Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



fake.png

Esta página foi criada e é atualizada por Jenny Saxton.

 

Referência: LibGuides: Fake News (and how to fight it): Glossary. (2019). Libraryguides.mdc.edu. Retrieved 16 August 2019, from http://libraryguides.mdc.edu/FakeNews/Glossary

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

sala.png

Download | 2019 |
 
Resumo:
Os impactos da revolução digital têm afetado as mais diversas áreas e práticas sociais. Não só as formas como trabalhamos e comunicamos, mas também as formas como aprendemos e ensinamos têm vindo a ser confrontadas com a importância de se modernizarem e de usufruírem do potencial dos meios de comunicação. Principalmente daqueles que se encontram mais acessíveis no quotidiano. A crescente familiaridade com os media e a liberalização do seu acesso poderão, assim, ser compreendidas como oportunidades para a escola gozar das aprendizagens e práticas informais de professores e alunos para tornar o ensino mais próximo e para promover a aquisição e desenvolvimento de novas competências.
 
Foi adotada uma metodologia de análise mista que contemplou a aplicação de questionários a professores e alunos e a realização de entrevistas com professores. Partindo da análise dos hábitos e práticas criativas com os media de professores e alunos, decorridos no quotidiano e em contexto educativo, procurou-se refletir sobre as condições e predisposições para a introdução dos media em sala de aula, como ferramentas de trabalho que preparam os jovens para participar na sociedade e nas suas comunidades. Os resultados obtidos evidenciam que, apesar da existência de uma correlação positiva entre aqueles que usam os media mais frequentemente no quotidiano e aqueles que os utilizam mais frequentemente em contexto educativo, os usos nos dois contextos são ainda muito díspares. A par disso, professores e alunos reportam hábitos de criação, produção e participação reduzidos, percebendo-se que estes não são os principais intuitos da utilização dos meios no dia-a-dia.

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já pensou em incentivar os seus alunos a criarem conteúdos em áudio, vídeo, foto e texto? Veja a lista de recursos gratuitos selecionados pelo Porvir

porvir.png

  • Mão na Massa. Saiba o que muda quando a aprendizagem passa pelas mãos a partir de experiências que o Porvir conheceu e prepare-se para imaginar, ligar, apertar, errar e construir

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler e Formar Leitores no século XXI – os media, as literacias e as liberdades fundamentais dos cidadãos - Évora

 

Oiça a comunicação de  Maria Madalena Costa Oliveira (Universidade do Minho) no "Painel – A compreensão e o papel dos media na democracia e participação social" :

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

ler.png

Ler e Formar Leitores no século XXI – os media, as literacias e as liberdades fundamentais dos cidadãos

 

Oiça aqui a comunicação de Vitor Tomé - "Preparar cidadãos ativos e capazes de ler o(s) mundo(s) hoje: desafios e constrangimentos"  com moderação de Isabel Mendinhos:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

blog.PNG

Badillo Matos, Ángel. La sociedad de la desinformación: propaganda, «fake news» y la nueva geopolítica de la información. Madrid: Real Instituto Elcano, 2019

 

Download |

 

A desinformação tem emergido como uma questão de importância pública através de vários escândalos que no cenário internacional recuperaram o debate sobre o fluxo internacional de informações, as suas conexões com os interesses geoestratégicos de certos países e os efeitos que têm sobre os cidadãos. 

 

É um debate recorrente, mas desta vez tem novos ingredientes: a natureza das redes digitais permite utilizá-las não só para disseminar informação, mas também para atacar, mediante técnicas informáticas, servidores de dados (para modificá-los, roubá-los ou destruí-los); as redes sociais e a personalização da informação recebidas através delas implicam novas formas de romper a esfera pública, e os cidadãos incorporaram as práticas de produção e consumo de informação digital sem grande conhecimento da lógica desses novos meios, transferindo-os dos media tradicionais. 

 

Este texto analisa as transformações que deram origem ao novo ecossistema e propõe, a partir do estudo das iniciativas europeias sobre a desinformação, um modelo de análise da situação e o reforço da ação coordenada europeia desde Espanha.

 

Referência: Arévalo, J. (2019). La sociedad de la desinformación: propaganda, «fake news» y la nueva geopolítica de la informaciónUniverso Abierto. Retrieved 26 June 2019, from https://universoabierto.org/2019/06/26/la-sociedad-de-la-desinformacion-propaganda-fake-news-y-la-nueva-geopolitica-de-la-informacion/

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

jornal.jpg

2015 |

 

De acordo com um relatório do National Literacy Trust para a First News, a leitura da imprensa pode ter um impacto significativo nas competências de leitura e motivação das crianças.

 

Envolver-se em atividades de alfabetização em torno da leitura da imprensa pode ter um impacto significativo nas competências de leitura e motivação das crianças, de acordo com um relatório do National Literacy Trust para a First News .

 

No âmbito do desenvolvimento da pesquisa, foi avaliado nas escolas o impacto de um programa de leitura de imprensa (The First News Reading Package). O programa de atividades em torno das notícias atuais foi desenvolvido ao longo de oito semanas, e incluiu questionários de compreensão de leitura, testes e quebra-cabeças, concebidos com o objetivo de desenvolver o vocabulário dos participantes e despertar o seu interesse em ler a imprensa.

 

Para medir o impacto do desenvolvimento dessas atividades utilizou-se o New Group Reading Test, cujos resultados mostraram que as crianças participantes tiveram progresso significativo nas suas competências de leitura, bem como melhorias nos seus conhecimentos e nas suas competências dedutivas.

 

As pesquisas realizadas antes e depois do projeto mostraram como as suas atitudes em relação à leitura, em geral, e à leitura da imprensa, em particular, foram transformadas:

  • Houve aumento nas taxas de leitura no lazer, tanto na ficção (53% a 58%) como na não-ficção (40% a 48%).
  • A probabilidade de ler a imprensa no tempo de lazer duplicou (de 28% para 42%).
  • A percepção da leitura da imprensa como atividade interessante e divertida também aumentou (respetivamente de 58% para 74% e de 32% para 53%).
  • A participação no projeto também converteu os participantes em utilizadores das bibliotecas. O número de crianças que passou a ter um media favorito duplicou e a First News tornou-se a escolhida por 72% do total. Os jornais passaram da sexta para a terceira posição na sua lista de materiais de leitura para o tempo livre.

 

Pode aceder ao relatório completo neste link .

 

Fonte: National Literacy Trust.

 

Referência:

Article title: Motivar y aprender con la lectura de prensa
Website title: Elisa Yuste. Consultoría en cultura y lectura
URL: https://www.elisayuste.com/motivar-y-aprender-con-la-lectura-de-prensa/

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

zigzaga_1200.png

Um programa de rádio sobre cidadania digital para os mais novos

ZigZaga na Net” são 30 episódios de conteúdo áudio sobre Cidadania Digital que a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e a Direção-Geral da Educação (DGE), em parceria com a Rádio Online ZigZag da Antena 1 - RTP,  lançaram no dia 14 de fevereiro, no auditório da RTP.

Este programa de rádio juvenil pretende sensibilizar para várias questões de literacia digital, nomeadamente os direitos e deveres online; os direitos de autor; a veracidade e fiabilidade da informação (desinformação e notícias falsas); a privacidade; a pegada digital; a dependência online e das tecnologias; os comportamentos seguros online; o bullying e o ciberbullying, entre muitos outros. 

A Escola de Referência de alunos surdos do Agrupamento de Escolas Quinta de Marrocos foi desafiada a participar e envolver os alunos na tradução para Língua Gestual Portuguesa dos episódios, dando assim origem a um projeto pioneiro nesta matéria. Estes episódios contam ainda com a presença assídua das mascotes do Centro Internet Segura (a INES) e do SeguraNet (o Pisca).

 

ReferênciaFCT e DGE lançam “ZigZaga na Net”. (2019). Portugal INCoDe.2030. Retrieved 18 February 2019, from https://www.incode2030.gov.pt/destaque/fct-e-dge-lancam-zigzaga-na-net

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

no_ar-1.png

Série apresentada por João Paulo Diniz, produzida para assinalar os 75 anos da Rádio em Portugal, com entrevistas de estúdio a convidados, reportagens e imagens de arquivo.

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

media.png

A equipa do Concurso Media@ção criou um conjunto de pequenos vídeos para apoiar alunos e professores na área da produção de vídeo e, em especial, aqueles que vão candidatar-se ao concurso. Cada um daqueles centra-se sobre uma das etapas: desde a criação da história e do guião, aos aspetos mais técnicos como a luz, o som, os planos ou a edição. Estão disponíveis aqui>>

 

Esperamos que sejam úteis a todos os que se interessam pelo vídeo e que consigam entusiasmar novos alunos e docentes a participar no concurso Media@ção, este ano sobre o tema Media, democracia e tolerância

 

Atenção ao prazo final de entrega dos trabalhos: 15 de março

 

Encontra todas as informações sobre o concurso aqui>>.

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor