Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



library-libraries-librarian-feature-700x375-1.jpg.

Imagem: https://cutt.ly/djW6cbf

Recentemente, encontrei uma pessoa que me perguntou em que é que eu trabalhava. Respondi-lhe que sou professor bibliotecário. «Só fazes isso? Não permitem que faças mais nada?» - perguntou a pessoa.

Tinha mil respostas para a pergunta, nenhuma deles muito simpática. Fiz o que a maioria dos canadianos faz: ri-me, encolhi os ombros e disse algo do género «bem, temos sempre muito que fazer por aqui.»

O incidente levou-me a refletir sobre o quão isolado o professor bibliotecário se pode sentir, sobretudo em escolas onde existem muitos departamentos e estão sempre a acontecer imensas coisas. Pode ser difícil fazer autopromoção e demonstrar o valor do nosso trabalho, porque não está nos nossos genes andarmos a apregoar aos quatro ventos o que fazemos. Pelo menos é esta a minha opinião. Poderei estar errado, mas retraio-me quando penso em enviar emails a centenas de pessoas e em vangloriar-me sobre as coisas interessantes que fazemos na biblioteca, todas as semanas e, às vezes, todos os dias.

Se é professor bibliotecário e pretende divulgar um estudo de caso sobre algo relevante que fez ultimamente, pode sempre fazê-lo em Great School Libraries Campaign.

A acrescentar a isso, eis algumas formas de fazer autopromoção do trabalho do professor bibliotecário:

Participar em assembleias escolares
As assembleias escolares permitem que o professor bibliotecário se apresente aos alunos e professores, sobretudo aos que acabaram de chegar. Eu tenho sorte, porque posso participar em assembleias escolares, ao longo do ano letivo. Obviamente, na era COVID estas assembleias são realizadas virtualmente, no entanto, são uma ótima forma de o professor bibliotecário aparecer. Para algumas pessoas, falar em público representa um medo de morte, mas falar publicamente, de modo virtual, pode acalmar os nervos e permite chegar a grandes grupos de pessoas.

Partilhar informações
Continuamos a ter os nossos momentos de partilha de informações, respeitando a distância social, e, no fim, todas as pessoas presentes têm oportunidade de falar com os professores e de fazer promoção de uma atividade ou lembrá-los de um evento que vai acontecer. No passado, cheguei a convidar alunos «amigos da biblioteca» para apresentarem os nossos programas. Ao mesmo tempo, pedi ao diretor autorização para utilizar um espaço exclusivo na sala dos professores para promover os nossos programas, portanto agora tenho um quadro disponível apenas para informações da biblioteca.

Fazer chegar a biblioteca aos professores
Pedi aos nossos alunos «amigos da biblioteca», conhecidos pelos «Booklings», para organizarem uma pequena biblioteca itinerante para colocarmos na sala dos professores. Os alunos escreveram recensões de livros em postais e juntaram-nos aos livros que, na sua opinião, iriam agradar aos professores. Esses livros foram levados para a sala dos professores, juntamente com uma folha de registo de empréstimo manual. A ideia teve tanto sucesso, que tivemos de renovar o stock de livros. Em tempos de COVID, vou pedir aos «Booklings» para terem os livros prontos, depois estes ficarão em quarentena durante 72 horas, antes de serem levados para a sala de professores.

Participar nas reuniões de professores
Participar nestas reuniões tem trazido imensos benefícios à biblioteca. No início do ano, peço aos coordenadores de departamento para participar nas suas reuniões durante cinco ou dez minutos para promover o trabalho da biblioteca. Explico que o professor bibliotecário está disponível para dar aulas aos alunos de todas as idades, sobre literacia digital e pesquisa orientada, de forma contextualizada. Para dar estas aulas, tenho assistido a aulas de Artes, Educação Musical, História e Inglês, claro.

Convidar os professores e os auxiliares para todos os eventos
Sempre que promovo algum evento na biblioteca, convido a comunidade. Os eventos podem incluir (agora virtualmente) encontros de autores com grupos de alunos, o nosso clube «Dungeons and Dragons» (que está a funcionar com um grupo de alunos do 9.º ano), entre outros.

O artigo «Is that all you do» Self-promotion as a school librarian, da autoria de Lucas Maxwell, foi originalmente publicado no sítio Bookriot, a 2 de dezembro 2020. Texto traduzido livremente a partir do inglês, com autorização do autor.

 

2021-01-05 PERFIL DO PROFESSO BIBLIOTECÁRIO.png

Anualmente, o gabinete coordenador da Rede de Bibliotecas Escolares solicita às bibliotecas o preenchimento da base de dados “Recursos Humanos”. Trata-se de uma prática que reforça a colaboração entre toda a Rede, desde os professores bibliotecários ao próprio gabinete, essencial para a boa definição de objetivos estratégicos, uma vez que a gestão de qualquer Programa implica, necessariamente, um sólido conhecimento do mesmo.

Sendo os professores bibliotecários elementos chave no sucesso do desempenho das bibliotecas escolares, é, pois, muito importante monitorizar sincrónica e diacronicamente o seu perfil, perceber as tendências e compreender que ações devem ser desenvolvidas para que essa figura tão essencial adquira as indispensáveis características para implementar as orientações definidas para as bibliotecas escolares.

Tal como acontece habitualmente, os dados relativos a 2020-2021 encontram-se disponíveis no portal RBE (Sínteses estatísticas) e possibilitaram a elaboração do infográfico acima.

A análise deste material permite concluir que a figura do professor bibliotecário, cujo número global tem mantido alguma constância nos últimos anos, tem presentemente grande estabilidade profissional: são, de um modo geral, professores de quadro, na sua maioria (81%) a exercer nas escolas a cujo quadro pertencem e, nos casos em que isso não acontece, mantendo, em geral, a colocação por vários anos. A generalidade dos professores bibliotecários (95 %) tem experiência profissional, resultante de vários anos de exercício de funções (8 em média), sendo residual o número de docentes que iniciaram agora o desempenho dessas funções (4 %).

Mantendo-se os professores bibliotecários tanto tempo em funções, é natural que a sua média de idades aumente consistentemente. Assim, se em 2013-2014 (primeiro ano de recolha deste dado) a média de idades dos professores bibliotecários era 48,7 anos, hoje é já 54 , o que, sendo compaginável com o que acontece no ensino em geral, parece indiciar a necessidade de atrair gente jovem para estas funções.

Também a distribuição por género tem mantido a mesma regularidade, igualmente coerente com o que se passa no quadro de professores: cerca de 85% dos profissionais pertencem ao género feminino.

Quando, em 2009-2010, se aplicou pela primeira vez a portaria que regula esta função, 14% dos docentes detinha formação académica específica para o seu exercício; presentemente esse número encontra-se nos 56%. Porém, se até 2015, ano em que se atingiu os 50% de profissionais com formação específica, o crescimento foi contínuo e muito expressivo (36% em cinco anos), desde 2015, o mesmo abrandou significativamente (6% em seis anos). Implicando o trabalho de professor bibliotecário conhecimentos sólidos em áreas como a informação, a leitura, os media, as tecnologias emergentes, considera-se essencial que os docentes que desempenham essas funções adquiram efetivamente a formação especializada necessária, pelo que se afigura como imprescindível envidar ações que convoquem os professores bibliotecários para essa formação.

Por outro lado, é de assinalar que 55% dos professores detém mais de 870 horas de formação contínua e 29% possui entre 250 e 870 horas, o que releva os professores bibliotecários como um grupo de docentes que investe, de facto, de forma consistente, na sua atualização profissional (84% com mais de 250 horas de formação). Certamente, a esse facto não será alheio o esforço que a Rede de Bibliotecas Escolares desenvolve, anualmente, nesse sentido, designadamente através dos coordenadores interconcelhios para as bibliotecas escolares.

Por não ser informação solicitada no formulário, resta a dúvida quanto à atualidade da formação reportada pelos professores, uma vez que toda a formação contínua nas áreas relacionadas com o trabalho das bibliotecas escolares realizada desde o início da carreira docente é contabilizada. Considerando a evolução dos ambientes e tecnologias digitais e a necessidade de as bibliotecas se tornarem cada vez mais híbridas, a atualidade da formação em áreas em desenvolvimento é essencial, pelo que será necessário, futuramente, incluir no questionário anual uma pergunta relativa a essa matéria. Igualmente desconhecidas são as áreas de formação. Visto que a ação do professor bibliotecário abrange um número tão significativo de áreas de trabalho, evidencia-se como igualmente necessário passar a recolher, anualmente, elementos que permitam averiguar a diversidade da formação do professor bibliotecário.

Face a estes dados, que reforçam o conhecimento que possuímos da nossa Rede, estas são algumas das pistas que importa considerar, tendo em vista o objetivo essencial, que nos une, de continuamente de melhorar e caminhar para a excelência.

Professor bibliotecário

Concurso

06.06.20

pb.jpg

Os professores bibliotecários asseguram na escola, o funcionamento e gestão das bibliotecas, as atividades de articulação com o currículo, de desenvolvimento das literacias e de formação de leitores.

Compete-lhes gerir as bibliotecas do agrupamento enquanto espaços agregadores de conhecimento, recursos diversificados e implicados na mudança das práticas educativas, no suporte às aprendizagens, no apoio ao currículo, no desenvolvimento da literacia da informação, tecnológica e digital, na formação de leitores críticos e na construção da cidadania. Compete-lhes, ainda, garantir serviços de biblioteca a todas as escolas do agrupamento.

Mais informações ou esclarecimentos poderão ser solicitados, por correio electrónico, para apoio@mail-rbe.org

Sínteses estatísticas

[2020.01.13]

• Recursos Humanos 2020
• Professor bibliotecário - 10 anos


Legislação de suporte

[2020.06.04]

• Portaria n.º 192-A/2015 de 29 de junho


Pontuações de formação

[2020.06.04]

• Lista de cursos referidos no Anexo II da portaria 192-A/2015 de 29 de junho
• Ações de formação contínua realizadas [base dados] [.xlsx]


CONCURSO 2020 [+]

Procedimentos de seleção

[2020.06.04]

• Informações
• Quadro síntese
• Perguntas frequentes


Documentos de candidatura

[2020.06.04]

• Minuta para declaração de interesse
• Documento para sistematização de pontuações


Documentos de concurso

[2020.06.04]

• Seleção de candidatos
• Cálculo número de professores bibliotecários

 

Veja também:  Formação
 
Referência encontrada: 
Título do artigo: Professor bibliotecário
Título do Website: RBE: Rede de Bibliotecas Escolares
URL: https://rbe.mec.pt/np4/professor_bibliotecario.html

Pesquisa confirma valor dos bibliotecários escolares

Papéis do professor bibliotecário

29.11.19

papeis.png

A Biblioteca do Estado de Nova York lançou Papéis do Bibliotecário Escolar: Empowering Student Learning and Success (2019) , um resumo informativo que é uma compilação de estudos de pesquisa sobre os papéis e o valor dos bibliotecários escolares. Um resumo executivo do documento também está disponível.

 "As contribuições dos bibliotecários escolares, diretas ou indiretas, são consistentemente mostradas como sendo de valor positivo não apenas para alunos e professores, mas para  a comunidade escolar em geral", diz o resumo. “É importante considerar a   sustentabilidade  das bibliotecas escolares para o sucesso de todos os alunos em Nova York e em todo o país nas próximas gerações, porque as bibliotecas escolares e o papel dos bibliotecários escolares têm e continuarão a evoluir para atender às condições do mundo e do tempo em que existem ".

O Northhome Comprehensive Center / RMC Research Corporation, o Departamento de Educação do Estado de Nova York e a Biblioteca do Estado de Nova York produziram este resumo como uma atualização do Resumo Informativo de 2011  : Impacto das bibliotecas escolares no desempenho dos alunos . [...]

 

Referência: Research Confirms Value of School Librarians. (2019). School Library Journal. Retrieved 29 November 2019, from https://www.slj.com/?detailStory=research-confirms-value-school-librarians

 

Conteúdo relacionado:

 

Legislação de suporte

[2015.06.30]

• Portaria n.º 192-A/2015 de 29 de junho


Procedimentos de seleção

[2016.06.17]

Informações
• Quadro síntese

• Perguntas frequentes
• Serviço de Apoio


Pontuações de formação

[2016.06.17]

• Lista de cursos referidos no Anexo II da portaria 192-A/2015 de 29 de junho 
• Ações de formação contínua realizadas [base dados] [.xlsx]


Documentos de candidatura

[2016.06.17]

• Minuta para declaração de interesse
• Documento para sistematização de pontuações


Documentos de concurso

[2016.06.17]

• Seleção de candidatos
• Cálculo número de professores bibliotecários


Veja também: Professor bibliotecário


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor