Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



premios.PNG

 

A Rede de Bibliotecas Escolares associa-se às iniciativas da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), com o apoio do Ministério de Educação e da Fundação SM, que lançam em 2019 os prémios Educação em Direitos Humanos - Óscar Arnulfo Romero (3.ª edição) e O que estás a ler? (6.ª edição).

 

EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS - ÓSCAR ARNULFO ROMERO (3.ª EDIÇÃO) 

O prémio Educação em Direitos Humanos - Óscar Arnulfo Romero destina-se a reconhecer o trabalho de:
A. Escolas ou agrupamentos de escolas de todos os níveis de educação e ensino ou
B. Organizações da sociedade civil (ONG) na defesa do direito à educação, à convivência na escola, à paz, à inclusão e, em geral, às liberdades fundamentais do ser humano. 

 

Lançado a 1 de fevereiro, este concurso estabelece 15 de maio como data-limite para entrega das candidaturas; a 5 de junho serão conhecidas as propostas vencedoras: 2 por categoria (A e B), cada uma delas recebendo 5.000 dólares para investimento nos programas vencedores. Segue-se a fase internacional do concurso em que são selecionados os vencedores dos 20 países ibero-americanos (setembro), seguindo-se a entrega do prémio num dos países a definir.

 


 
Veja também: 
• 70 Anos ao Serviço da Comunidade Ibero-americana através da Educação, da Ciência e da Cultura 1949-2019
• Resultados das edições anteriores
• Terceira Edição – Como participar
• Redes sociais -  #PremioDDHHRomero.

mabe.png

 CartazRegulamento e orientaçõesFicha

 

Este é o tema definido pela International Association of School Librarianship (IASL) para o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE).

 

O concurso de ideias “Ligando comunidades e culturas” é a iniciativa que a RBE lança este ano para assinalar o MIBE. O seu objetivo principal é fomentar um debate em torno do tema. Desse debate surgirão as ideias-chave e as estratégias para que a biblioteca se apresente como o lugar onde se ligam comunidades e culturas.

 

Até 3 de novembro, os alunos são desafiados a refletir, a pôr a sua criatividade em ação e a apresentar uma ideia. O desafio consiste na criação de um jogo original que permita aos utilizadores da biblioteca abordar a temática proposta para o MIBE, de uma forma aliciante e lúdica. Os participantes deverão seguir com rigor o estipulado no regulamento.

 

À ideia vencedora será atribuído o prémio Teresa Calçada.

 

Além deste desafio, as bibliotecas devem também aproveitar as propostas da IASL que constam da página dedicada ao ISLM (International School Library Month): Skype project; Bookmark Exchange Project; GiggleIT e partilha de atividades (What people are doing for ISLM).

 

Para 2017, o Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares estabelece 23 de outubro como Dia da Biblioteca Escolar em Portugal.

 

Conteúdo relacionado:

 

in Letra Pequena de Rita Pimenta |

 

Uma homenagem à literatura clássica infantil, num livro muito bonito e cheio de referências bibliográficas felizes.

Logo nas guardas de abertura, encontramos uma mancha de caracteres que invocam dezenas de títulos e escritores que nos remetem para leituras de infância: As Aventuras de Pinóquio (Carlo Collodi), Um Conto de Natal (Charles Dickens), 20.000 Léguas Submarinas (Júlio Verne), Aventuras de Alice no País das Maravilhas (Lewis Carrol), só para citar alguns.

 

Disseram os autores, Oliver Jeffers e Sam Winston, sobre o livro que criaram juntos: “Desde o início sabíamos que queríamos criar um conto que celebrasse o nosso amor pela literatura clássica infantil com um toque moderno. Para nós, tratou-se de capturar alguma da magia que acontece quando alguém se perde ao ler uma história intemporal, mas de um modo que os leitores ainda não tinham visto.”

 

E a verdade é que a obra é muito original e poética. Por isso mereceu este ano o Prémio de Melhor Livro de Ficção atribuído pela Feira do Livro Infantil de Bolonha. (...)

 

Ler mais >>

 

Publicado a 26/06/2017

Edição: Mais Educativa TV

tc.jpeg

 © Fotografia de Pedro Loureiro | Revista LER |


A cerimónia de entrega do primeiro prémio Teresa Calçada decorreu sexta-feira (16 de dezembro) na vila alentejana de Alter do Chão e contou com a presença do Delegado Regional do Alentejo, Manuel Maria Barroso, o presidente da Câmara Municipal de Alter do Chão, Joviano Vitorino, a directora do agrupamento de escolas, Ana Marques, a Presidente do Conselho Geral, Rita Roque, a Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares, Manuela Silva e a própria Teresa Calçada.

 

Este prémio foi instituído pela Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) por ocasião da comemoração dos seus 20 anos e destina-se a distinguir a biblioteca que melhor responder ao desafio lançado anualmente pela RBE no Mês Internacional da Biblioteca Escolar (outubro). Associa-se assim a boas práticas e boas ideias o nome de uma das fundadoras da RBE, sua coordenadora entre 1996 e 2013 e principal responsável pelo sucesso deste programa.

 

Nesta sua primeira edição, o desafio lançado aos alunos foi o concurso de ideias "Aprende a descodificar o teu mundo". Tratava-se da apresentação de propostas para melhorar a sua biblioteca escolar. A ideia vencedora, entre mais de quarenta, foi de três alunos do 9° ano do Agrupamento de Alter do Chão. Chama-se BLA (Biblioteca de Línguas em Ação) e prevê a comunicação e conhecimento mútuo entre alunos de várias escolas, ao mesmo tempo que ensinam uns aos outros as suas línguas. O vídeo de apresentação da ideia pode ser visto em https://youtu.be/tKjqgbiuQDQ.

 

O projecto vencedor,“Bla”, ou “Biblioteca de Línguas em Acção”, vai ser aplicado no Agrupamento de Escolas vencedor ainda durante este ano lectivo. 

 

 

Conteúdo relacionado:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor