Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Consumir com cabeça | rádio miúdos

Torneio para o 3º ciclo sobre o consumismo

31.10.19

Deixas que a carteira te consuma ou consomes com cabeça?

Esta é a proposta da Rádio Miúdos para o ano letivo 2019/2020

A ideia é discutir o que consumimos e porque consumimos e apontar caminhos para um consumismo consciente.

CONSUMIR COM CABEÇA é um concurso para os alunos do 3º ciclo do ensino básico de todas as escolas que falem português/do país e ilhas.

Podem participar realizando um spot de rádio, com um mínimo de 30 segundos e até 5 minutos.

As inscrições estão já abertas para as escolas até 20 de novembro de 2019.

Depois haverá uma seleção dos 2 melhores trabalhos por região do país, por um júri constituído por representantes da Rádio Miúdos, da Rede de Bibliotecas Escolares e da Direção-Geral do Consumidor.

A partir de 6 de janeiro de 2020 a Rádio Miúdos transmite em directo de 2 escolas da região, o concurso CONSUMIR COM CABEÇA, um programa de rádio onde as equipas vão ter que defender as suas ideias e responder a desafios.

 

No dia 24 de abril de 2020 as equipas vencedoras realizam em direto nos estúdios da Rádio Miúdos as finais onde serão apurados os vencedores.

CONSUMIR COM CABEÇA é um torneio radiofónico da Rádio Miúdos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com o apoio do Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores.

Pretende-se dinamizar a discussão sobre consumos conscientes e sustentáveis entre os jovens.

Encontrar uma linguagem ativa para que os miúdos possam intervir individual e coletivamente de uma forma mais crítica ao que consomem.

regulamento está disponível aqui.

 

Referência: Miúdos, R. (2019). Consumir com Cabeça - Torneio para o 3º ciclo sobre o consumismoRadiomiudos.pt. Retrieved 31 October 2019, from https://www.radiomiudos.pt/index.php?id=1950&cont=1&page=1

radio.png

Informa-se que o torneio radiofónico "Consumir com Cabeça" da Rádio Miúdos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com o apoio do Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores, tem novo prazo de candidatura!
As Escolas do 3º ciclo podem concorrer até ao dia 20 de novembro!

candidauras.jpg

O regulamento está disponível aqui.
Imagens do concurso disponíveis aqui.

 

Clássicos em rede é um programa de atividades para alunos dos ensinos básico e secundário, que tem por objetivo divulgar e promover a valorização o legado da Cultura Clássica junto dos alunos dos ensinos básico e secundário. 

É desenvolvido, em parceria, pela Rede de Bibliotecas Escolares, pelo Centro de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CEC-FLUL) e pelas autoras do projeto Olimpvs.net.

Para além das Olimpíadas da Cultura Clássica e das sessões de exploração, será lançado em 2019/ 2020, o Prémio para professores - Isabel Simão.

Pode aceder às novidades que vão sendo divulgadas nos botões. 

Olimpíadas

           
Reucursos
            Sessões de exploração

 

A Cultura da Antiguidade Clássica está presente, das mais diversas formas, nos dias de hoje: desde a literatura ao cinema, desde os conceitos políticos às instituições que suportam as nossas sociedades, desde as bases do conhecimento científico, aos modelos estéticos e arquitectónicos…

Levando as crianças e os jovens a descobrir esta presença, pretende-se estimular a sua curiosidade para compreender a origem de tantas situações e objetos do seu quotidiano, bem como aumentar a sua capacidade para cruzar informações de múltiplas áreas do saber, de modo a construírem um conhecimento mais profundo sobre a sociedade em que se inserem.

Contribuir-se-á, assim, para que cresçam com uma visão informada e lúcida do mundo em que vivem, na linha do perfil de aluno, e de cidadão, que se pretende para o século XXI.


Veja também: Lançamento do projeto

concurso.png

Esta iniciativa pretende fomentar a criação de projetos desenvolvidos pelas escolas de Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico que incentivem a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), nomeadamente tecnologias de gravação digital de áudio e vídeo. Pretende-se também contribuir para a definição de ações estratégicas de ensino, promotoras de situações de aprendizagem significativa.

As histórias a admitir a concurso, em língua portuguesa e em língua inglesa (3.º e 4.º anos), podem ser originais ou consistir em recontos com base em fábulas, parábolas, contos, mitos ou lendas e outros textos já existentes, podendo ser humorísticas, educativas, tradicionais, etc. 

Nesta 11.ª edição, podem ainda ser abordados os domínios contemplados na Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, nomeadamente o da Educação Ambiental e o do Risco, através da exploração de temas como, por exemplo, proteção da floresta, entre outros.

Em todos os casos, deve existir um narrador e diferentes personagens, sendo obrigatória a existência de diálogos.  

A dinamização deste concurso é assegurada, desde 2009, pelo  Ministério da Educação (ME), através da Direção-Geral da Educação (DGE), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), do Plano Nacional de Leitura (PNL) e da Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE)  em parceria com a Microsoft, a Associação Portuguesa de Professores de Inglês (APPI) e com a Rádio ZigZag.

A candidatura é feita online, até ao dia 31 de janeiro de 2020, através do preenchimento de um formulário disponível em http://erte.dge.mec.pt/formularios.

A entrega dos trabalhos decorrerá de 15 de janeiro a 31 de  março de 2020, no endereço http://erte.dge.mec.pt/formularios.

Para mais esclarecimentos, consulte o site de apoio ou contacte-nos através do endereço de correio eletrónico: podcast@dge.mec.pt.

Referência:  O concurso “Conta-nos uma história!” está de volta! | Direção-Geral da Educação. (2019). Dge.mec.pt. Retrieved 11 October 2019, from https://www.dge.mec.pt/noticias/o-concurso-conta-nos-uma-historia-esta-de-volta

Está aberta a 3.ª edição do concurso Media@ção, à qual podem candidatar-se alunos de ensino básico e secundário de escolas públicas, privadas, profissionais e, ainda, escolas portuguesas ou da rede de ensino de português no estrangeiro.

Conscientes de que alguns dos problemas que se têm acentuado e ganho visibilidade no atual contexto social e político merecem a atenção e o empenhamento de todos, definimos como tema, para este ano, a relação Media, desinformação e desenvolvimento sustentável.

Pretende-se que os trabalhos relacionem o uso dos media e o atual problema da desinformação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável n.º 5 (Igualdade de Género), n.º 13 (Ação Climática) ou n.º 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes), a saber, que relacionem os media e a desinformação com problemas de igualdade/ violência de género, questões ambientais ou formas várias do designado discurso de ódio.

Para concorrer basta submeter os vídeos ou podcast candidatos através do formulário disponível em  <https://forms.gle/AVZFsJqqcd2EbjJv8>. O termo para envio dos trabalhos é o dia 28 de março de 2020. A entrega de prémios ocorrerá no final do ano letivo, em data e locar a indicar.

Leia atentamente o Regulamento e não deixe de ir ao canal Media@ção, onde pode  conhecer os trabalhos vencedores de edições anteriores e consultar os tutoriais de apoio ao concurso disponíveis em A linguagem audiovisual!

Qualquer dúvida deve ser colocada através do endereço media@mail-rbe.org

O concurso Media@ção é uma iniciativa de parceria destas entidades: Comissão Nacional da UnescoDireção-Geral da EducaçãoFundação Altice PTFundação para a Ciência e TecnologiaPlano Nacional de Leitura 2027Secretaria-Geral da Presidência de Conselho de Ministros e Rede de Bibliotecas Escolares.


Veja também: A linguagem audiovisualPrémios 2019Prémios 2018
 
Cartaz [PDF]
Cartaz
 
Regulamento [PDF]
Regulamento 

Deixas que a carteira te consuma ou consomes com cabeça?
Esta é a proposta da Rádio Miúdos para o ano letivo 2019/2020.
A ideia é discutir o que consumimos e porque consumimos e apontar caminhos para um consumismo consciente.
CONSUMIR COM CABEÇA é um concurso para os alunos do 3º ciclo do ensino básico de todas as escolas que falem português/do país e ilhas.

Podem participar realizando um spot de rádio, com um mínimo de 30 segundos e até 5 minutos.
As inscrições estão já abertas para as escolas até 3 de novembro de 2019.
Depois haverá uma seleção dos 2 melhores trabalhos por região do país, por um júri constituído por representantes da Rádio Miúdos, da Rede de Bibliotecas Escolares e da Direção-Geral do Consumidor.
A partir de 6 de janeiro de 2020 a Rádio Miúdos transmite em directo de 2 escolas da região, o concurso CONSUMIR COM CABEÇA, um programa de rádio onde as equipas vão ter que defender as suas ideias e responder a desafios.

No dia 24 de abril de 2020 as equipas vencedoras realizam em direto nos estúdios da Rádio Miúdos as finais onde serão apurados os vencedores.

CONSUMIR COM CABEÇA é um torneio radiofónico da Rádio Miúdos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com o apoio do Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores.

Pretende-se dinamizar a discussão sobre consumos conscientes e sustentáveis entre os jovens.
Encontrar uma linguagem ativa para que os miúdos possam intervir individual e coletivamente de uma forma mais crítica ao que consomem.

O regulamento está disponível aqui.
Imagens do concurso disponíveis aqui.

BANNER.png

A Rádio Miúdos dá a conhecer um Torneio Nacional de rádio sobre hábitos de consumo entre os jovens e como melhorá-los

CONSUMIR COM CABEÇA é o nome de um torneio que se vai desenrolar em direto na emissão da Rádio Miúdos em escolas de todo o país.

 


A Rádio Miúdos produz este torneio a nível nacional para os alunos do 3o ciclo, (7o, 8o e 9o anos).

 

Todas as escolas públicas e privadas do país poderão participar.

 


E a forma de o fazer, é compor um spot de rádio sob o tema do consumo ou consumismo. A fase de recepção de trabalhos teve início hoje e vai até ao dia 3 de Novembro de 2019.

 


Os dois melhores trabalhos das 7 regiões (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira), serão selecionados para participar nas finais regionais, a partir de Janeiro de 2020.

 

 

Nestas finais regionais (que serão transmitidas em direto na Rádio Miúdos) as equipas estarão no estúdio ao vivo, para responder a desafios e ao questionário, propostos durante o programa.

 


O evento conta ainda com uma oficina de rádio, onde os miúdos irão praticar algumas actividades da rotina de uma estação.

 


Uma grande final irá depois acontecer nos estúdios da Rádio Miúdos a 24 de Junho, onde as equipas (vencedoras a nível regional) estarão frente a frente, para apurar os 3 primeiros a nível nacional.

 


CONSUMIR COM CABEÇA é um concurso radiofónico produzido pela Rádio Miúdos, com o apoio do Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores e foi construído com base no Manual de Educação do Consumidor bem como no Referencial de Educação do Consumidor, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, regendo-se pelas informações e diretivas dos mesmos.

 


Alguns dos temas de abordagem são propostos desde já – alimentação, publicidade e media, jogos e brinquedos e saúde e segurança, entre outros.

 


O concurso foi hoje divulgado às escolas e é já o terceiro concurso radiofónico criado pela Rádio Miúdos para os alunos do ensino básico do país, depois de “põe a tua terra nos píncaros”, 2016/17 e “Um herói da tua terra” 2018/19.

 


Para descarregar o Regulamento, clique aqui ou aceda em:
http://bit.do/RegulamentoConsumirComCabeca

Contactos da Rádio Miúdos:
geral@radiomiudos.pt |+351 262 609 239 | +351 934 309 421

esc.PNG

A European Statistics Competition / Competição Europeia da Estatística (ESC) é uma competição organizada pelo Eurostat (o Gabinete de Estatísticas da União Europeia) e vários Institutos Nacionais de Estatística, que teve a sua 2.ª edição no presente ano letivo (ESC2019).


Dirigida aos alunos do ensino secundário (categoria A) e do 3.º ciclo do ensino básico (categoria B), a ESC tem como objetivos promover nestes alunos a curiosidade e o interesse pela estatística, mas também incentivar os professores a utilizarem novos materiais e novos métodos de ensino da estatística.


A Competição, que já terminou, teve duas fases: a nacional e a europeia.


Fase nacional
A fase nacional ficou concluída em 29 de março, com a divulgação das cinco equipas finalistas em cada categoria e dos seus trabalhos (clicar para aceder). Dessas cinco equipas, as três melhor classificadas receberam prémios atribuídos pelo INE e as duas com pontuação mais elevada puderam participar na fase europeia, competindo com participantes de mais catorze países.

 

Categoria A

  Equipa Pontuação final Escola
       
1.º Kolgomorov (pdf) 9,394 Escola Secundária Maria Lamas (Torres Novas)
       
2.º Fractais (pdf) 9,190 Escola Básica e Secundária Ferreira de Castro (Oliveira de Azeméis)
       
3.º 2πrates (pdf) 9,058 Escola Secundária Jaime Cortesão (Coimbra)
       
4.º Lastrange (pdf) 8,924 Colégio Júlio Dinis (Porto)
       
5.º GAS (pdf) 8,753 Escola Básica e Secundária Artur Gonçalves (Torres Novas)

 


 

Categoria B

  Equipa Pontuação final Escola
       
1.º StormTeam (pdf) 9,649 Externato Santa Joana (Ermesinde)
       
2.º Statistics (pdf) 9,086 Colégio Júlio Dinis (Porto)
       
3.º L_ao_Cubo (pdf) 8,966 Agrupamento de Escolas João de Araújo Correia (Godim)
       
4.º Mat7189 (pdf) 8,839 Externato Santa Joana (Ermesinde)
       
5.º r_euclides(pdf) 8,678 Agrupamento de Escolas João de Araújo Correia (Godim)

 


As duas equipas com a pontuação mais alta de cada categoria ficaram automaticamente apuradas para participar na fase europeia da Competição.

O Instituto Nacional de Estatística congratula-se com o grau de participação obtido e felicita cada um dos participantes, com natural destaque para os vencedores e os finalistas. Simultaneamente, manifesta a sua expetativa de que esta Competição tenha contribuído para incentivar em todos os que nela participaram o interesse pela Estatística e pelas estatísticas.

 

Fase europeia
A fase europeia decorreu de 1 de abril a 15 de maio e constou da presentação de um vídeo (2 minutos, no máximo), com base no tema “A Europa refletida em estatísticas”, e de um documento explicando o processo de criação que foi seguido.


Os trabalhos em competição foram avaliados por um júri internacional, formado por dez personalidades de reconhecido prestígio e presidido por Tim Allen, responsável pela área de Difusão do Eurostat.


A escolha do júri, conhecida no dia 5 de junho, recaiu sobre as equipas Radiaator  (Estónia), na categoria A, e Ansofi (Bélgica), na categoria B (clicar na designação para aceder).


Todos os vídeos apresentados estão disponíveis na internet: categoria A; categoria B. (clicar na designação para aceder)

 

Referência: European Statistics Olympics (ESO). (2019). Ine.pt. Retrieved 11 June 2019, from https://www.ine.pt/scripts/esc2019/esc.htm

cartaz (1).jpg

A primeira edição do concurso “Ser leitor é cool!” decorrerá em Campo Maior, no próximo dia 30 de abril, no Auditório do Centro Escolar Comendador Rui Nabeiro e conta com a participação de 75 alunos.

 

O concurso tem como objetivos a promoção da leitura e o desenvolvimento da expressão e compreensão escrita e oral. Está organizado em 4 escalões: 3.º ano, 4.º ano, 5.º ano e 6.º ano. 

 

Este concurso é organizado pelos professores bibliotecários dos grupos interconcelhios da Rede de Bibliotecas Escolares dos concelhos de Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Estremoz, Gavião, Marvão, Monforte, Mora, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre e Sousel, com o apoio das CIBE, Ana Ferreira e Fátima Bonzinho.

 

Mais informações em: https://bibescolaresemfoco.wordpress.com/ser-leitor-e-cool/

 

slogans.png

Regulamento | Concorre aqui |

 

O Museu Nacional da Imprensa (MNI) está a promover até 31 de maio um concurso de slogans sobre o AMOR, tendo como pano de fundo dados recentes sobre violência no namoro.

 

A iniciativa foi lançada durante a visita da Ministra da Cultura à exposição daquele museu, denominada Amor Impresso-350 anos das cartas de Mariana Alcoforado, e patente precisamente até ao final de maio.

 

Baseado no papel educativo do museu, o concurso tem os seguintes objetivos:  

Promover a reflexão sobre o tema Amor vs Violência (no namoro), estimular a capacidade criativa dos jovens, motivar os jovens para a participação cívica num tema que a todos diz respeito, congregar um conjunto de boas ideias para futuras campanhas de promoção do amor e das boas relações interpessoais e suscitar debates sobre o tema nos mais variados espaços educativos.

 

Os destinatários deste concurso são jovens portugueses até aos 25 anos.

 

Perante a grave situação que denunciam estatísticas recentes, apela-se a todos os educadores que promovam debates sobre o tema, numa ação cívica que a todos diz respeito.

 

Solicita-se a afixação do cartaz.

 

Conteúdo relacionado:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor