Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

























Transcrevemos o poema a que foi atribuído o 1º prémio da edição de 2013 do concurso Textos de Amor Manuel A. Pina, promovido pelo Museu Nacional da Imprensa. Encontra os outros textos vencedores, aqui >>.

“Árvores nas gavetas” 
Vem depressa enquanto a casa 
ainda me conhece. 
Os corredores apagam-se 
e nos retratos 
Agosto está pálido. 
O quarto está cheio de vento, 
o perfume magoa-se contra a memória. 
Há Inverno nos móveis, 
mas as mãos teimam em visitar 
as árvores nas gavetas. 

Vem depressa enquanto a casa 
ainda me conhece. 
Não tarda os ciprestes abrem as janelas 
e os muros reclamarão o meu nome. 

Se não chegares a tempo, 
não te preocupes, 
deixarei a morada aos pássaros." 

Alberto Pereira 

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor