Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

por Ingrid Mosquera Gende

[Profesora adjunta en la Universidad Internacional de La Rioja. Dpto. Inglés. Facultad de Educación. Doctora en filología inglesa. DEA en Psicología de la Educación. Postgrados en Alteraciones de la Audición y el Lenguaje y en Estrategias de Aprendizaje. Máster en Docencia Universitaria.]

 

Eu sou fã do Twitter. Mesmo que tenha aspectos negativos, colocando os prós e contras numa escala, não tenho dúvidas. Para começar, precisamos conhecer o mais básico  e,  para isso, permito-me partilhar consigo o videotutorial acima em que explico algumas ideias para nos apresentarmos no Twitter com um propósito educativo.

 

Siga as contas

Uma das possibilidades mais interessantes do Twitter , e a mais conhecida, é seguir outras contas. Há muitos artigos que nos oferecem um compêndio das melhores contas educativas no Twitter , mas acho que cada um deve seguir o seu instinto, sem se deixar levar pelo número de seguidores que um utilizador pode ter . Quando entra no Twitter e começa a procurar por contas e pode ver quem está seguindo a quem, algumas contas vão levá-lo para outras pessoas e nós mesmos podemos decidir quem seguir e quem não seguir. Recomendo seguir professores que publicam as suas experiências e o dia a dia na sua sala de aula, podemos aprender muito com eles.

 

Listas

Pode chegar um momento em que seguimos tantas pessoas que nos parece que há informações perdidas ao longo do caminho. Para isso, nós podemos criar as nossas próprias listas , tanto com pessoas que seguimos como com pessoas que não seguimos. Podemos criar listas dedicadas a tópicos específicos que sejam do nosso interesse, para as consultarmos quando julgarmos apropriado. Este é o exemplo de uma lista que preparei, com apenas 10 membros, das quase 900 contas que atualmente acompanho. Quando vou à lista, vejo apenas as publicações desses 10 membros. Esta é uma maneira não exclusiva de filtrar e organizar as informações no Twitter .

 

Momentos

Para mim, os momentos foram uma grande descoberta . Isso significa aglutinar num único espaço os tweets que são especialmente interessantes , das contas que são, sejam ou não seguidas. Para dar um exemplo, este é um momento que criei, chamado Experiências na sala de aula , é muito mais visual se puder vê-lo no seu telemóvel. Defini-lo-ia como um ebook interativo no qual reuno experiências que utilizadores, professores, compartilham no Twitter . Muitas ideias podem ser retiradas, vendo o que os colegas estão a fazer nas suas salas de aula. Ele vai continuar a crescer.

 

Hashtags

As hashtags são rótulos que, com este símbolo #,  permitem agregar os twits de um tema específico . Quando pesquisa no Twitter , pode procurar todas as postagens que possuem hashtags específicas . Existem hashtags educativas muito recorrentes. Além disso, usando hashtags, em dias e horários específicos, geralmente uma hora, eventos educacionais ocorrem no Twitter, de diferentes tópicos, que muitos professores usam para discutir e aprender sobre novos recursos e experiências. Vai descobri-los facilmente seguindo professores e visualizando as suas publicações.

 

 

Traduzido do espanhol com adaptações.

 

Referência: Twitter: una gran oportunidad de aprendizaje para alumnos y docentes. (2019). El Blog de Educación y TIC. Retrieved 30 January 2019, from http://blog.tiching.com/twitter-una-oportunidad-de-aprendizaje/

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

VIII Congreso Nacional: Siglo XXI, Educación y Ceibal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rede.png

 por Vítor Tomé - CIAC - Universidade do Algarve Download |

 

Redes sociais: perceções de aprendizagem em ambiente formal, não‑formal e informal por parte de jovens, seus encarregados de educação e seus professores 

 

Resumo

 As redes sociais online (RSO) são ferramentas com potencial no desenvolvimento da literacia digital, focada na aquisição de competências técnicas, de análise crítica e de práticas de formação, contextualmente situada em contextos de aprendizagem formal e informal complementares.

 

Apresentamos neste artigo os resultados de uma investigação que visou compreender se há condições para concretizar o potencial das RSO, pelo que inquirimos jovens portugueses (10‑16), seus professores e encarregados de educação (EE), a que se seguiram entrevistas de grupos focais e entrevistas semiestruturadas, seguindo o design dos métodos mistos.

 

Os professores reconhecem potencial pedagógico às RSO, mas consideram, tal como os alunos e os EE, que a aprendizagem com recurso às RSO ocorre sobretudo no contexto informal, que veem como quase estanque em relação ao formal, não se sentindo preparados para os integrar no caso específico das RSO.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

live.png

 NetPublic |

 

Facebook Live? Cette expression s’est imposée en quelques mois dans le monde du Web en 2016 : il s’agit d’un groupe de fonctionnalités offertes par le fameux réseau social pour diffuser de la vidéo en direct que ce soit via un compte profil Facebook ou une page Facebook.

Facebook Live permet avec simplicité via l’application (en situation de mobilité) et/ou le service en ligne du populaire réseau social numérique non seulement de diffuser de la vidéo et du son en direct mais aussi d’interagir avec les utilisateurs de la plateforme via le système habituel de commentaires…

 

Comment échanger et interagir en mode direct vidéo

Il s’agit là d’une nouvelle façon de concevoir l’échange avec des internautes et mobinautes que ce soit pour un projet de communication et/ou de marketing aussi bien pour une entreprise, une institution, une association ou un groupe projet.

 

Facebook direct : Mode d’emploi

Pour maîtriser Facebook Live, acquérir des connaissances et des compétences quant à l’usage de la vidéo en direct sur ce réseau social numérique, rien de mieux qu’un mode d’emploi.

Le blog Webmarketing & Com a proposé dès septembre 2016, un guide complet de Facebook Live en 7 parties afin de mieux saisir les subtilités de l’outil mais également dans un souci d’optimisation de l’utilisation de la vidéo en direct sur Facebook.

Exemples, stratégies et bonnes pratiques constituent ce dossier complet pour utiliser Facebook Live :

 

Guide complet en 7 parties pour se lancer sur Facebook Live

Le guide complet pour se lancer sur Facebook Live (1re partie),

Comment lancer son Facebook Live (2e partie),

Facebook Live : Comment bien optimiser ses vidéos pour augmenter leur viralité (3e partie),

5 idées de contenus sur Facebook Live pour booster votre marketing et votre communication (4e partie),

Facebook Live : Donnez plus de vie à votre Live (5e partie),

Facebook Live : Les outils indispensables pour réussir votre Facebook  Live (6e partie),

Facebook Live : Monétisez vos vidéos Facebook Live (7e partie).

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

cartaz.png

 

 Regulamento | Ofício | Cartaz 

 

A SIC Esperança, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com o apoio da Porto Editora, lança a 4.ª edição do projeto Liberdade de Expressão e Redes Sociais , o qual consiste num concurso nacional dirigido a estudantes com idade igual ou superior a 13 anos, que frequentem o 3.º ciclo do ensino básico ou o ensino secundário.

 

Para esta 4.ª edição os alunos são desafiados a trabalhar sobre o tema da Violência no Namoro, tendo em conta as dimensões da liberdade de expressão , das redes sociais e dos riscos e abusos que decorrem da sua utilização indevida ou transgressora, nomeadamente no âmbito das relações pessoais. Propõe-se como base para a reflexão e discussão d a temática, a abordagem ao problema feita pelo programa E Se Fosse Consigo?.

 

O prazo de candidatura e de entrega dos trabalhos na Sic Esperança é 20 de janeiro de 2017.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

dest_sic.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publica-se a lista dos autores e trabalhos vencedores do projeto Liberdade de Expressão e Redes Sociais 2015 selecionados pelo júri. 

Os prémios a atribuir aos grupos de autores vencedores e respetivas escolas constam do regulamento do concurso.

 

Sobre o projeto.

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Social networking services

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Criar uma comunidade da biblioteca nas redes sociais é parte do êxito de uma estratégia digital. É a primeira razão pela qual uma biblioteca deve aspirar a estar nas redes sociais. A comunidade não se compõe somente de seguidores; também deve estar cheia de potenciais utilizadores defensores da biblioteca que difundam a mensagem para lá do alcance das (suas) próprias redes digitais. Num clima social digital onde a maioria das pessoas confia nas recomendações que amigos e familiares fazem nas redes sociais, à frente de outras formas de promoção, estes utilizadores são imprescindíveis e é indispensável poder contar com eles.

Ler mais >>

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

borda dagua.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"O almanaque foi, durante séculos, um ilustre antepassado de muito do que são hoje as redes sociais", escreve Manuel Pinto no Página 1 de hoje. "Quando o mais antigo resistente da espécie, o Seringador, se prepara para assinalar os 150 anos de vida, vale a pena olhar esse veículo de conhecimento, instrução e divertimento. 

Pautando os meses e as semanas do ano seguinte, o almanaque anunciava as fases da lua, as horas do nascer e pôr do sol e a tabela das marés. Esse lado estruturador e securizante da vida quotidiana é sublinhado por Eça de Queirós, no prefácio que escreveu para o Almanaque Enciclopédico de 1896: “o almanaque contém essas verdades iniciais que a humanidade necessita saber, e constantemente rememorar, para que a sua existência, entre uma Natureza que a não favorece e a não ensina, se mantenha, se regularize e se perpetue. A essas verdades, chamam os Franceses, finos classificadores, ‘verdades de almanaque’. São as altas verdades vitais. O homem tudo podia ignorar, sem risco de perecer, excepto o mês em que se semeia o trigo.” (Notas Contemporâneas, Círculo de Leitores, Lisboa, 1981, p. 385)."

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

There are 8,835 libraries in Spain where currently work more than 20,700 librarians (source: National Institute of Statistics). During meetings and conferences it is a litany among librarians the demand for better e-skills and specifically e-marketing for their collections and services. Pinterest is really the ‘new thing’ for most of them. Libraries in Spain are interested in Pinterest as a media for disseminating their collections and new adquisitions, but also for sharing pictures about reading and books, curating contents and other purposes. The main objective is showing the work of libraries and connect with people who loves books and reading in general. Spanish libraries are also interested in other social networks, like shown in the professional bibliography. There are not reliable and complete data about the number of libraries on social media, but everything suggests that Facebook is the most used one, followed by Twitter. The interest in Pinterest in unquestionable, as shown through blogs, discussion lists, a group on Facebook, webinars and other professional forums, but also through the large and growing number of libraries from Spanish-speaking countries in Pinterest, more than 400, when we search the word ‘Biblioteca’.

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Clique na imagem para ler o artigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor