Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue RBE

Ter | 15.06.21

Oeiras Internet Challenge Nacional

Banners_TWITTER.jpg

Realizou-se no dia 28 de abril, em linha, a fase final do torneio Oeiras Internet Challenge Nacional (OIC), iniciativa promovida pelo Município de Oeiras, através das suas Bibliotecas Municipais, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares.

Na edição de 2021, dirigida ao ensino secundário e alargada a nível nacional, registaram-se quarenta e quatro inscrições, apesar dos constrangimentos decorrentes da pandemia. O apuramento destas equipas foi organizado localmente por cada biblioteca escolar, de modo descentralizado e com inteira autonomia, sendo de realçar o envolvimento dos professores bibliotecários e o interesse dos alunos em todo o processo. Foi grande a mobilização dos alunos, patente não só no número de vezes que os Kahoot disponibilizados pela organização no blogue da iniciativa foram realizados durante a fase de apuramento, mas também no número de participações das diferentes equipas nos “Desafios Kahoot” lançados no Instagram das Bibliotecas Municipais de Oeiras.

A fase final do torneio, disputada pelas quarenta equipas que compareceram, consistiu na realização, com recurso ao Kahoot em modo live, de duas provas eliminatórias e de uma prova final, todas bastante renhidas.

Estas foram as equipas vencedoras:

Infomaníacos (Escola Básica e Secundária Lousada Oeste, Lousada) – 1.º prémio

T & M (Escola Secundária Luís de Freitas Branco, Oeiras) – 2.º prémio

Calvin & Hobbes (Escola Secundária Fernando Lopes Graça, Cascais) – 3.º prémio

Alunos e professores envolvidos reconheceram, de um modo geral, a relevância da iniciativa que visa o desenvolvimento de competências de pesquisa, seleção e avaliação da informação disponível na Web, promovendo não só a utilização eficaz das ferramentas de pesquisa e recuperação da informação, mas também a análise crítica e seletiva da informação e/ou de fontes de informação. A participação no torneio OIC assumiu-se, também, como um ótimo pretexto para as bibliotecas escolares trabalharem as questões relativas à literacia da informação.  

Os alunos da equipa T & M, que obtiveram o 2.º prémio e já haviam participado em anteriores edições concelhias do torneio, referiram ter gostado muito da experiência e “da adaptação a nível nacional” e ao “regime online”. A sua participação permitiu-lhes, por um lado, identificar “algumas falhas nos métodos de pesquisa” e, por outro, perceber como “pesquisar com mais eficiência encontrando a informação procurada”. Na opinião destes alunos, que aconselham os colegas a participar nos próximos anos, “as últimas rondas da competição foram muito emocionantes e renhidas”.

Também um aluno da equipa Infomaníacos (1.º prémio), considerou que “a experiência de participar neste concurso foi excelente” e reconheceu ter melhorado as suas “habilidades de pesquisa”, opinião partilhada por outra colega da mesma equipa que acrescentou: “aprendi alguns atalhos de pesquisa, a importância das palavras-chave e como identificá-las”. E ambos afirmaram que, sem dúvida, voltariam a participar!

Apesar de não terem conseguido chegar à prova final, “porque os outros concorrentes eram bem mais rápidos”, as alunas da equipa STEAM, da Escola Secundária de Camões, em Lisboa, consideraram que este “foi um concurso muito giro com prémios ainda melhores” e, o facto de se ter realizado por videoconferência, “criou um dinamismo ainda mais engraçado”.

A todos os envolvidos, obrigada, parabéns e continuação de boas pesquisas!

Agora, é tempo de balanço mas, em breve, voltaremos com novidades...