Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2021-05-14.jpg

O webinar "Transição Digital Nas Escolas: Desafio Ou Realidade?" surge de uma parceria entre Faro2027, a Biblioteca Municipal de Faro e a Rede de Bibliotecas Escolares, enquadrado no projeto MI.MOMO.FARO (https://mimomofaro.pt/), e vai decorrer online, no dia 17 de maio, pelas 17 horas. Destina-se a todos os professores, sendo, particularmente, aconselhado a professores bibliotecários.

A atual transformação digital coloca-nos perante contextos que são tremendamente complexos e desafiantes. O avanço do digital impacta todas as componentes da nossa vida, do social ao económico, da cultura à ecologia e a velocidades como nenhuma outra transformação marcou as nossas vidas.

A educação é um dos pilares centrais no desenvolvimento das sociedades, mas para que tal aconteça é fulcral que esta tenha a capacidade de se adaptar a estes desafios e facilite os contextos necessários para que os alunos desenvolvam as competências necessárias para usufruírem de todas as oportunidades criadas.

Este workshop centrar-se-á na apresentação de abordagens pedagógicas que possam ser facilitadores do desenvolvimento de ecossistemas de aprendizagem que se coadunem com os atuais desafios que nos são colocados. Serão também apresentados alguns projetos que servem como exemplo do desenvolvimento destes mesmos ecossistemas.

 

Conteúdos:

Educação no contexto da Transformação Digital (TD)

  • Enquadramento TD
  • Da Transformação Digital para a Transformação Digital Inteligente
  • Impactos da TD
  • Competências base
  • Desafios da Educação no âmbito da DT

Abordagens pedagógicas no contexto da TD

  • PBL - Project Based Learning
  • IBL - Inquiry Based Learning
  • ABJ - Aprendizagem Baseada em Jogos
  • Gamificação

Apresentação de caso prático

  • MIMOMOFARO: O cruzamento do Património Cultural Digital com a Aprendizagem Baseada em Jogos

Inscrições

O seminário poderá se acompanhado aqui.

Etiquetas:

2021-04-23 DIA_MUNDIAL_LIVRO_2021_FB_cover.png

Fonte da imagem: http://livro.dglab.gov.pt/sites/DGLB/Portugues/noticiasEventos/Paginas/diamundialdolivro2021.aspx

Este ano, a Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) escolheu os ilustradores Susana Diniz e Pedro Semeano para conceberem a imagem do cartazde comemoração. A dupla, conhecida por Adamastor, obteve uma Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração em 2020. O Dia Mundial do Livro é comemorado desde 1996 por decisão da UNESCO.

Leia o artigo completo no portal da RBE .

Etiquetas:

2021-04-12.png

Encontro de Bibliotecas Escolares

 

Encontro online

 

LEITURAS PARA A LIBERDADE

 

17 – 23 de abril

 

Realiza-se entre os dias 17 e 23 de abril, no concelho de Viana do Castelo, a iniciativa cultural Contornos da Palavra. A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, proporciona, durante uma semana, momentos culturais a todos os alunos, professores e educadores das escolas do concelho. Integra também o evento o ENCONTRO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES – LEITURAS PARA A LIBERDADE, organizado em colaboração com a Rede de Bibliotecas Escolares e o Centro de Formação Contínua de Viana do Castelo.

O Encontro decorre durante o dia 17 de abril e, em sessões de duas horas, durante a semana (19 – 23 de abril 2021) e foi acreditado pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua, através do Centro de Formação Contínua de Viana do Castelo, na modalidade de Curso (15 horas), relevando para progressão na carreira docente.

A participação no Encontro é livre mas sujeita a inscrição prévia. Para efeitos de acreditação, os professores interessados em participar deverão formalizar a sua inscrição através do Centro de Formação Contínua de Viana do Castelo (http://www.cfcvc.edu.pt/ ) (até ao dia 14 de abril. A esolha do workshop em que pretendem participar faz-se através de formulário próprio.

Ver programa

Etiquetas:

dest_7diasmedia.jpg

O GILM – Grupo Informal sobre Literacia Mediática organiza a 9.ª edição da iniciativa 7 dias com os media, que irá decorrer entre os dias 3 e 9 de maio de 2021.

Cidadãos e instituições - escolas, bibliotecas, associações, clubes, meios de comunicação social, plataformas digitais, universidades, famílias… - são convidados a criar uma ação (workshop, webinar, vídeo, apresentação, podcast, jogo, etc.) sobre o uso dos media e os seus efeitos na vida individual e coletiva. Atendendo ao contexto provocado pela pandemia Covid-19, o GILM sugere como temas centrais desta edição: a infodemia, a desinformação e as desigualdades sociais e digitais. Podem, no entanto, ser abordados outros temas, desde que se enquadrem no âmbito da iniciativa.

Num período em que os ecrãs se tornaram omnipresentes nas nossas vidas, é fundamental refletir sobre a importância que os media assumem no quotidiano, o modo como ajudam a formar opiniões e contribuem para a construção da perceção que temos do mundo e sobre aquilo que nos dão – ou não - a conhecer. Lançando o mote para esta reflexão, a iniciativa 7 dias com os media ajuda-nos a desenvolver um olhar crítico sobre a forma como usamos os media e como, através deles, comunicamos e nos expressamos.

Associe-se à semana dos media fazendo o registo da sua iniciativa na página do evento.

2021-03-22 EH2021 - FB Event_Partner_1.png

Fonte da imagem: https://cutt.ly/pxksHm6

A Hora do Planeta é uma iniciativa global em que, através de uma ação simbólica - apagar as luzes a uma mesma hora – os cidadãos manifestam, perante si próprios e os líderes mundiais, a sua preocupação e compromisso pela defesa do planeta.

Organizada pela World Wide Fund for Nature/ Fundo Mundial para a Natureza (WWF), surgiu pela primeira vez em 2007 em Sydney (Austrália) e decorre todos os anos no final de março, devido à proximidade entre o equinócio da primavera 1, no Hemisfério Norte e o equinócio de outono, no Hemisfério Sul. A aproximação de equinócios nesta data permite que o final do dia tenha a mesma duração, 12 horas, e aconteça em momentos próximos nos dois hemisférios, provocando um efeito visual maior - em latim equinócio significa noite (nox) igual (aequus).

Em 2021 a WWF elegeu como tema da sua ação Água e Alterações Climáticas e pede a todos para sábado, 27 de março, apagarem a luz durante uma hora para mostrarem o seu compromisso com o planeta. Em Portugal a hora do apagão é entre as 20:30 e as 21:30 horas.

No contexto da pandemia Covid-19 a organização solicita que, por razões de segurança, durante a hora assinalada as ações decorram em ambiente digital. Para o efeito, propõe um conjunto de 20 ações 2 inspiradoras que aprofundam conhecimentos e reforçam pertença à comunidade ambientalista. Exemplos destas ações:

- Desligar luzes não essenciais durante uma hora, ADN da iniciativa;

- Fazer uma refeição às escuras ingerindo alimentos saudáveis para pessoas e planeta;

- Fazer uma sessão de leitura – conversa de roda em família, tertúlia ou discussão digital (literária, científica, poética – 21 de março é Dia da Poesia 3 …) com amigos e convidados - à luz das velas.

 

2021-03-22 EH 2021 English Global Print Ad Landsca

Fonte da imagem: https://cutt.ly/pxks0di

A organização sugere a utilização de recursos:

          - O documentário Our Planet 4 produzido com o WWF e Silverback Films, narrado pelo naturalista britânico David Attenborough, acerca da vida selvagem, da beleza da Terra e da ameaça que a crise climática representa para a sobrevivência das espécies, incluindo o homem. Nosso Planeta: Nosso Negócio - e O que é biodiversidade?  - faz parte desta série em 8 episódios.  que vem acompanhada de recursos para escolas e jovens 5 (guiões, livros, questionários, quizes…)

          - O Festival de Cinema Ambiental na Capital da Nação 6, cuja seleção de filmes está disponível por tempo limitado.

          - Saiba mais sobre as questões: Perda da natureza e biodiversidade (e.g. Porque a destruição da natureza aumenta o risco de pandemias?), Mudanças climáticas (e.g. Porque as mudanças climáticas impulsionam ainda mais a perda da natureza e da biodiversidade?), As soluções e como posso ajudar (e.g. Como posso reduzir a minha pegada de carbono?), O que posso eu fazer [para ter uma vida mais sustentável]?

Também pode gostar de consultar as curtas metragens premiadas do Mobile Film Festival 2019 da ONU (#ActNow​ on climate change): Wallet 7Scream 8Aquametragem 9Declaração 10 ou as histórias da rádio ZigZag, cantadas, como A menina do mar 11 ou ditas, como O rio em perigo pela voz das crianças ou a rubrica desta rádio Um minuto de ciência por dia (e.g. Porque é que a água é H2O? 12) ou pode ainda preferir visitar digitalmente locais como Aqueduto das Águas Livres 13Reservatório da Mãe de Água 14 Etar de Évora 15.

          - Petição sonora pelo planeta, juntando a sua voz às pessoas de todo o mundo, exigindo a tomada urgente e eficaz de decisões em prol da redução de emissões de dióxido de carbono;

          - Concurso de cartazes para sensibilizar à participação na Hora do Planeta – pode ganhar camisola da iniciativa e dinheiro;

          - Jogar Heads Up! 16, jogos de tabuleiro, criar o próprio jogo de cartas com perguntas ou elementos da biodiversidade para representar graficamente, criar um minigolfe com objetos de uso doméstico, praticar ioga (14 poses com nomes de animais17);

          - Desafios artísticos: fotografia noturna com pouca luz ou à luz das velas ou pintura com luz (guia 18), silhuetas, pintura com tinta néon que brilha no escuro, desfile de moda ecológico e inclusivo.

Porque 22 de março é Dia Mundial da Água O Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva promove A última gota 19 que inclui um Ciclo de Conversas com especialistas sobre o tema transmitido em direto no YouTube, bem como recursos divertidos e acessíveis a todos os níveis de ensino.  

Neste contexto o bgreen // ecological film festival 20 da escola profissional do INA promove um concurso de vídeos sobre questões ambientais dirigido a estudantes do ensino básico e secundário de qualquer parte do mundo.  

Sobre a crise climática há dois autores que pode querer ler: Paul Crutzen, químico especialista em meteorologia, vencedor do Prémio Nobel que, com o biólogo Eugene Stoermer, cunhou o termo Antropoceno (2020) e Bill Gates que recentemente publicou o livro Como evitar um desastre climático (último capítulo disponível no artigo do jornal Público Bill Gates: “O que cada um de nós pode fazer “para evitar o desastre climático).

Antropoceno, a era dos humanos, é marcada pelo aquecimento global, poluição atmosférica, contaminação da água e acidificação dos oceanos e extinção de espécies de seres vivos, numa escala sem precedentes que agravará as desigualdades sociais e colocará em perigo a sobrevivência do ser humano na Terra.

Bill Gates considera que, comparando com o problema da pandemia Covid-19, “O clima é muito mais difícil [de resolver] por causa da escala. Precisamos de construir fábricas de vacinas para vacinar o mundo, mas, para o problema do clima, temos de reconstruir todas as fábricas de aço, todas as fábricas de gás e de carvão, de cimento”, de criar toda uma infra-estrutura de produção e consumo verde em todos os países. Para “evitar um desastre climático” são precisas políticas criativas com uma visão de longo prazo que ponha empresas, cientistas e governos a trabalhar juntos; inovação tecnológica (e.g. captação direta de CO2, carros elétricos, combustível ecológico para aviação, carne artificial); alteração de setores económicos, como o da eletricidade que terá que ser planeado em muito maior escala e das energias alternativas; mudança da política fiscal (a produção de CO2 deverá ser taxada); nos países ricos consumir menos, inclusive carne; ter cadeias de fornecimento mais curtas. Quem tem que liderar o processo de transformação verde são os países ricos e não “os mais pobres que nada fizeram para criar o problema” e que são os mais afetados. “O número de pessoas com conhecimento no mundo, a capacidade dos cientistas para trabalharem em conjunto e o sentido de que os jovens querem um compromisso moral para algo maior do que o seu sucesso individual” são razões que permitem ao bilionário e filantropo norte-americano ser otimista (Bill Gates em entrevista: “Mudar o nível de vida dos países ricos não resolve as alterações climáticas” do Público).

Tendo por base a Estratégia Nacional de Educação Ambiental 21 cabe ao professor bibliotecário abordar o currículo com uma consciência ecológica baseada numa relação de proximidade e interdependência entre os seres humanos, as outras espécies e a Terra.

Além da divulgação dos recursos atrás elencados, a Rede de Bibliotecas Escolares associa-se ainda à ação A Hora do Planeta, propondo a atividade A hora do planeta: todas as horas contam, cuja planificação foi elaborada de acordo com as orientações do referencial Aprender com a biblioteca escolar.

 

Referências

1. 7 Graus. (s.d.). Calendarr: Equinócio de Primavera. S.l.: Autor. Disponível em: https://www.calendarr.com/portugal/equinocio-da-primavera/ [acedido em 19 de março de 2021].

2. World Wide Fund for Nature. (2021). Hora da Terra: Blogue e Notícias. Suiça: Autor. Disponível em: https://cutt.ly/Az6C4k5

3. 7 Graus. (s.d.). Calendarr: Dia da Poesia. S.l.: Autor. Disponível em: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-da-poesia/

4. Alastair Fothergill, A.; Scholey, K.; Butfield, C. (prod.) Attenborough, D. (nar.). (2019). Our Planet. Reino Unido: Netflix. Disponível em: https://www.netflix.com/pt/title/80049832

5. World Wide Fund for Nature. Netflix. (2019). Our Planet: Schools And Young People. UK: Autor. Disponível em: https://www.ourplanet.com/en/schools-and-youth/

6. Green Film Network. (2021). Environmental Film Festival in the Nation’s Capital. Washington, D.C.: Autor. Disponível em: https://dceff.org/2020online/

7. Mobile Film Festival: Wallet 7 https://www.youtube.com/watch?v=TFr_TcTZ5WI

8. Legout, G. Mobile Film Festival: Scream. Ftança: https://www.youtube.com/watch?v=hHprVYZrxJU

9. Lobo, M. (2019). Mobile Film Festival: Aquametragem. Lisboa: Agência de Energia e Ambiente de Lisboa; EGEAC. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=5P6IA7hcUuQ

10. Murad, D. (2019). Mobile Film Festival: Déclaration. Brazil: Estúdio Lingus. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zZKHazxRyZM

11. Rádio ZigZag, (2017). Conta-nos uma história: A menina do mar.l.: Autor. Disponível em: https://www.rtp.pt/play/zigzag/p3935/e315909/conta-nos-uma-historia

12. Rádio ZigZag. (2019). Um Minuto de Ciência por dia não sabes o bem que te fazia: Porque é que a água é H2O? S.l.: Autor. Disponível em: https://www.rtp.pt/play/zigzag/p2739/e403973/1-minuto-de-ciencia-por-dia-nao-sabes-o-bem-que-te-fazia

13. Aqueduto das Águas Livres. Lisboa. Disponível em: https://roundme.com/tour/576333/view/1884839/

14. Reservatório da Mãe de Água das Amoreiras – Jardim Amoreiras. Lisboa (Portugal). Disponível em: https://roundme.com/tour/578262/view/1884862/

15. EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres, S.A. (2021). Educação Ambiental: Visita guiada à ETAR de Évora. Évora: Autor. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zARiViyZd_4

16. WikiHow. (2020). Como jogar o Heads Up! S.l.: Autor. Disponível em: https://www.wikihow.com/Play-Heads-Up

17. Crawford, B. (s.d.). 14 poses de ioga com nomes de animais. S.l.: Love to Kow. Disponível em: https://yoga.lovetoknow.com/Yoga_Poses_with_Animal_Names

18. Canon. (s.d.). Fotografia light painting. S.l.: Autor. Disponível em: https://www.canon-europe.com/get-inspired/tips-and-techniques/light-painting-photography/

19. O Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva. (2021). A última gota. Lisboa: Autor. Disponível em: https://www.pavconhecimento.pt/a-ultima-gota/

20. INA. (2021). bgreen // ecological film festival. Santo Tirso: Autor. Disponível em: http://www.bgreenfestival.com/como-posso-participar/

21. Agência Portuguesa do Ambiente. (2017). Estratégia Nacional de Educação Ambiental. S.l.: Autor. Disponível em: https://enea.apambiente.pt/


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor