Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fazer em Rede | rbe

Boas Práticas

01.11.19

azer_em_rede.jpg

A Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) afirmou-se, desde a primeira hora, como uma estrutura de apoio, partilha, inovação e transformação de práticas. 

Reconhecendo o trabalho de promoção da leitura, da aprendizagem e da cultura que os professores bibliotecários realizam quotidianamente no sentido de fazerem das bibliotecas locais físicos e virtuais de referência nas suas escolas, a RBE cria a distinção Fazer em rede.

Acreditando que a partilha das boas práticas e/ou atividades que são desenvolvidas ao longo do ano letivo poderá inspirar outras bibliotecas escolares e contribuir para a disseminação deste trabalho, esta iniciativa subdivide-se em dois prémios: Prémio Boas Práticas e Prémio Atividades Top. 

Para além de um prémio pecuniário, todas as escolas distinguidas no âmbito desta iniciativa receberão um troféu.


Veja ainda:
Regulamento [PDF]
Regulamento
 
Logotipo [PNG]
Logotipo

 

 

spotify.png

Oiça aqui o que não ouviu. Ou o que quer voltar a ouvir. Ponha os fones... ligue o som... e já está.

A RBE está aqui, escolha a plataforma:

 

Conteúdo relacionado:

 

imaginar.png

O tema para o International School Library Month (ISLM) em 2019 é "Let's Imagine", que traduzimos para "Vamos imaginar". Baseia-se no tema da conferência de 2019 da IASL "Convergência - Empoderamento - Transformação: Bibliotecas Escolares". Este ano, a International Association of School Librarianship (IASL) convida os participantes a pensar e celebrar a ligação entre livros, leitura e bibliotecas escolares e a imaginação.

A escolha de uma formulação temática tão abrangente e acessível a todos veio ao encontro de um desígnio abraçado pela RBE, o da biblioteca escolar como lugar por excelência da vivência de uma cidadania ativa e participada.

Assim, desenhámos um conjunto de propostas que convidem a celebrar o ISLM 2019 através de projectos e atividades para explorar e expressar o tema deste ano, não apenas numa perspetiva simbólica mas de convergência para a reflexão e a ação que os desafios atuais convocam. Acreditamos que as bibliotecas são espaços vivos, cujos atores principais são as crianças e jovens, seus utilizadores. Esperamos que o MIBE 2019 seja uma celebração mundial criativa e imaginativa do poder das bibliotecas para transformar o mundo.


 
Atividades [PDF]
Atividades

O antigo URL [Uniform Resource Locator - Localizador Padrão de Recursos] do portal RBE: http://www.rbe.min-edu.pt/ encontra-se desativado.

Doravante, o URL de acesso ao portal RBE, é:

vamos imaginar.png

 

Etiquetas:

 

No âmbito das jornadas pedagógicas "Contextos de Leitura(s)" (Torres Vedras e Lourinhã), a aluna Inês Serra, monitora da biblioteca escolar da Escola Secundária Henriques Nogueira, fez uma breve entrevista à Coordenadora Nacional da RBE, após a sua intervenção no painel "Ler o mundo no século XXI: desafios".

A importância da leitura, em questão,sempre.

 

 

modelo.PNG

 Download |

 

A avaliação das bibliotecas é hoje uma prática consolidada nas escolas, resultado da aplicação generalizada do Modelo de avaliação da biblioteca escolar, que se tem vindo a afirmar, desde 2009, como um instrumento orientador de boas práticas e, simultaneamente, indutor de uma cultura de avaliação.

 

A versão, que agora se publica, incorpora um conjunto de alterações e introduz novos reajustes, resultantes da inquirição aos professores bibliotecários e a grupos de reflexão, da análise dos resultados recolhidos no decurso do ciclo avaliativo 2014-2017 e da necessidade de reforçar aspetos que possibilitem a aferição fidedigna do trabalho realizado no âmbito do desenvolvimento das competências preconizadas pelo Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória.

 

O documento mantém a estrutura, a organização da informação e a intencionalidade pedagógica que o caraterizavam nas anteriores edições. Os domínios continuam a ser unidades parcelares de análise e de avaliação, que correspondem às áreas nucleares do trabalho da biblioteca. Cada domínio integra um conjunto de indicadores, a que correspondem fatores críticos de sucesso e toda a informação relativa aos processos avaliativos que se lhes aplicam.

Domínios de avaliação

 

roteiro.png

 Download |

 

Cada agrupamento conta com uma ou mais bibliotecas escolares (BE) que facultam recursos capazes de apoiar o percurso formativo e curricular das crianças/ alunos.

 

Aos professores bibliotecários (PB) cabe gerir, de forma integrada, as bibliotecas escolares e os serviços de biblioteca dirigidos a toda a população escolar do agrupamento, apoiando-se num trabalho colaborativo com os docentes das várias escolas.

 

Com este documento, a RBE pretende apoiar os professores bibliotecários na organização, gestão e dinamização das bibliotecas escolares nas escolas do primeiro ciclo e nos jardins-de-infância, convocando os docentes para uma melhor apropriação desta estrutura, através da apresentação de propostas facilitadoras da utilização da BE por todos.

 

Apresenta-se como um instrumento de operacionalização de trabalho colaborativo entre o professor bibliotecário e os docentes, visando apoiar o desenvolvimento de um conjunto de competências gerais e transversais às diferentes áreas curriculares e conteúdos programáticos, em contextos diversificados, promovendo a biblioteca escolar como um ambiente de aprendizagem transdisciplinar e dinâmico.

 

Ouvido crítico. RTP Play. 26 Set, 2018
www.rtp.pt/play/p4406/e366234/ouvido-critico

redd-angelo-12845-unsplash.jpg

 Foto de Redd Angelo em Unsplash | Ler na fonte

 
No âmbito dos trabalhos de preparação do ano letivo 2018-2019, o Ministério da Educação definiu as prioridades de atuação das Bibliotecas Escolares, que a seguir se elencam:

1. Um trabalho mais aprofundado com as escolas de 1.º ciclo, integrando as bibliotecas nas dinâmicas de trabalho em sala de aula e formando os professores titulares de turma em práticas de formação de leitores e dinamização de literacia familiar;
 

2. A implementação do referencial "Aprender com a Biblioteca Escolar", que preconiza metodologias de trabalho cooperativo entre professores, colocando a biblioteca no centro das atividades da escola e explora o trabalho dos professores bibliotecários como mediadores de aprendizagens;
 

3. A promoção de um trabalho de avaliação das literacias, através do desenvolvimento de instrumentos rigorosos para a avaliação da competência leitora;
 

4. A promoção da inovação pedagógica e da flexibilidade curricular a partir da biblioteca escolar, enquanto espaço privilegiado do cruzamento de saberes disciplinares e do acesso a múltiplos recursos;
 

5. A implementação da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, através da capacitação das bibliotecas com instrumentos de participação dos alunos no comentário aos temas da atualidade e no acesso a recursos que lhes permitam desenvolver conhecimentos e capacidade crítica;
 
 
6. O reforço das literacias digitais, através da promoção de leitura em diferentes formatos e da promoção da competência de leitura em texto e hipertexto.
 

Estas prioridades colocam as Bibliotecas Escolares no centro da escola, reforçando o seu papel enquanto instrumento de promoção de melhores aprendizagens.

Para a sua concretização, serão disponibilizadas ações de formação, recursos digitais e documentação de apoio às escolas, já a partir de setembro de 2018.
 
 
Ficheiros:

transmedia.PNG

 

dissertacoes.PNG

 

eventos.PNG

 

ebooks.PNG

 

artigos.PNG

  

fakenews.PNG

 

                           Clique na revista que quer consultar. 

 

Autores.png

 

 

Etiquetas:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor