Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



















Foto: Rui Jorge Martins

"(...) Uma linha atravessa o livro, reinventa-se a cada página e transita para outros: como se de um mesmo livro se tratasse. Uma linha imemorial que vem de trás e que nos ultrapassará. linha infinita que atravessa a História. Os autores contaminam-se. As personagens, citações e  ideias migram de uns livros para outros. As leituras cruzam-se criando novos sentidos. Abrem-se estradas, propõem-se passeios e deambulações. O livro exige de nós tempo."



Tarefas infinitas: quando a arte e o livro se ilimitam. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2012.

Exposição no Museu Gulbenkian
De 20 jul a 21 out 2012
10:00 - 18:00
Encerra segunda-feira
Entrada: 3 €



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor