Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]








As regiões do Próximo Oriente marcadas, hoje, por graves conflitos e assimetrias, foram o berço da escrita e de outros elementos da nossa civilização.
Este vídeo conduz-nos até uma antiga cidade portuária do norte da Síria, Ugarit, (atual Ras Shamra) onde se encontraram testemunhos de uma das primeiras escritas alfabéticas conhecidas, a ugarítica, e do que será a notação musical mais antiga do mundo.
Os estudiosos admitem semelhanças fortes entre o alfabeto ugarítico e o fenício. Este último era um alfabeto consonântico que os marinheiros e comerciantes fenícios difundiram pelas costas do mediterrâneo. Adoptado pelos gregos, que lhe acrescentaram as vogais e, mais tarde, pelos romanos, que o adaptaram à língua latina, o alfabeto fenício foi a fonte dos alfabetos grego e romano e portanto, da origem remota da escrita dos diferentes povos europeus.

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor