Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Deixas que a carteira te consuma ou consomes com cabeça?
Esta é a proposta da Rádio Miúdos para o ano letivo 2019/2020.
A ideia é discutir o que consumimos e porque consumimos e apontar caminhos para um consumismo consciente.
CONSUMIR COM CABEÇA é um concurso para os alunos do 3º ciclo do ensino básico de todas as escolas que falem português/do país e ilhas.

Podem participar realizando um spot de rádio, com um mínimo de 30 segundos e até 5 minutos.
As inscrições estão já abertas para as escolas até 3 de novembro de 2019.
Depois haverá uma seleção dos 2 melhores trabalhos por região do país, por um júri constituído por representantes da Rádio Miúdos, da Rede de Bibliotecas Escolares e da Direção-Geral do Consumidor.
A partir de 6 de janeiro de 2020 a Rádio Miúdos transmite em directo de 2 escolas da região, o concurso CONSUMIR COM CABEÇA, um programa de rádio onde as equipas vão ter que defender as suas ideias e responder a desafios.

No dia 24 de abril de 2020 as equipas vencedoras realizam em direto nos estúdios da Rádio Miúdos as finais onde serão apurados os vencedores.

CONSUMIR COM CABEÇA é um torneio radiofónico da Rádio Miúdos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com o apoio do Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores.

Pretende-se dinamizar a discussão sobre consumos conscientes e sustentáveis entre os jovens.
Encontrar uma linguagem ativa para que os miúdos possam intervir individual e coletivamente de uma forma mais crítica ao que consomem.

O regulamento está disponível aqui.
Imagens do concurso disponíveis aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

financ.PNG

Quando navegas na internet tens noção dos riscos?

bp.PNG

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

OE-2019 - «O que é o Orçamento do Estado?» Parlamento lança infografia com vídeo a explicar o que é o Orçamento do Estado.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

literacia_cient.png

 Download | 2018 |

 

Apresentação

 

Intitulada Literacia científica na escola, a presente publicação resulta do projeto Promoção da Literacia Científica, desenvolvido no Centro de Linguística da Universidade NOVA de Lisboa, entre 2016-2017, e financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do programa Língua e Cultura Portuguesa. Partindo dos pressupostos de que não há ciência independente das formas e dos formatos textuais que a configuram e de que a ciência desempenha um papel decisivo no desenvolvimento dos jovens, na apropriação do conhecimento e na capacidade de intervenção na sociedade, o projeto Promoção da Literacia Científica foi levado a cabo por Matilde Gonçalves (coordenadora), Antónia Coutinho, Noémia Jorge, Inês Ribeiros, Lúcia Cunha, Maria do Rosário Luís, Miguel Magalhães e Margarida Azevedo (colaboradora). Tratou-se de um projeto constituído por duas etapas: a primeira incidiu na constituição e análise de um corpus de textos de divulgação científica (disponível em http://www.literaciacientifica.pt/corpus); com base nos resultados da análise, a segunda assentou na criação de estratégias de
intervenção didática com vista à promoção da literacia científica de alunos do Ensino Básico e Secundário, tendo culminado na dinamização da ação de formação

A ação de formação, que deu origem à presente publicação, decorreu a 27 dejaneiro e 11 de fevereiro de 2017, na NOVA FCSH, e contou com 50 participantes, com perfis diversos e propósitos diferenciados: professores, investigadores, gestores de ciência, psicólogos. Articulando teoria e prática, nela foram apresentados os principais resultados da investigação e dinamizadas oficinas com propostas de didatização dos textos de divulgação científica.

 

A publicação está organizada em duas partes complementares, ambas focadas na noção de literacia científica e no trabalho com textos de divulgação de ciência; se a primeira parte é delineada por um cunho predominantemente teórico-reflexivo, a segunda assume uma feição de carácter formativo-didático.

(...)

 

Referência: Gonçalves, M. & Jorge, N. (org.) (2018). Literacia científica na escola . Lisboa: NOVA FCSH-CLUNL.

Autoria e outros dados (tags, etc)

financ.png

 

 


O Caderno de Educação Financeira 3 para o 3.º ciclo do ensino básico destina-se a apoiar alunos e professores na abordagem a temas do Referencial de Educação Financeira (REF) e pode, enquanto material de apoio à Educação Financeira, ser trabalhado nos diversos contextos curriculares de aprendizagem: no seio das disciplinas; em Cidadania e Desenvolvimento; em ofertas complementares ou no apoio ao desenvolvimento de projetos. Os temas do REF são trabalhados de forma criativa e didática, através de cinco histórias protagonizadas por alunos do 8.º e 9.º anos de escolaridade, promotores de iniciativas/aventuras apoiados pelos professores e pela família. As histórias são exploradas por atividades que procuram explicitar e completar os saberes de natureza financeira, inerentes à narrativa, bem como desenvolver atitudes e comportamentos financeiramente adequados.

 

Com esta publicação pretende-se apoiar a educação financeira dos mais novos, convictos de que esta lhes permitirá, no futuro, exercer uma cidadania financeira responsável.

 

A publicação deste Caderno de Educação Financeira, tal como os já publicados para o 1.º e 2.º ciclos do ensino básico, resulta da parceria, no âmbito do Plano Nacional de Formação Financeira, entre o Ministério da Educação (através da Direção-Geral da Educação), os supervisores financeiros (Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões) e quatro associações do setor financeiro (Associação Portuguesa de Bancos, Associação Portuguesa de Seguradores, Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios e Associação de Instituições de Crédito Especializado).

 

O lançamento oficial do Caderno de Educação Financeira 3, realiza-se no dia 27 de setembro, no Agrupamento de Escolas Francisco de Arruda, em Lisboa, sendo uma iniciativa do Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Banco de Portugal, Autoridade de Supervisão e Fundos de Pensões e Comissão de Mercados Mobiliários), conta com o apoio do Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação.

 

Referência: Lançamento do Caderno de Educação Financeira 3 | Direção-Geral da Educação. (2018). Dge.mec.pt. Retrieved 26 September 2018, from http://www.dge.mec.pt/noticias/educacao-para-cidadania/lancamento-do-caderno-de-educacao-financeira-3

Autoria e outros dados (tags, etc)

cad_ed_financ_1_ciclo.png

 Clicar na imagem para download

cad_ed_financ_2_ciclo_s.png

 

 

Estes Cadernos de Educação Financeira foram desenvolvidos no âmbito do “Protocolo de cooperação para a preparação de materiais didático-pedagógicos de apoio ao Referencial de Educação Financeira”, assinado em dezembro de 2014 pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Instituto de Seguros de Portugal), pelo Ministério da Educação e Ciência e por quatro associações do setor financeiro (APB – Associação Portuguesa de Bancos; APS – Associação Portuguesa de Seguradores; APFIPP – Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios e ASFAC – Associação de Instituições de Crédito Especializado).

 

Os cadernos têm como objetivo apoiar alunos e professores na abordagem a temas do Referencial de Educação Financeira (REF) – elaboração de um orçamento, criação de uma poupança, realização de pagamentos, ou prevenção de riscos…

 

A ação desloca-se da família para a escola e os temas do REF são trabalhados, de forma lúdico-didática, através de histórias protagonizadas pelos alunos.

 

As histórias são exploradas por atividades que procuram explicitar e completar os saberes, as atitudes e os comportamentos inerentes à narrativa. (...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor