Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



IMG_3705.JPG

Assinatura do protocolo da Rede de Bibliotecas da Sertã. Da direita para a esquerda: Presidente da Câmara Municipal da Sertã,José Farinha Nunes, Diretor do AE da Sertã, José Carlos Fernandes, Ana Sofia Marçal, Bibliotecária Municipal e Lucília Santos, Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares

 

No passado dia 23 de outubro foi assinado, na Escola Básica da Cumeada, o Protocolo de Cooperação entre o Município da Sertã e o Agrupamento de Escolas de Sertã (AES), representados pelo presidente da autarquia, José Farinha Nunes, e pelo diretor do Agrupamento, José Carlos Fernandes. Esteve ainda presente a coordenadora interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares, a professora Lucília Santos, em representação daquela entidade.

O presente documento institucionaliza as práticas colaborativas que já ocorrem há vários anos entre as Bibliotecas Escolares do AES e a Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, com base no Acordo de Cooperação constante no Despacho n.º 15 073, publicado no Diário da República, 2.a série, n.º 134 de 13 de julho de 2006, celebrado com a Rede de Bibliotecas Escolares.

A Rede agora formalizada – Rede de Bibliotecas da Sertã (RBS) – visa aprofundar as práticas existentes entre as entidades que gerem e disponibilizam informação no concelho da Sertã, nomeadamente ao nível da gestão, da disponibilização de recursos documentais e da promoção de ações na área das literacias; implementar um plano concelhio de leitura e desenvolver um portal digital online das Bibliotecas do concelho da Sertã, integrando um catálogo coletivo.

No sentido de operacionalizar a organização e o funcionamento da RBS foram ainda apresentadas as Normas de Funcionamento, que são parte integrante do presente protocolo.

Esta cerimónia culminou com a primeira sessão deste ano letivo, nesta escola, do projeto “Leitores do Património”, concebido pela autora Joana Lopes e dinamizado pela mesma e pela equipa da Biblioteca Municipal. A sessão desenvolveu-se em torno da temática “Memórias com a Natureza” tendo sido apresentados exemplos de produtos recolhidos na natureza e que, em tempos idos, eram usados na vida quotidiana das pessoas (madeira, xisto, milho, lã, …), não só para fins utilitários (construção de casas, alimentação, …), mas também decorativos (brinquedos, por exemplo, bonecas…). Foi ainda apresentado o conto tradicional Um ladrão debaixo da cama, recontado por Alice Vieira, que serviu de mote para a apresentação de plantas autóctones utilizadas com fins medicinais, chás, ... A sessão terminou com uma atividade prática (construção de pacotinhos de chá) e sugestões de leitura.

Parabéns à Rede de Bibliotecas da Sertã e ao projeto “Leitores do Património” pelo trabalho desenvolvido em prol da leitura e da divulgação da cultura e tradições populares.

As professoras bibliotecárias do AE da Sertã

Isabel Barroso e Elsa Vasconcelos

portas.jpeg

Rede de Bibliotecas do Concelho de Loulé |

“Bibliotecas fora de portas”, assim se chama a atividade conjunta da Rede de Bibliotecas do Concelho de Loulé (RBCL) que irá decorrer no próximo dia 9 de outubro, na Rua Vasco da Gama, em Quarteira, para assinalar o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (MIBE).

O evento decorrerá entre as 10h e as 15h00, envolverá a participação de 300 alunos e disponibilizará à comunidade escolar das escolas envolvidas um conjunto de atividades relacionadas com os livros e a leitura: ateliê de escrita criativa, teatro de fantoches, workshop de fantoches de meia, “Papa-Leituras”, conto inclusivo, histórias do mundo, oficina de coisas, bibliomóvel e troca de livros usados. As atividades serão desenvolvidas por alunos, professores bibliotecários e bibliotecários municipais.

Esta primeira edição de “Bibliotecas fora de portas” destinar-se-á aos alunos de 4.º ano das escolas do 1.º Ciclo de Vilamoura e Quarteira, mas tem a ambição de chegar a todas as localidades onde estejam situadas bibliotecas da RBCL.

Dinamizar atividades que, a partir da leitura, permitam diferentes formas de expressão, possibilitar aos alunos e outros leitores o envolvimento em projetos, encorajando-os a expressarem-se livremente e desenvolver parcerias com diferentes entidades são os objetivos desta atividade que contará com o apoio da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), Junta de Freguesia de Quarteira e Câmara Municipal de Loulé.

A Rede de Bibliotecas do Concelho de Loulé é composta por representantes da Biblioteca Municipal de Loulé, das bibliotecas escolares integradas na RBE, da biblioteca do Colégio Internacional de Vilamoura, e das bibliotecas da Escola Profissional Cândido Guerreiro, da Fundação Manuel Viegas Guerreiro e do Museu Municipal.

Ana Marta Farrajota [Coordenadora Interconcelhia]

cartaxo.jpg

Decorreu, no passado dia 10 de setembro, no auditório da Quinta das Pratas no Cartaxo, a cerimónia de assinatura do protocolo da Rede Concelhia de Bibliotecas do Cartaxo que contou com a presença do Senhor Presidente da Câmara do Cartaxo, Vereadora da Educação, Diretor do AE D. Sancho I de Pontével, Subdiretor do AE Marcelino Mesquita do Cartaxo, Coordenadora Interconcelhia e professores bibliotecários.

Este é um grupo de trabalho que, no contexto da Escola atual, tem desenvolvido um trabalho em rede, implicado não apenas na organização e gestão das BE, mas também, na mudança das práticas educativas, no suporte às aprendizagens, no desenvolvimento das literacias, na formação de leitores críticos e na construção da cidadania.

Fica o testemunho!

A Coordenadora Interconcelhia
Filomena Rúbio

cartaz.PNG

Informação - sítio oficial | Inscrições |

 

As III Jornadas Interconcelhias são promovidas pelas bibliotecas escolares e municipais de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, com a colaboração das Câmaras Municipais dos três concelhos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e o Centro de Formação do Alto Cávado (CFAC). Encontro acreditado pelo C.C.P.F.C. como Curso de Formação com a duração de 25 horas.

 

As III Jornadas têm como destinatários educadores e professores de todos os níveis de ensino e também profissionais ligados ao trabalho das bibliotecas.

 

Será, no entanto, dada prioridade aos docentes dos agrupamentos/escolas e aos profissionais ligados ao trabalho dos concelhos de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde. 

 

encontro_9_10 julho_com logos.jpg

Programa |

 

Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira | 09 e 10 de julho/2019

cartaz.jpg

Inscrições | Programa |

 

O Encontro de Educação “A PAR E PASSO, TODOS JUNTOS, VAMOS CONSTRUIR O FUTURO” + (In)formação + Qualidade + Sucesso” realizar-se-á no Pavilhão dos Desportos em Figueira de Castelo Rodrigo nos dias 7 e 8 de junho.

 

Uma organização do: Município de Figueira de Castelo Rodrigo, Rede de Bibliotecas Escolares e Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo em parceria com o CFAE GuardaRaia, Plataforma de Ciência Aberta, PNL2027 contando ainda com diversos apoios para a dinamização do evento, tais como a Fundação José Saramago, EDUFOR, CARB, CIMBSE, New Hand Lab, Agrupamento de Escolas Amato Lusitano (Castelo Branco) e Escola Secundária Campos Melo (Covilhã), entre outros.

 

con_Raízes_cartaz.png

Programa | Inscrição |

 

con.Raízes é um projeto dos professores bibliotecários da Rede Interconcelhia de Alter do Chão, Castelo de Vide, Crato, Gavião, Nisa, Marvão e Ponte de Sor que visa promover o conhecimento, a partilha e a divulgação das diferentes manifestações culturais dos seus concelhos.

 

A segunda edição do encontro con.Raízes terá lugar no concelho do Crato, no dia 11 de maio. Este encontro (acreditado como uma ação de curta duração pelo CFAE Prof’Sor) terá lugar no Auditório Municipal do Crato e a programação, destinada a professores e educadores, conta com a participação de figuras de renome na área do património.

 

 

IV_Jornadas_Rede_Bibliotecas_Espinho.jpg

 

Nos dias 10 e 11 de maio terão lugar as IV Jornadas de Bibliotecas de Espinho, com o tema Leitura, música e cinema. O que os une?. Estas jornadas irão decorrer no Centro de Multimeios de Espinho, junto à Biblioteca Municipal, e têm como destinatários os docentes de todos os ciclos, professores bibliotecários e bibliotecários municipais. Estão em fase de acreditação como ação de formação de 12 horas.

 

Pode aceder a uma breve biografia de todos os intervenientes aqui>>.

O programa pode ser consultado aqui>>.

A ficha de inscrição é acedida aqui>>.

SL-2019-cartaz-721x1024.png

 

A Semana da Leitura de Leitura de Leiria foi apresentada publicamente por todos os professores bibliotecários e bibliotecários da Rede de Bibliotecas de Leiria(RB Leiria), no passado dia 28 de fevereiro, com a presença da imprensa leiriense.

 

No dia 9 de março iniciou-se esta festa da leitura, com iniciativas da Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira e dos Serviços de Documentação do Instituto Politécnico de Leiria.

 

As atividades continuam com um programa rico e diversificado nas iniciativas e nos públicos-alvo e que não se esgota nesta semana.

 

Durante esta semana, a Rede de Bibliotecas de Leiria homenageia Sophia de Mello Breyner Andresen, no centenário do seu nascimento, com a rubrica "Dia a Dia…com Sophia" através da publicação no portal da RB Leiria, em cada um dos dias da semana, uma informação selecionada, sobre a vida e obra da autora.

 

Acompanhe a Semana da Leitura de Leiria aqui  e no Facebook da RB Leiria.

Coordenadora interconcelhia

Lucília Santos

Foto grupo.jpg

 

A Biblioteca Municipal da Lourinhã foi o local escolhido para assinar o protocolo de cooperação entre o Município da Lourinhã e os dois agrupamentos de escolas do concelho, marcando assim a criação da Rede de Bibliotecas da Lourinhã e o lançamento do respetivo catálogo concelhio e portal digital.


A cerimónia aconteceu dia 5 de fevereiro e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, João Duarte de Carvalho, que deu início à sessão destacando o empenho da autarquia “em criar novas respostas e promover a literacia através da promoção do livro e da leitura”. No discurso de abertura, o autarca relembrou ainda algumas das iniciativas e projetos implementados no concelho, como a Biblioteca de Praia, o Festival Literário Livros a Oeste, o investimento constante em novas obras para a Biblioteca Municipal e muito mais.

João Duarte de Carvalho deixou ainda um agradecimento a todas as entidades presentes, entre elas a Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, representada por Silvestre Lacerda, que interveio dando a conhecer alguns pormenores relevantes, como o facto do concelho da Lourinhã ser o que mais investiu em novos livros na Região Oeste nos últimos anos, aproximando-se daqueles que mais investimento têm feito a nível nacional.

“Queria salientar o trabalho desenvolvido na Lourinhã e este trabalho em rede, que é necessário desenvolver nos municípios, nas comunidades intermunicipais e nas redes nacionais de bibliotecas escolares. Esta perspetiva de trabalho em rede, em que cada um sai da sua zona de conforto, é significativo para o utilizador e temos a partir de hoje um belo exemplo na Lourinhã. Desafio ainda a comunidade intermunicipal a beneficiar desta iniciativa e de outras, como o Festival Literário Livros a Oeste, e assumir isto como um trabalho intermunicipal e um exemplo do que pode ser feito com a partilha de recursos”, concluiu o responsável.

A Coordenadora Nacional do Programa da Rede de Bibliotecas Escolares, Manuela Silva, também marcou presença, deixando rasgados elogios ao projeto Rede de Bibliotecas da Lourinhã.

“Só em conjunto é que podemos lutar por esta ideia de que a leitura é fundamental. Espero que esta rede se consolide, se estruture e convirja na agilização dos trabalhos, tornando-se sustentável”, realçou.


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor