Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por iniciativa do Conselho da Europa, sedeado em Estrasburgo, o Dia Europeu das Línguas tem vindo a ser assinalado, todos os anos desde 2001, no dia 26 de setembro.

 

Por ocasião do DEL, organiza-se em toda a Europa uma série de iniciativas: atividades para e com crianças, programas de rádio e de televisão, aulas de línguas e conferências. As autoridades nacionais e os vários parceiros têm toda a liberdade para organizar atividades. Para coordenar as atividades a nível nacional, os países participantes são convidados pelo Conselho da Europa a nomear “Pessoas de Contacto Nacional” para o DEL.

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Quando as palavras tocam e podem fazer a diferença. O projecto A Poesia não tem grades está disponível para se deslocar às escolas e partilhar a experiência de 14 anos de inclusão pela arte nos estabelecimentos prisionais portugueses.

 

"A Poesia não tem grades é um modelo de inclusão social que utiliza a leitura, a escrita e a experimentação artística como instrumentos de trabalho privilegiados.

Iniciada em 2003, realiza-se em parceria com a Direcção-Geral da Reinserção e dos Serviços Prisionais, sendo o seu desenvolvimento e implementação da responsabilidade da Associação de Ideias, uma organização sem fins lucrativos direccionada para a promoção dos valores da cidadania." (...)

 

Ler mais >>

 

Sítio Web: http://apoesianaotemgrades.pt/

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

curadoria.png

Content Curation for Learning: The Complete Guide from Anders Pink, [e-Book] Anders Pink, 2017.

 

Neste livro gratuito de 120 páginas abordam-se algumas questões-chave sobre a curadoria do conteúdo e o seu papel na condução da aprendizagem contínua.O livro trata questões como: Por que é a curadoria de conteúdos importante para a aprendizagem? Qual é o papel dos profissionais da aprendizagem na curadoria de conteúdos? 

Um processo em 10 passos... para aprender através de 26 exemplos práticos.

Visto aqui.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

recursos.png

 


O portal RTP Ensina apresenta um conjunto de recursos - para alunos e professores - que podem contribuir para a educação para a cidadania.

 


A RTP apresentou, ao longo das últimas décadas, rubricas e programas que podem auxiliar estudantes e professores a complementar os seus conhecimentos de cidadania.

 

Na área de cidadania do portal recuperam-se alguns desses documentos com o objetivo de ajudar a cumprir as metas dessas disciplinas: “contribuir para a formação de pessoas responsáveis, autónomas, solidárias, que conhecem e exercem os seus direitos e deveres em diálogo e no respeito pelos outros, com espírito democrático, pluralista, crítico e criativo, tendo como referência os valores dos direitos humanos”:

 

Conteúdo relacionado:

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

livros.png

Competencias de YALSA para bibliotecarios que trabajan con los
jóvenes: Los adolescentes se merecen lo mejor. Chicago: Yalsa, 2010

 

Yalsa ([Associação de Serviços Bibliotecários para Jovens] ) desenvolveu este conjunto de competências a primeira vez em 1981, foram revistos em 1998, em 2003 e novamente em 2010. Essas competências podem ser usadas como indicadores de avaliação, como uma ferramenta para melhorar o serviço, como base para o desenvolvimento do programa de estudos bibliotecários escolares, tanto num ambiente de formação de pessoal, como um conjunto de diretrizes para usar ao falar sobre a importância de serviços de biblioteca, para os adolescentes.

 

Outros recursos de interesse para as bibliotecas escolares e jovens

 

Traduzido do espanhol, com adaptações.

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

coloquio.png

 Inscrições | Programa |

 

A AJUDARIS, IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social, em parceria com a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, a Escola Superior de Educação Paula Frassinetti, Instituto Politécnico de Santarém, Instituto Politécnico de Bragança, a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, a Universidade de Lisboa – Instituto de Educação, Rede de Bibliotecas Escolares e o Plano Nacional de Leitura, tem a honra de anunciar o IV Colóquio Internacional Ler e Ser: Leitura e Vida, que se realizará no dia 14 de outubro de 2017, no Auditório da Fidelidade, e que congregará representantes das áreas que melhor se cruzam com os princípios e os objetivos da AJUDARIS.

Autoria e outros dados (tags, etc)

ipv.png

ES de Educação de Viseu | 17 de novembro | Saber mais |

 

A Área Disciplinar de Português da Escola Superior de Educação de Viseu está a promover um Encontro subordinado à Literatura para a Infância: “Imaginários Iluminados: era uma vez...a literatura para a infância”, a ter lugar no dia 17 de novembro de 2017.

 

Este encontro abre espaço à participação de professores, educadores, investigadores que possam estar interessados em partilhar as suas pesquisas, na chamada de trabalhos que se apresenta. Pretende-se um encontro de debate, de reflexão e imaginação a partir do qual se redimensione a literatura para a infância em espaços educativos, em cenários inclusivos e em espaços de ilustração e em representações e estereótipos mais ou menos iluminados. A submissão de resumos para Comunicações livres e Posters está aberta até ao dia 17 de outubro de 2017, propondo como eixos temáticos:

 

1. Literatura para a infância e espaços educativos

2. Literatura para a infância e ilustração na era global

3. Representações na Literatura para a infância ilustrada

4. Literatura para a infância em cenários inclusivos

 

(...)

 

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

UNESCO.png

El programa de Comunicación e Información. [e-Book] Paris, Unesco. 

 

Prólogo

El mundo cambia rápidamente y surgen nuevos desafíos que afectan la capacidad de nuestras sociedades para crecer y prosperar. Sin embargo, para enfrentar estos desafíos en constante aumento asistimos a una creciente movilización humana y a un compromiso renovado por parte de las organizaciones internacionales como la UNESCO, que actúan para fomentar el desarrollo sostenible y ayudar a las personas a alcanzar sus aspiraciones y esperanzas.

 

Para ello ha sido necesario concentrarse en la edificación de sociedades del conocimiento sólidas en las que los ciudadanos tengan un acceso libre e igual a la información y al conocimiento, y puedan utilizarlas para liberar el potencial económico y social en cualquier parte del mundo, incluso en el pueblo más remoto de la montaña más alta. En estas sociedades, los estudiantes e investigadores tienen acceso al material educativo y a la investigación científica; las personas con discapacidad no se quedan fuera de la autopista de la información; las mujeres y las niñas se empoderan para crear la nueva generación de aplicaciones TIC que se utilizarán para luchar contra los males sociales que nos acechan; el conocimiento se preserva para las generaciones futuras; los ciudadanos tienen la libertad de expresarse en línea y fuera de ella; y los periodistas pueden tomar su pluma para difundir la verdad sin temor a represalias.

 

La combinación de estos elementos impulsará la innovación y el desarrollo. La UNESCO se moviliza por todo el planeta para asegurarse de que la edificación de estas sociedades prosiga sin descanso. Desde la fundación de la UNESCO en 1945, millones de personas se han beneficiado de su acción y la han sostenido. Sus voces, que se expresan a lo largo de estas páginas, nos recuerdan que la UNESCO es tan relevante hoy como lo fue a mediados del siglo XX y que sigue transformando vidas y comunidades a través del mundo.

Getachew Engida - Director General Adjunto de la UNESCO

 


(2017). Unesdoc.unesco.org. Retrieved 21 September 2017, from http://unesdoc.unesco.org/images/002

 

Visto aqui.

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

leitura digital.png

 Download | Guten |

 

O estudo “Práticas de leitura digital em sala de aula” reune uma série de artigos com o intuito de mapear, disseminar e inspirar práticas de leitura digital em sala de aula.

Um dos destaques apresentados neste documento é o artigo "Uso de tecnologias digitais em sala de aula", elaborado pela especialista em multiletramento e leitura, Roxane Rojo.

*** 

 

in Apresentação:

 

O programa “Leitura digital em sala de aula” nasceu da observação da realidade de educadores cujo objetivo é desenvolver competências e o prazer da leitura nos seus alunos.

 

Como empresa com foco na área de letramento, a Guten interage diariamente com escolas e professores, além de discutir quais as principais preocupações que esses educadores têm nas suas rotinas. Nessa jornada, deparamo-nos diariamente com angústias e questões: “Como faço com que os meus alunos leiam mais?”, “Como desenvolver o hábito leitor frente a tantos “distratores” tecnológicos?”, “Por que é que eles se distanciam dos livros ao longo do tempo?”, “Será que os meus alunos leem mais ou menos que a geração anterior?”, “O que é ler no mundo digital?”.

 

Ao mesmo tempo, percebemos que a comunidade escolar ainda precisa de modelos e relatos de casos reais nos quais possa espelhar-se para inovar e, assim, começar a responder às perguntas acima. A vontade de mudança é facilmente detetada. A dificuldade maior está no momento do planeamento e execução: “O que fazer?”, “Como começar?”.

 

Foi assim que decidimos contribuir e mostrar à comunidade educadora alguns exemplos de quem está a começar ou já utiliza recursos tecnológicos voltados para a melhoria da leitura dos alunos. O objetivo do Programa é, assim, fomentar o ecossistema de experimentações na área do letramento digital, trazendo à luz as práticas de professores reais, lidando, nos seus contextos reais, com as suas limitações reais e potencialidades reais. Priorizamos o “real”, as contradições e os impasses imanentes à prática, mesmo quando em busca do “ideal”.

Procuramos disseminar experiências inspiradoras, transformações e reflexões realizadas por um grupo de educadores na sua busca por potencializar a aprendizagem e prover uma experiência leitora mais rica aos seus educandos. Dessa forma, o foco maior do Programa esteve na experimentação de aulas planeadas com recursos tecnológicos relacionados com a leitura e o letramento digital. Não promovemos um curso, mas um grupo de partilha e experimentações. (...)

 

Ler mais >>

Adaptado do português do Brasil

(2017). Gallery.mailchimp.com. Retrieved 20 September 2017, from https://gallery.mailchimp.com/c34e670c72aa0ade921b7c20d/files/be24fb62-35ee-4603-8362-091d6d3dc92f/Praticas_em_Leitura_Digital_em_Sala_de_Aula.pdf

Autoria e outros dados (tags, etc)

folioeduca.png

 Programa | InscriçõesLocal: Auditório Municipal Casa da Música de Óbidos |20,21 e 22 de outubro |

 

Evento formativo

Revoluções, Revoltas, Rebeldias, Educação, Leitura, e Literatura. ­ III Seminário Internacional FOLIO EDUCA
Registo: CCPFC/ACC-92425/17, Nº Créditos: 0.6
Modalidade: Curso de Formação, Destinado a: Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário

 

Ler mais >>

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Twitter_