Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2021-04-14.jpg

Terminaram no dia 31 de março as inscrições para o Oeiras Internet Challenge Nacional, iniciativa promovida pelo Município de Oeiras, através das suas Bibliotecas Municipais, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares.

Dirigido à comunidade escolar do ensino secundário, o torneio de pesquisa, seleção e avaliação de fontes de informação em linha, em forma de quiz com recurso ao Kahoot, visa o desenvolvimento de competências digitais e de literacia da informação.

Estão inscritas quarenta e cinco equipas de doze distritos de norte a sul do país, um número bastante animador. Apesar da iniciativa ter sido lançada em pleno período de ensino a distância, as bibliotecas escolares organizaram-se e não perderam a possibilidade de dar continuidade ao trabalho na área da literacia da informação, prioritária no atual contexto.    

O apuramento destas equipas foi organizado localmente por cada biblioteca escolar, de modo descentralizado e com inteira autonomia, sendo de realçar o grande envolvimento dos professores bibliotecários e o interesse dos alunos em todo o processo, já que os Kahoot de treino disponibilizados pela organização no blogue da iniciativa foram realizados 896 vezes nos meses de fevereiro e março. A mobilização foi ainda maior em dez das escolas participantes, com provas de seleção interna bastante disputadas.

A final do torneio terá lugar no dia 28 de abril, entre as 10:00 e as 12:00. Entretanto, as equipas inscritas podem continuar a treinar as suas competências de pesquisa respondendo aos “Desafios Kahoot” que vão ser lançados pela organização, no Instagram das Bibliotecas Municipais de Oeiras, nos dias 16, 17, 23 e 24 de abril, sempre às 18:00.

A todos desejamos boa sorte e ótimas pesquisas!

top_miudos2021.png

Os tempos de antena de ‘Miúdos a Votos’ vão ser transmitidos entre 6 e 23 de abril, pela Rádio Miúdos

A partir de hoje, terça-feira, dia 6, a Rádio Miúdos começa a transmitir os tempos de antena. Serão transmitidos às 10h, 16h e 21h30, de segunda a sexta-feira, até ao dia 23 de abril. Constituem três blocos distintos de forma a poderem ser transmitidos o maior número possível de trabalhos enviados pelas escolas.
 
Seguindo as regras de umas eleições políticas, cada candidato (cada livro) dispõe do mesmo tempo, um minuto e meio, para ser defendido.
Não sendo possível transmitir na Rádio Miúdos os quase 200 podcasts recebidos, todos os trabalhos poderão, no entanto, ser ouvidos no dia a seguir à transmissão dos tempos de antena. Todos os podcasts sobre cada obra ficarão disponíveis no sítio da VISÃO Júnior, neste link, no qual também será possível ouvir a emissão do dia anterior da Rádio Miúdos.
 
O calendário de transmissão, com o nome dos livros, encontra-se aqui.  

dest_7diasmedia.jpg

O GILM – Grupo Informal sobre Literacia Mediática organiza a 9.ª edição da iniciativa 7 dias com os media, que irá decorrer entre os dias 3 e 9 de maio de 2021.

Cidadãos e instituições - escolas, bibliotecas, associações, clubes, meios de comunicação social, plataformas digitais, universidades, famílias… - são convidados a criar uma ação (workshop, webinar, vídeo, apresentação, podcast, jogo, etc.) sobre o uso dos media e os seus efeitos na vida individual e coletiva. Atendendo ao contexto provocado pela pandemia Covid-19, o GILM sugere como temas centrais desta edição: a infodemia, a desinformação e as desigualdades sociais e digitais. Podem, no entanto, ser abordados outros temas, desde que se enquadrem no âmbito da iniciativa.

Num período em que os ecrãs se tornaram omnipresentes nas nossas vidas, é fundamental refletir sobre a importância que os media assumem no quotidiano, o modo como ajudam a formar opiniões e contribuem para a construção da perceção que temos do mundo e sobre aquilo que nos dão – ou não - a conhecer. Lançando o mote para esta reflexão, a iniciativa 7 dias com os media ajuda-nos a desenvolver um olhar crítico sobre a forma como usamos os media e como, através deles, comunicamos e nos expressamos.

Associe-se à semana dos media fazendo o registo da sua iniciativa na página do evento.

Captura de ecrã 2021-03-18, às 16.21.48.png

Encontra-se disponível o estudo Literacia mediática nas bibliotecas escolares, que pretende contribuir para o conhecimento do panorama geral da Educação para os Media nas bibliotecas escolares.

O estudo, realizado através da colaboração entre o Observatório sobre Media, Informação e Literacia (MILObs) do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho e a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), teve por base a aplicação, em 2019, de um questionário online à totalidade dos professores bibliotecários em funções na rede pública de Escolas e Agrupamentos. Foi validado um total de 723 questionários, que corresponde a 53% da população dos professores bibliotecários.

O fim último deste estudo é contribuir para o conhecimento do panorama geral da Educação para os Media nas bibliotecas escolares, fazendo o levantamento e identificando o tipo de atividades que nestas são realizadas naquele âmbito e, também, os principais obstáculos que se colocam ao seu desenvolvimento. O estudo pretende igualmente sugerir linhas de atuação nesta área.

Estudo disponível no portal da RBE (https://www.rbe.mec.pt/np4/2714.html).

All-Digital-Week-desktop-header@2x.png

Fonte: https://alldigitalweek.eu/

A Quarta Revolução Industrial1em curso está ancorada na ciência, tecnologia, engenharia e matemática (Science, Technology, Engineering e Mathematics - STEM) e é uma oportunidade que favorece a inclusão e bem-estar de todos os seres humanos, qualquer que seja a geografia, condição e características.

A utilização de tecnologia digital é relevante no trabalho, para todos os setores e carreiras e na forma como interagimos, nos divertimos e realizamos as tarefas no dia-a-dia.

Inteligência artificial, biotecnologia, realidade virtual e aumentada, impressão 3D, Internet das Coisas, 5G, criptomoeda, identidade digital são áreas de inovação tecnológica que integram esta revolução e que exigem cidadãos digitalmente fluentes (Digital fluencyFórum Económico Mundial 2021 2).

Na educação, a inovação tecnológica está a transformar todo o sistema: o modo como os recursos educativos são criados e distribuídos, como os alunos leem e interagem com os recursos, uns com os outros e com a comunidade e como as aprendizagens são avaliadas.

Neste contexto empresas tecnológicas – Amplify, Knewton… – e editoras digitalizam livros escolares e criam conteúdos personalizados e baseados em gaming e outras empresas, como a Khan Academy, edX, TED-Ed, Codeacademy, Stanford Online, Babbel (línguas), Class Central, “Os 7 principais sítios para educação na internet gratuita” da Forbes 3 e Coursera estão a transformar a educação através de Cursos Online Abertos Massivos (MOOC) gratuitos.

Esta oferta de educação informal constitui uma oportunidade para transformar o modo como os professores ensinam na escola e permite que:

- Todos possam ter uma experiência de aprendizagem mista (presencial e à distância) de qualidade;

- Comunidades rurais ou de difícil acesso, mas com internet, gozem de meios idênticos de acesso à educação;

- Sempre que a escola tenha que fechar, por razões de saúde, catástrofe ou conflito armado, a educação possa prosseguir.

Dada a sua importância, a formação em tecnologia digital deve ser incorporada transversalmente em todas as atividades educativas por parte de todos os professores. O DigCompEdu 4 é a estrutura de competências que os educadores necessitam desenvolver para realizar atividades de educação STEAM e a SELFIE 5 a ferramenta digital de autoavaliação STEAM para escolas e outras organizações com responsabilidades em educação.

Para incentivar e dar visibilidade ao desenvolvimento de competências digitais junto das crianças e jovens, a Rede de Bibliotecas Escolares propõe às bibliotecas a adesão à All Digital Week/ Semana Todos Digitais (vídeo 6), iniciativa da União Europeia que, desde 2010, apela a que todos os cidadãos e, sobretudo aqueles com responsabilidades em educação, incentivem e valorizem estas competências, sobretudo junto dos que delas mais estão privados.

Decorre na semana de 22 a 28 de março, mas a organização sugere que as atividades possam prolongar-se até 16 de abril e que, na atual situação pandémica, decorram em segurança, realizando-se preferencialmente na internet.

Sem que tal diminua a liberdade de intervenção de cada um, Todos Digitais sugere que as ações realizadas se foquem em quatro temas principais:

- Competências digitais básicas e literacia mediática;

- Codificação, STE(A)M e inteligência artificial;

- Aptidões digitais avançadas e empregabilidade;

- Património cultural digital.

Para além de recursos, apresenta exemplos de atividades realizadas e que podem inspirar a sua ação:

- STEM para o pré-escolar 7 que usa tecnologia com crianças dos 0 aos 6 anos, não pondo-as a trabalhar diretamente com ela (segundo Piaget, Tisseron e outros pedagogos e psicólogos infantis, esta é contraindicada pelo menos até aos 3 anos), mas para amplificar experiências como ler um poema ou contar uma história por pessoas familiares (educador, pais, amigos mais velhos).

- iRights.Lab: "O futuro da memória na Polônia e na Alemanha" - Simpósio online sobre educação histórica digital 8 que discute na comunidade questões:

  • Como podem instituições educativas, museus, lugares de memória e organizações da sociedade civil preservar a memória numa era digital?
  • Que tipos de ferramentas digitais podem envolver com sucesso um público e também ensinar sobre história?

E-Teaching : projeto para responder a problemas e apoiar professores, pais e encarregados de educação no ensino à distância;

- Cinco projetos europeus que impulsionam as competências digitais dos idosos 10 

Porque as raparigas e mulheres e pessoas com mais idade estão sub-representadas nas STEM e evidenciam menor gosto e níveis de proficiência no uso de tecnologia digital, é fundamental que os professores bibliotecários as escutem na preparação destas atividades para que elas sintam que, se destinam a todos os públicos, mas também vão ao seu encontro.

 

E porque as nossas raízes devem ser locais, mas a nossa visão deve ser global, sugere-se que o professor bibliotecário colabore, dê o exemplo e ideias, partilhando com todos a sua proposta de atividade, contando a sua história, divulgando as suas fotos e vídeos na plataforma Unite-IT 11 e nas redes sociais (# AllDigitalWeek2021) da All Digital. Em alternativa, pode aderir, sozinho ou em grupo, a atividades apresentadas por outros parceiros. Em todo o caso, o importante é participar e, sentindo-se confortável, pôr Portugal no mapa da Europa Todos Digitais (ver e adicionar eventos 12 ).

 

Referências

1. World Economic Forum. (2021a). Fourth Industrial Revolution. Davos: Autor. Disponível em: https://www.weforum.org/focus/fourth-industrial-revolution [acedido em 11 de março de 2021].

2. World Economic Forum. (2021b). Strategic Intelligence: Education and Skills. Davos: Autor. Disponível em: https://intelligence.weforum.org/topics/a1Gb0000000LPFfEAO?tab=publications [acedido em 11 de março de 2021].

3. Friedman, Z. (2019). Here Are The Top 7 Websites For Free Online Education. S.l.: Forbes, Disponível em: https://www.forbes.com/sites/zackfriedman/2019/05/29/free-online-education/?sh=6fd24d0f342b [acedido em 11 de março de 2021].

4. Redecker, C. (2017). European Framework for the Digital Competence of Educators: DigCompEdu. Luxembourg: Publications Office of the European Union. Disponível em: https://ec.europa.eu/jrc/en/digcompedu [acedido em 11 de março de 2021].

5. European Commission. (2021a). Selfie [Self-reflection on Effective Learning by Fostering the use of Innovative Educational technologies]. S.l.: Autor. Disponível em: https://ec.europa.eu/education/schools-go-digital/about-selfie_en [acedido em 11 de março de 2021].

6. Europe Union. (2021b). All Digital Week: Why join All Digital Week? See what our partners say! [vídeo] S.l.: Europe Union. Disponível em: https://alldigitalweek.eu/videos/ [acedido em 11 de março de 2021].

7. Europe Union. (2021c). All Digital Week: STEM para o pré-escolar. S.l.: Europe Union. Disponível em: http://www.unite-it.eu/profiles/blogs/stem-for-pre-schoolers-how-to-promote-stem-education-and-training?xg_source=activity [acedido em 11 de março de 2021].

8. Europe Union. (2021d). All Digital Week: iRights.Lab: O futuro da memória na Polônia e na Alemanha - Simpósio online sobre educação histórica digital. S.l.: Europe Union. Disponível em: http://www.unite-it.eu/profiles/blogs/irights-lab-invitation-the-future-of-memory-in-poland-and-germany?xg_source=activity [acedido em 11 de março de 2021].

9. Europe Union. (2021e). All Digital Week: e-Teaching. S.l.: Europe Union. Disponível em: http://www.unite-it.eu/profiles/blogs/e-teaching-1?xg_source=activity [acedido em 11 de março de 2021].

10. Europe Union. (2021f). All Digital Week: Cinco projetos europeus que impulsionam as competências digitais dos idosos. S.l.: Europe Union. Disponível em: http://www.unite-it.eu/profiles/blogs/3-european-projects-that-boost-the-digital-skills-of-elderly?xg_source=activity [acedido em 11 de março de 2021].

11. Europe Union. (2021g). All Digital Week: Unite It – e-Inclusion. Network. S.l.: Autor. Disponível em: http://www.unite-it.eu/ [acedido em 11 de março de 2021].

12. Europe Union. (2021h). All Digital Week: Events. S.l.: Autor. Disponível em: ver e adicionar eventos https://alldigitalweek.eu/events/ [acedido em 11 de março de 2021].


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor