-cargas / Harold Pinter ; trad. Luís de Sttau Monteiro. - Lisboa : Tempo, D.L. 1962. - 38, [2] p.; 20 cm. - (Tempo de teatro ; 3)

PINTER, Harold, 1930- - Teatro II / Harold Pinter ; trad. Jorge Silva Melo...[et al.]. - Lisboa : Relógio D'Água, 2002. - 279, [2] p. - (Teatro)

PINTER, Harold, 1930- - Teatro / Harold Pinter ; trad. Pedro Marques... [et al.]. - Lisboa : Relógio d'Água, D.L. 2002-. - v.; 21 cm. - (Teatro)

PINTER, Harold - Teatro I e II / Harold Pinter. - 2ª ed.. - Lisboa : Relógio d'Água Editores, 2005. - 2 vol. ; 21 cm

PINTER, Harold - Guerra = War / Harold Pinter ; trad. Pedro Marques, Jorge Silva Melo, Francisco Frazão. - 2ª ed. - Vila Nova de Famalicão : Quasi Edições, 2005. - 19, [6], 19, [2] pag. converg. ; 20 cm. - (O barco ébrio ; 6)

PINTER, Harold - A Teia / Harold Pinter. - [Lisboa] : Edições Dinossauro , 2006. - 55 p.; 21 cm

PINTER, Harold - Harold Pinter - Plays Four. - Londres : Faber and Faber, 1996. - 456

PINTER, Harold - Teatro I / Harold Pinter. - Lisboa : Relógia D'Água, 2002