Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Leitura em papel versus leitura em ecrã

Investigação sobre a evolução da leitura na era da digitalização

25.05.20

A evolução da leitura na era da digitalização (E-READ) é uma iniciativa de pesquisa financiada pela União Europeia, envolvendo quase duzentos académicos e cientistas de toda a Europa, estudiosos da leitura , publicação e alfabetização. 

1.png

Abril 2020 | Publicado pelo Centro Regional para el Fomento del Libro en America Latina y el Caribe, Cerlalc -Unesco

Download |

 

Este dossiê reúne artigos escritos por investigadores que estudam os efeitos que a introdução de tecnologias digitais podem ter na leitura. 

Algumas das questões abordadas nos artigos são:

  • As tendências para ler de maneira fragmentada e abrangente, promovidas pelos media digital, podem estar a afetar a nossa capacidade de ler profunda e concentradamente? 
  • Os materiais impressos têm vantagens para entender e lembrar o que lemos em comparação com os materiais digitais? 
  • Os chamados "nativos digitais" são mais competentes para a leitura de materiais digitais? 
  • Que efeitos teria o abandono da caligrafia?

 

Esta é a área de investigação que mais se tem debruçado sobre as diferenças na cognição e na compreensão que a leitura digital introduz por comparação à leitura em papel.

Referência: Dosier Lectura en papel vs. lectura en pantalla - Cerlalc. (2020). Cerlalc. Retrieved 25 May 2020, from https://cerlalc.org/publicaciones/dosier-lectura-en-papel-vs-lectura-en-pantalla/

CiiL: a construir alicerces para a leitura

Centro de Investigação e Intervenção na Leitura

30.03.20

CiiL_divulg_institucional_foto.jpg

Para construir alicerces sólidos para as próximas gerações de leitores, o CiiL (Centro de Investigação e Intervenção na Leitura) aposta na promoção das competências pré-leitoras e leitoras.

Desde 2015, a equipa CiiL aplica os resultados da investigação na implementação de uma intervenção sistematizada em contexto escolar, diretamente com as crianças a frequentar a rede pública no Município do Porto, num trabalho a par com o do professor titular/ educador.

A 18 de março de 2020 o CiiL adotou o modo virtual, com o objetivo de manter o trabalho continuado de intervenção que até aqui decorreu em modo presencial. O CiiL continua a ser o resultado do trabalho articulado de uma equipa que conta com professores, psicólogos e terapeutas de fala. Agora em contacto virtual entre si e com as crianças e pais.

Mantendo a intensidade da intervenção,  o CiiL publica nas redes sociais atividades dirigidas à promoção das competências pré-leitoras e das competências leitoras.

Na primeira semana em modo virtual partilhou atividades sob a forma de vídeo, através dos canais Facebook, Instagram, YouTube, e correio eletrónico.

O CiiL é uma parceria entre o Instituto Politécnico do Porto,  a Câmara Municipal do Porto e o Ministério da Educação. Desde 2018 beneficia de financiamento europeu NORTE 2020.

 

Conteúdo relacionado:

Que ler? Como ler? Leituras da juventude

Orientações para professores

31.01.20

atas.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Download | Download vs.2 | 2017 |

“El hecho de que tengamos juventudes tan diversas,
tanto del punto de vista económico como de las
sensibilidades, debiera hacernos pensar que la lectura
tendría que dejar de ser canónica, en término de libros
que todos deben leer para converger en una sensibilidad
compartida. Al revés, habría que enfatizar la motivación
y, por lo mismo, la singularidad o especificidad de las
distintas juventudes.”

Martín Hopenhayn, Actas del II Seminario internacional

 

El Plan Nacional de la Lectura pone a disposición las Actas del seminario internacional ¿Qué leer? ¿Cómo leer? Lecturas de juventud, que se llevó a cabo en diciembre del año 2014 en el auditorio de la Biblioteca Nicanor Parra de la Universidad Diego Portales, ante un público masivo y entusiasta de estudiantes, académicos, mediadores de la lectura, educadores, lingüistas, escritores, sociólogos, bibliotecarios, representantes editoriales, literatos, historiadores y personas relacionadas con el sector del libro y la lectura.

Al igual que la primera publicación del seminario Perspectivas sobre la lectura en la infancia, este libro resulta un material indispensable para todo aquel que se interese en la problemática de la lectura en la juventud. Servirá tanto a académicos que estudien este proceso como a responsables de políticas públicas, escritores, editores y mediadores de la lectura. (...)

 

Referência:  Actas del seminario ¿Qué leer? ¿Cómo leer? Lecturas de Juventud. (2020). Plan Nacional de la Lectura. Retrieved 31 January 2020, from http://plandelectura.gob.cl/recursos/actas-del-seminario-que-leer-como-leer-lecturas-de-juventud/

 

Ler mais >>

Etiquetas:

Trofa a ler | o desafio da leitura

Rede de Bibliotecas da Trofa

28.01.20

cartaz_TROFA a LER 2020.jpg

Trofa a ler é uma das atividades a dinamizar pela Rede de Bibliotecas da Trofa no âmbito da Semana da Leitura 2020, que decorrerá de 3 a 6 de fevereiro. Assim, no dia 4 de fevereiro é lançado o seguinte desafio:

Leia durante 10 minutos e partilhe nas redes sociais utilizando #Trofaaler2020.

Vamos todos participar neste desafio.

                                                                                                                                                                               António Pires

Coordenador Interconcelhio

Clubes de leitura no séc. XXI | e-book

Nasce o Laboratório contemporâneo de fomento da leitura, em Espanha

22.11.19

clubes.png

Download |

Este documento recoge la experiencia de la Fundación Germán Sánchez Ruipérez (FGSR) en la gestión de clubes de lectura y trata de aportar algunas pautas y direcciones para la organización de estas estrategias para facilitar a aquellos profesionales que no estén muy experimentados en este campo de trabajo, el posible lanzamiento de un esquema de esta naturaleza. También pueden ser útiles para quienes se propongan dar un nuevo impulso a lo que ahora están llevando a cabo. [...]

 

Etiquetas:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor