Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



por Cristóbal Cobo

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Neste número destaca-se a conversa de Sara Figueiredo Costa com Sandro William Junqueira a propósito de Quando as Girafas Baixam o Pescoço, o seu mais recente romance. Andreia Brites conversou com a ilustradora espanhola Ana Pez, autora de O meu irmão invisível. Na secção Saramaguiana recupera-se um texto escrito pelo crítico literário César António Molina em 1985, ano de publicação da edição espanhola de O Ano da Morte de Ricardo Reis.


Numa tradução de Carla Fernandes, a revista dá a conhecer aos leitores a voz do escritor britânico Peter Kalu num dos capítulos de Little Jack Horner. No seu espaço habitual, Andréa Zamorano reflete sobre o sal da escrita. E, assinalando a edição dos Dias do Desassossego’17 – programa que a Fundação José Saramago organiza em conjunto com a Casa Fernando Pessoa – a Blimunda inclui uma galeria de imagens para recordar como o mês de novembro em Lisboa foi repleto de livros, leituras e extraordinários encontros. Boas leituras!

 

Ler no Scribd

Descarregar Blimunda # 66 português (PDF 11,9 MB)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rede.png

 por Vítor Tomé - CIAC - Universidade do Algarve Download |

 

Redes sociais: perceções de aprendizagem em ambiente formal, não‑formal e informal por parte de jovens, seus encarregados de educação e seus professores 

 

Resumo

 As redes sociais online (RSO) são ferramentas com potencial no desenvolvimento da literacia digital, focada na aquisição de competências técnicas, de análise crítica e de práticas de formação, contextualmente situada em contextos de aprendizagem formal e informal complementares.

 

Apresentamos neste artigo os resultados de uma investigação que visou compreender se há condições para concretizar o potencial das RSO, pelo que inquirimos jovens portugueses (10‑16), seus professores e encarregados de educação (EE), a que se seguiram entrevistas de grupos focais e entrevistas semiestruturadas, seguindo o design dos métodos mistos.

 

Os professores reconhecem potencial pedagógico às RSO, mas consideram, tal como os alunos e os EE, que a aprendizagem com recurso às RSO ocorre sobretudo no contexto informal, que veem como quase estanque em relação ao formal, não se sentindo preparados para os integrar no caso específico das RSO.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

descobrimentos.png

 

Aplicação sobre os Descobrimentos Portugueses, destinada aos alunos de História e Geografia de Portugal do 2º ciclo de escolaridade. Para Android.


Inclui 22 atividades sobre o tema dos Descobrimentos Portugueses: sopas de letras, questionários, puzzles, ordenação de acontecimentos e atividades de localização em mapas.

 

Uma app do Centro de Competência TIC da ESE de Santarém.

 

Download:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

cne.jpg

 

 

A publicação Estado da Educação 2016 surge na continuidade dos relatórios anuais que o Conselho Nacional de Educação publica desde 2010. À semelhança das edições anteriores, o Estado da Educação 2016 apresenta indicadores de referência sobre diferentes domínios do sistema educativo português. O relatório conta igualmente com uma introdução, assinada pela Presidente do Conselho Nacional de Educação, Maria Emília Santos, e termina com dez artigos de investigação.

Estado da Educação 2016

Autoria e outros dados (tags, etc)

div_ctz.JPG

  Programa e inscrição |

 

No âmbito da Comemoração dos 150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal  a DGLAB/ Arquivo Nacional da Torre do Tombo em cooperação com a Amnistia Internacional Portugal e o Centro de Formação do Vale do Minho  promove uma ação de Formação para professores na área da Educação para os Direitos Humanos.

 

A formação, da área D13 (formação para a cidadania) terá a duração de 15h (acreditada com 0,6 créditos pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua), e vai realizar-se no edifício da Torre do Tombo, nos dias 15, 22 e 29 de janeiro de 2018.

 

Destinatários: Professores do ensino básico e secundário de todas as áreas tendo em vista a formação contínua da área da educação para a cidadania e disciplinas conexas de educação para os direitos humanos.

 

Horário: 9h30-12h30;

             13h30-16h30

 

Para mais informações:

Telf. 210 037 181/ 80; Endereço eletrónico: dsieq@dglab.gov.pt

 

Formador: Luís Sottomaior Braga

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vamos  Mudar o Mundo.jpg

  Regulamento | Sítio do concurso 

 

O Centro Nacional de Cultura, com o apoio da Revista EGOÍSTA e o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República de Portugal, lançou o concurso Vamos Mudar o Mundo - www.vamosmudaromundo.cnc.pt, pondo os portugueses a refletir, na tentativa de encontrar uma ideia para tornar o mundo melhor.

 

O concurso destina-se a todos os cidadãos portugueses, sem restrição de idade, devendo os interessados enviar um texto de até 5.000 caracteres, expondo a sua ideia. 

 

O prazo para recepção de textos já está a decorrer e termina no dia 31 de Janeiro de 2018.

 

Analisados os textos pelo Júri, será conhecido o vencedor no dia 21 de Março de 2018, cuja proposta será publicada na Revista "Egoísta" e a quem serão pagas, pelos promotores do concurso, uma viagem e respectiva estadia em Nova Iorque para, nessa ocasião, entregar a sua ideia no Gabinete do Secretário Geral das Nações Unidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

votos.png

 Calendário Regulamento

 

Tendo em conta o sucesso desta iniciativa no ano letivo de 2016-2017, a Rede de Bibliotecas Escolares e a VISÃO Júnior voltam a organizar a eleição dos livros preferidos das crianças e jovens portugueses. Às crianças e jovens será dada a possibilidade, através de uma eleição realizada em todas as escolas, de votarem no livro de que mais gostaram até hoje. Miúdos a votos conta com o apoio da Comissão Nacional de Eleições, do Plano Nacional de Leitura 2027, da Pordata, da Rádio Miúdos e da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

 

A iniciativa é aberta a todas as escolas, sejam públicas ou privadas, abrangendo alunos do 1º ao 9º ano de escolaridade e decorrerá durante o ano letivo de 2017-2018. É também alargada a estabelecimentos de ensino no estrangeiro que lecionem os mesmos anos de escolaridade e que tenham o Português como primeira língua. As eleições decorrerão no Dia Mundial do Livro, 23 de abril. O resultado do escrutínio, que apurará a lista dos livros que as crianças e jovens portugueses mais apreciam, segundo o ciclo de ensino que frequentam, será conhecido em junho, em data coincidente com a Feira do Livro de Lisboa. (...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

logo_project_YOUROPE.png

AE de Colmeias |


Encontra-se em fase inicial no Agrupamento de Escolas de Colmeias o projeto Erasmus+ “Yourope: You in Europe”, que envolve escolas de outros quatro países, a saber: Finlândia, Hungria, Roménia e Turquia. Destina-se a alunos de 3º ciclo e decorre de 2017 a 2019, sendo a escola portuguesa a coordenadora internacional do projeto. O mesmo visa promover nos alunos uma atitude esclarecida e proativa face à Europa, tendo em conta o que esta representa/influi na vida de cada um de nós. A ênfase vai para o desenvolvimento de competências, conhecimentos e valores relacionados com a Cidadania/Pertença Europeia, trabalhando aspetos interdisciplinares do currículo, numa dimensão de trabalho cooperativo transnacional, com enfoque na utilização integrada das TIC e das línguas no processo de aprendizagem.O envolvimento das bibliotecas escolares neste projeto encontra-se também garantido, uma vez que a maioria dos professores participantes são professores bibliotecários nos respetivos países.

 

A primeira Reunião Transnacional decorreu em Portugal, entre 15 a 19 de novembro. O objetivo principal deste encontro era a definição pormenorizada de cada etapa do projeto, tendo sido apresentadas as diferentes escolas e sistemas educativos; traçadas em pormenor as atividades a serem levadas a cabo durante o primeiro ano; finalizados os inquéritos de avaliação prévia do projeto para alunos e docentes; selecionado o logotipo final do projeto, após elaboração de propostas pelos alunos de todos os países parceiros; esclarecidas dúvidas e apresentadas sugestões de melhoria, atendendo à realidade de cada país.

 

A visita contou também com o apoio do Município de Leiria, tendo um dos dias de trabalho decorrido na Biblioteca Municipal da cidade, onde, para além da disponibilização do espaço para reunião, os colegas estrangeiros tiveram oportunidade de conhecer, numa visita guiada, a biblioteca (incluindo a belíssima biblioteca de Afonso Lopes Vieira) e conhecer os projetos em curso a nível concelhio.

 

Os colegas estrangeiros louvaram o nível de organização do evento, bem como o espírito acolhedor da comunidade educativa. Todos reconheceram o potencial da parceria em termos da cooperação internacional e de um maior envolvimento dos nossos alunos nas causas/destinos europeus.

 

Saber mais: [http://erasmusplusyourope.com/ ] [https://www.facebook.com/groups/117482255606326/?ref=bookmarks]

Boletim de apresentação do projeto: [https://padlet.com/yourope2017/vopcni3slgk2]

 

As professoras dinamizadoras,

Cláudia Mota e Bernardete Francisco

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

porto.png

 Fonte |

 

Autores: Vários
Tema: Educação
Coleção: Educação
Ano: 2017
Págs.: 218
ISBN: 9789898835321
Novidade

Download Gratuito  

 

Despertar e inscrever uma outra visão e estratégia para a escola aconselha a necessidade e a capacidade de comunicação sobre o que se tem estado a fazer e o que se está a planear fazer.

 

No essencial, o desafio é, nas palavras de Edgar Morin (2001), “fortificar a aptidão para interrogar e de ligar o saber à dúvida, de desenvolver a aptidão para integrar o saber particular não apenas dentro de um contexto global, mas também na sua própria vida, a aptidão para apresentar os problemas da sua própria condição e do próprio tempo” (p. 15).

 


Ao longo desta obra, os vários autores desafiam-nos a pensar, a fazer diferente, convocando e fundamentando os princípios-chave para o sucesso educativo e para o desenvolvimento humano que conjugam necessariamente as dimensões da inclusão, da flexibilidade, da cooperação, da qualidade, da inovação e da autonomia.

Cristina Palmeirão e José Matias Alves

 

Editora: Universidade Católica Editora
Website: Uceditora.ucp.pt
URL: http://bit.ly/2jiZ5yl

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Twitter_