Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Aquilino Ribeiro

27.05.17

aquilino.png

 

Aquilino Ribeiro (1885-1963), é um dos maiores escritores portugueses do século XX.

 

Nascido em 1885, em Sernancelhe, Aquilino Ribeiro é criado no ambiente bucólico e modesto de uma aldeia beirã. De lá saiu para o seminário em Beja, de onde foi expulso por falta de vocação, para se fazer depois cosmopolita em Paris e em Berlim, cidades de exílio. Mais tarde firmou residência em Lisboa, onde foi professor no liceu Camões e diretor da Biblioteca Nacional. Mas até ao ano da morte em 1963, há de regressar sempre a Soutosa, tanto na vida como nos livros.

 

A extensa bibliografia, com mais de setenta títulos, é uma viagem pelas terras da Beira, uma espécie de “Geografia Sentimental” (1951), em que retrata o mundo rural, nos seus costumes, lendas e regionalismos. Entre a Beira e o modernismo de Paris, escreve o primeiro livro, “Jardim das Tormentas”, contextualizado nesta peça pelo escritor Rui Lage.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Uma produção da Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 Fonte | Conteúdo relacionado |

 

 

Este é o conjunto de apresentações disponibilizadas pelos oradores referentes aos Encontros Documentais - Arquivos, Museus e Bibliotecas 2017:

 

Arquivos:

 

Museus:

 

Bibliotecas:

Autoria e outros dados (tags, etc)

top_escritoresonline.jpg

 

A plataforma inclui agora uma nova secção fórum do leitor - um espaço aberto à partilha diária de ideias e à discussão sobre livros.

 

Dada a importância da divulgação da leitura, do livro e seus autores, foi estabelecida, no passado dia 26 de abril, uma parceria entre a Rede de Bibliotecas Escolares e a plataforma escritores.online.

Esta junção de sinergias visa a divulgação conjunta de notícias, reportagens, entrevistas, vídeos e eventos relacionados com os livros, a leitura, os escritores e as bibliotecas escolares.

A partilha de informação será efetuada através do site www.escritores.online e via blogue, Facebook e Twitter da Rede de Bibliotecas Escolares.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

epis.jpg

 fotoEPIS

 

O estudo sobre retenção no 1.º ciclo em Portugal, da associação EPIS (Empresário pela Inclusão Social) foi da responsabilidade de uma equipa coordenada por Maria de Lurdes Rodrigues, de que fizeram parte Isabel Alçada, Teresa Calçada e João Mata. 

 

De acordo com os autores, a análise de dados permitiu concluir que o insucesso não é um fenómeno disseminado de forma regular pelas escolas do país. Se, por um lado, ele está ligado a contextos socioeconómicos mais carenciados, por outro tem também a ver com a perceção de professores e diretores que consideram como uma inevitabilidade as dificuldades persistentes que parte dos alunos demonstram na leitura e na escrita. A falta de diferenciação pedagógica e o facto de se considerar a retenção como uma oportunidade também são fatores que influenciam as escolas em que este insucesso precoce se manifesta. 

A necessária colaboração das bibliotecas escolares para a solução deste problema foi também mencionada, tendo sido referido o papel da mesma na apresentação de uma escola que conseguiu reverter a situação.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

daartedeler.jpg

 Inscrições | Facebook do evento | Programa

 

A IV edição do Seminário "Da Arte de Ler: Sons & Imagens" leva, pelo 4.º ano consecutivo, a que todos os caminhos apontem para Alcobaça.

 

O evento é organizado pela Rede de  Bibliotecas do Concelho de Alcobaça (RBCA) e o Centro de Formação da Associação de Escolas de Alcobaça e Nazaré (CFAEAN).

 

Os trabalhos desenvolvem-se, como habitualmente, em dois dias, com palestras e oficinas.

 

As inscrições estão abertas.

Rute Isabel Ferreira Marta Nunes
Coordenadora interconcelhia

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

EB1/JI Porto Pinheiro

No 3.º ano trabalhou-se a obra de Manuela Ribeiro "Operação Marmelada" e o professor Nuno Fonseca e os alunos do 3.º A resolveram fazer um trabalho específico com ela, transformando a obra num teatro digital...

O projeto foi pensado e levado a cabo por professor, alunos e um tablet, em sala de aula, desde os cenários às personagens, passando pela dramatização... aqui fica o resultado.

 

Trabalho visto na página do Facebook da Biblioteca Escolar Moinho das Leituras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

LEIA 17 cartaz.png

 

Na II Edição das Jornadas da Rede de Bibliotecas de Ovar - LEIA - LIVROS, ENCONTROS, IDEIAS, AUTORES - será dado protagonismo às Bibliotecas – Municipais e Escolares - como facilitadoras do acesso de todos os cidadãos a múltiplos recursos, na perspetiva da cidadania informada e ativa, da criatividade e do incremento do sentido crítico.

 

Neste contexto, o programa abrangerá a temática da relutância à leitura; as literacias sob diversas perspetivas; o poder comunicacional e as técnicas construtivas aplicadas à escrita e à ilustração; o cinema como recurso educativo; as potencialidades das plataformas online como geradoras de sinergias; a pedagogia da leitura; o papel central do adulto enquanto mediador entre a criança/jovem e o livro.

 

O L.E.I.A. intenta, sobretudo, proporcionar uma gratificante partilha de conhecimentos e de experiências entre profissionais que cumprem um desígnio comum.

 

José Saro

Coordenador interconcelhio

Autoria e outros dados (tags, etc)

FestLeitura2.jpg

 

FestLeitura1.jpg

 


Decorreu no dia 19 de maio o Festival de Leitura - ler BEM (Bibliotecas Escolares de Matosinhos), organizado pelos professores bibliotecários dos Agrupamentos e Escolas públicas do concelho. O Festival decorreu no auditório da Escola Básica de Matosinhos, entre as 9h30m e as 17h30m, e constou da apresentação de leituras – ditas, dramatizadas, encenadas, musicadas – feitas por alunos do Pré-Escolar ao 12.º ano de todos os Agrupamentos de Escolas e Escolas não Agrupadas do concelho; os trabalhos apresentados foram selecionados durante a Semana da Leitura.

 

Foi uma verdadeira Festa da Leitura, graças à qualidade dos trabalhos apresentados, à alegria com que os alunos participaram, ao envolvimento e empenho dos professores / educadores e das Direções dos Agrupamentos e Escolas. O êxito desta atividade resultou assim de uma convergência de vontades em torno da valorização da leitura.

 

Maria Barros

Coordenadora interconcelhia

Autoria e outros dados (tags, etc)

racismo.png

 DownloadInfoCEDI março-abril 2017 N.º 69 | IAC | N.os anteriores |

 

Discriminação racial

A lei utiliza a expressão “discriminação racial” para enquadrar todos os comporta- mentos que direta ou subtilmente, prejudiquem uma pessoa em razão da sua cor de pele, da sua nacionalidade, da sua raça ou da sua origem étnica. Em termos mais formais, entende-se por discriminação racial qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência em função da raça, cor, ascendência, origem nacional ou étnica, que tenha por objetivo ou produza como resultado a anulação ou restrição do reconhecimento, fruição ou exercício, em condições de igualdade, de direitos, liberdades e garantias ou de direitos económicos, sociais e culturais. (...)

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D