Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



musica_cine.png

Torelló, Josep (2015). La música en las Maneras de Representación cinematográfica.

Colección Transmedia XXI. Barcelona: Laboratori de Mitjans Interactius.

 

Prólogo

La musica se ve en el cine  - Jaume Duran

Todavía se puede decir que el cambio más importante en el mundo del cine, el primer gran audiovisual de la historia, se produjo en 1927 con la incorporación del sonido. Comúnmente, se denomina el periodo anterior a esta fecha como cine mudo o silente. Pero el cine nunca fue mudo. Casi siempre había habido un piano o un comentador a pie de pantalla o, cuando no, para las grandes ocasiones, una buena orquesta.

Ahora bien, a finales de la década de 1920, y por más que ya se habían dado algunas experimentaciones al respecto desde principios de ésta e incluso un gran interés desde sus orígenes, el Vitaphone fue el primer sistema eficaz de sonido sincronizado, registrado en grandes discos armonizados con la imagen que, a principios de la década de 1930, fue substituido por el Movietone, que incorporaba la banda sonora en el propio fotograma. [...]

 

 

trans.png

Download | 2018 |

Em que ponto estamos?

Desde a disseminação dos computadores pessoais nos anos 80 do século passado, a expansão da World Wide Web nos anos 90 e o surgimento das redes sociais e dos dispositivos móveis nos anos 2000, a tecnologia digital tem sido um catalisador de mudança social nas sociedades contemporâneas. Apesar de as escolas terem feito grandes esforços nas duas últimas décadas para se adaptarem às novas condições sociais e tecnológicas, a perceção geral é de que a vida social das crianças, pré-adolescentes e adolescentes gira em torno de um conjunto de tecnologias digitais e de novas práticas que são muitas vezes diferentes das dos pogramas educativos das escolas. [...]

 

Conteúdo relacionado:

 

homo.png

Download | Setembro 2013 |

 

Scolari, Carlos A. (ed.) (2013). Homo Videoludens 2.0. De Pacman a la
gamification. Collecció Transmedia XXI. Laboratori de Mitjans Interactius.
Universitat de Barcelona. Barcelona.

NETTELLING2.png

Durante os meses de maio e junho o CIS | FCT, em colaboração com o IPDJ, irá desenvolver uma iniciativa denominada Net_Telling.

Pretende-se com este novo desafio, trazer as técnicas do storytelling para o contexto da utilização segura, consciente e responsável da Internet e convidar os jovens a, de uma forma criativa, contarem-nos estórias pessoais e verídicas relacionadas com os seus usos da Internet.

A facilitação deste Workshop estará a cargo do ator e guionista Pedro Gorgia e da escritora Fátima Freitas.

 

O Centro Internet Segura desafia-te a participares no workshop “Net-Telling”

 

O Centro Internet Segura, em colaboração com o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), desenvolveu o Net_Telling, um novo recurso que utiliza a técnica de storytelling sobre a atual cultura virtual juvenil, focado no relacionamento dos jovens com a Internet. Esta oficina requer o «trabalho e a divulgação de experiências reais e concretas que envolvam testemunhos de jovens na primeira pessoa.»

 

O que é o NET_TELLING?
É um workshop de «contadores de estórias», que utiliza as técnicas de storytelling para criar momentos de aproximação e empatia real e explorar cidadanias ativas e literacias digitais, através de uma maior consciencialização das possibilidades de conexões digitais em ambientes confiáveis.

 

Alguns dados importantes sobre a realização deste Workshop:

 

>  Quem são os facilitadores: Fátima Freitas & Pedro Górgia

>  A quem se destina: 15 jovens (entre os 18 e os 30 anos)

>  Qual é o número e a duração das sessões: 5 sessões com a duração de 2,5 horas e uma apresentação final

>  Qual é a periodicidade: semanal

>  Quando se realiza: maio e junho de 2019

>  Qual é o horário das sessões: entre as 18h e as 21h

>  Onde é que se vai realizar: auditório da sede do IPDJ, na R. Rodrigo da Fonseca, 55. 1250-096 Lisboa.

 

Qual é o processo de seleção dos participantes?
O processo de seleção irá apreciar a tua experiência na área do digital, o gosto pela representação e pela criatividade, expressas no formulário de inscrição. A seleção ficará a cargo do Centro Internet Segura em colaboração com os autores do workshop: Fátima Freitas & Pedro Górgia. Os participantes selecionados serão contatados pelo Centro Internet Segura no dia 2 de maio. No final do workshop os participantes farão uma apresentação pública e a gravação audiovisual do resultado das histórias trabalhadas no atelier. Este workshop é gratuito e no final tens direito a um certificado de participação. Acreditamos que esta iniciativa poderá proporcionar-te um contato direto com as temáticas do relacionamento online na primeira pessoa e explorar de forma consciente e responsável o mundo digital.

 

Como é que te podes inscrever?
As inscrições estão abertas até ao dia 22 de abril, através do formulário disponível no final desta página, ou através do endereço https://goo.gl/forms/zormY5lHq9tHZ6n73.

  

"Porque me devo inscrever?" Porque nunca se diz "não" a desafios como estes, em que trabalhas com profissionais da comunicação acrescentando experiência e valor ao teu Curriculum Vitae pessoal.

 

Consulta o programa em: https://bit.ly/2YvaPxv

 

Toda informação está disponível na página do Centro Internet Segura: https://www.internetsegura.pt/noticias/nettelling

 

No caso de necessitares de algum esclarecimento adicional, contacta-nos através do endereço de email internetsegura@fct.pt e coloca no assunto "NET_TELLING".

 

transmedia.jpg

Giovagnoli, M. (2011). [e-Book]  Transmedia Storytelling: Imagery, Shapes and Techniques, ETC Press, 2011.

 

 

Contar histórias simultaneamente em múltiplos meios de comunicação é como criar uma nova “geografia do conto”, e requer que o autor e o público encontrem novos espaços interativos para partilhar em projetos editoriais para cinema, séries televisivas, campanhas publicitárias, videojogos, aplicações móveis, desenhos animados e cómics, livros e eventos performativos, respeitando as características e a linguagem de todos os media, ainda que façam parte de um único sistema de comunicações integradas. Story.

 

Transmedia Storytelling explora as teorias e descreve o uso das imagens e técnicas partilhadas por produtores, autores e audiências das indústrias de entretenimento, a informação e a comunicação quando criam e desenvolvem as suas histórias neste novo ecossistema interativo.

 

Desde Star Wars a The Dark Knight, de Lost a Heroes e Dexter, de Assassin’s Creed a Lord of the Rings and Avatar, passando por mais de 50 exemplos de projetos de êxito em todo o mundo, e com a contribuição de alguns dos mais importantes produtores e investigadores internacionais, Max Giovagnoli mostra como criar productos, obras, contos e campanhas publicitárias para o público, e olhando os novos universos narrativos.

 

 

Referência: Arévalo, J. (2017). Cómo contar historias para distintos medios: Imágenes, formas y técnicasUniverso Abierto. Retrieved 23 June 2018, from https://universoabierto.org/2017/12/15/como-contar-historias-para-distintos-medios-imagenes-formas-y-tecnicas/

 

Conteúdo relacionado:

 

 

 


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor