Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



abrantes.jpg

por Bruno Vieira Amaral

Chegados à Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes, caminhamos até à estrebaria. Uma rapariga escova o dorso de um cavalo. Cuida dele. Sílvia diz-me que estão muito ligadas aos animais. São imponentes, os cavalos. Portentosos. Ameaçadores. É natural a ligação entre as raparigas e os animais. O que se estabelece entre ambos não é uma relação de poder ou subjugação, mas uma cumplicidade até à união total em que o homem domina sem se impor e o cavalo obedece sem se sujeitar. A rapariga, bela como toda a juventude que se ignora, dá-me um pedaço de cenoura para que o cavalo venha comer à minha mão. É isso que ele faz. Por momentos, também participo nessa união, deixo de estar arredado desse grande convívio. Penso no conto de Leopoldo Lugones, "Os Cavalos de Abdera" e o que até hoje li como uma alegoria ou uma fábula, parece-me subitamente mais realista do que nunca. Nos seus movimentos cuidadosos, nos seus olhares um tanto abstraídos de tudo o que existe e não é cavalo, as raparigas dizem-me que a uni-las aos animais há algo mais profundo e decisivo do que aquilo que as liga aos outros humanos. Tenho a impressão justa e pavorosa, de que seriam capazes de sacrificar qualquer um de nós - desde logo a mim, forasteiro acabado de chegar, intruso nos seus domínios - para salvarem os seus belos cavalos. E isso, como tudo o que é terrível, também é belo.

 

Entrevista com os alunos junto aos respetivos cavalos. Cada aluno tem o seu cavalo pelo qual é responsável.

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes | escolas improváveis

Uma publicação partilhada por Rede de Bibliotecas Escolares (@rbe_pt) a

 

A Biblioteca Escolar

A EPDRA integra a rede de bibliotecas escolares do Ministério da Educação. O projeto consistiu na renovação do espaço, do equipamento da biblioteca e na aquisição de novos livros e outros recursos.

 

A Biblioteca situada no Centro Escolar pretende servir da melhor forma a comunidade educativa. Está aberta durante o dia em horário normal de funcionamento de aulas, consoante a disponibilidade dos docentes que compõem a equipa. À tarde em horário fixo, de domingo a 5ª feira das 18h30 às 22horas, com um pequeno intervalo para o jantar.

 

É um espaço agradável de encontro, estudo e partilha de leituras e amizades onde se pode encontrar audiovisuais, computadores, livros das áreas técnicas dos cursos que a escola disponibiliza e literatura em geral para ser consultada/requisitada. Para quem preferir ler de forma digital, só necessita requisitar um dos ereaders que existem para o efeito.

 

Às quartas-feiras das 10 às 12 horas a Biblioteca desloca-se para a Herdade e ganha cor e cheiro verde, para que os alunos possam também lá fazer as suas requisições e fazer os seus pedidos para a semana seguinte.

 

 

***

 

Nesta Escola os alunos aprendem a fazer vinho e cerveja artesanal de qualidade. Aqui fica a descrição do processo, feita na Adega, pelo prof. Paulo Vicente:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

Entrevista sobre o MILD com Carlos Pinheiro, na Antena 1 (Ouvido Crítico).

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

gestao.png

No quadro das novas políticas educativas, Maria do Céu Roldão, agora em coautoria com Sílvia de Almeida, retoma a reflexão sobre autonomia das escolas e flexibilização curricular procedendo a uma atualização do livro Gestão Curricular – Para a Autonomia das Escolas e dos Professores.

Dada a relevância desta publicação entendeu a DGE apoiar esta reedição/atualização, disponibilizando-a agora à comunidade educativa, em particular às escolas.

 

Referência: (2018). Dge.mec.pt. Retrieved 17 December 2018, from http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/Curriculo/AFC/livro_gestao_curricular.pdf

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

flexibilidade.PNG

Ariana Cosme | Setembro 2018Download do estudo

 

INTRODUÇÃO
Este é um documento através do qual se torna público o Estudo Avaliativo do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular (PAFC), um projeto desenvolvido em regime de experiência pedagógica, por 226 agrupamentos escolares e escolas não agrupadas (Cf. Anexo 1)1, da rede pública e privada de ensino, cujos órgãos de direção/administração e gestão manifestaram interesse e decidiram implementar.

 

Foi ao abrigo do Despacho no 5908/2017, publicado Diário da República n.o 128/2017, Série II de 2017-07-05, que durante o ano letivo de 2017/18 se desenvolveu o referido projeto, em regime experimental, o qual constitui o objeto da avaliação que se partilha através deste relatório.

 

Nesta sequência, promoveu-se um estudo avaliativo compreensivo (modelo orientado para a gestão in Worthen e Sanders, 1987) daquele projeto, tendo como preocupação central a identificação e disponibilização de informação relevante para a fundamentação de decisões de gestão por parte do Ministério da Educação (Afonso, 2005).

 

Assim, mais do que medir, descrever ou julgar (Guba e Lincoln, 1989), pretendia-se contribuir para estimular os atores educativos no terreno, levando-os a participar nesse processo de modo a que, como defendia Kemmis (1988), a avaliação possa ser entendida como um processo através do qual se projetam, obtêm, conferem e organizam informações e argumentos que resultam da reflexão sobre o problema em debate.

 

Na linha de Natércio Afonso (2005), este estudo avaliativo teve como preocupação central “a recolha de informação fiável e sistemática sob aspetos específicos da realidade social usando procedimentos empíricos com o intuito de gerar e interrelacionar conceitos que permitem interpretar essa realidade” (p. 14). (...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Emilia Ferreiro, especialista do mundo em alfabetização, fala sobre a importância de valorizar que as crianças escrevam conforme as suas ideias.

Vídeo da série Grandes Diálogos, publicado no site da revista Nova Escola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Agora que o novo ano lectivo começou, deixamos aqui um texto escrito e lido por Eduardo Sá, sobre "As Crianças e a Leitura".

"As histórias fazem mal às crianças"

Texto apresentado, no passado dia 19 de Abril, no "10 de letra - jornadas literárias", que se realizou no Auditório Maestro Frederico de Freitas (SPAUTORES)

 

 

 

Ou, se preferir, oiça o podcast: 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Jesús C. Guillén é pesquisador e professor do curso de pós-graduação em neuroeducação da Universidade de Barcelona e autor do blog: 'School with an brain'.

 

No seu último livro 'Neuroeducación en el aula. Da teoria à prática 'apresenta uma nova perspetiva sobre como melhorar os processos de aprendizagem graças ao conhecimento do funcionamento do cérebro. "A partir da abordagem de neuroeducação é essencial uma aprendizagem de, e para a vida", diz ele.

 

O pesquisador destaca as funções executivas que influenciam o sucesso na vida de uma pessoa, tais como a memória de trabalho, a capacidade de recordar informações e a flexibilidade cognitiva e salienta a importância que estas têm na educação. "As funções executivas diferenciam-nos de outras espécies, permitem-nos planear e tomar decisões apropriadas." Para Guillén, a neuroeducação é um avanço para metodologias ativas de aprendizagem, pois estimula o desenvolvimento de várias habilidades para a vida. Isso é possível graças à plasticidade do nosso cérebro. "Não dizemos que aprender matemática ou ler não seja importante, mas eles devem partilhar um papel de liderança com outras disciplinas, como educação física, educação artística e educação emocional". Conclui o pesquisador.

 

Tradução livre do espanhol com supressões.

 

Ver programa completo.

 

Referência: ¿Para qué educamos?. (2018). BBVA Aprendemos Juntos. Retrieved 18 September 2018, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/para-que-educamos-jesus-c-guillen/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

asli-yilmaz-350054-unsplash.jpg

Photo by Aslı Yılmaz on Unsplash

 

As Aprendizagens Essenciais (AE) referentes ao Ensino Secundário são homologadas pelo Despacho n.º 8476-A/2018 , de 31 de agosto.

 

Nos documentos das AE, as menções efetuadas aos anos de escolaridade não prejudicam, no âmbito dos cursos profissionais, a organização e desenvolvimento das Aprendizagens.

 

Formação Geral

Disciplinas

Anos

10.º

11.º

12.º

Português

PDF

PDF

PDF

Filosofia

PDF

PDF

 

Inglês Continuação

PDF

PDF

 

Alemão Iniciação

PDF

PDF

 

Alemão Continuação

PDF

PDF

 

Espanhol Iniciação

PDF

PDF

 

Espanhol Continuação

PDF

PDF

 

Francês Iniciação

PDF

PDF

 

Francês Continuação

PDF

PDF

 

Educação Física

PDF

PDF

PDF

Português Língua Não Materna (PLNM)

Níveis de Proficiência

Nível A1

Nível A2

Nível B1

Formação

Específica

Disciplinas

Anos

10.º

11.º

12.º

Desenho A

PDF

PDF

PDF

História A

PDF

PDF

PDF

Matemática A

PDF

PDF

PDF

Biologia e Geologia

PDF

PDF

 

Economia A

PDF

PDF

 

Física e Química A

PDF

PDF

 

Geografia A

PDF

PDF

 

Geometria Descritiva A

PDF

PDF

 

História B

PDF

PDF

 

História da Cultura e das Artes

PDF

PDF

 

Alemão Iniciação

PDF

PDF

 

Alemão Continuação

PDF

PDF

 

Espanhol Iniciação

PDF

PDF

 

Espanhol Continuação

PDF

PDF

 

Francês Iniciação

PDF

PDF

 

Francês Continuação

PDF

PDF

 

Latim A

PDF

PDF

 

Literatura Portuguesa

PDF

PDF

 

Matemática Aplicada às Ciências Sociais

PDF

PDF

 

Matemática B

PDF

PDF

 

Antropologia     PDF
Biologia     PDF
Ciência Política     PDF

Clássicos da Literatura

 

 

PDF

Direito

 

 

PDF

Economia C

 

 

PDF

Filosofia A

 

 

PDF

Física

 

 

PDF

Geografia C

 

 

PDF

Geologia

 

 

PDF

Grego

 

 

PDF

Inglês Continuação

 

 

PDF

Alemão Iniciação

 

 

PDF

Alemão Continuação

 

 

PDF

Espanhol Iniciação

 

 

PDF

Espanhol Continuação

 

 

PDF

Francês Iniciação

 

 

PDF

Francês Continuação

 

 

PDF

Latim B

 

 

PDF

Literaturas de Língua Portuguesa

 

 

PDF

Materiais e Tecnologias

 

 

PDF

Oficina de Artes

 

 

PDF

Oficina de Multimédia B

 

 

PDF

Psicologia B

 

 

PDF

Química

 

 

PDF

Sociologia

 

 

PDF

Aplicações Informáticas B     PDF 

 

Referência: Aprendizagens Essenciais - Ensino Secundário | Direção-Geral da Educação. (2018). Dge.mec.pt. Retrieved 1 September 2018, from http://www.dge.mec.pt/aprendizagens-essenciais-ensino-secundario


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

computer.png

 Download |

 

"Ciência Unplugged Computer" (Computador desconectado) é um livro de 243 páginas  em espanhol com uma variedade de recursos para apresentar aos alunos o mundo da computação e programação, sem necessidade de dispositivos eletrónicos de qualquer tipo.

 

Para utilizá-lo, não é necessário ter conhecimentos prévios de informática, já que as atividades propostas partem do básico para, de forma incremental, orientar o aluno a compreender conceitos avançados de informática, programação e algoritmos.

 

Todos os exercícios são planeados para que possam ser feitos em qualquer sala de aula, pois requerem apenas lápis, papel e, no máximo, alguns cartões que são distribuídos no próprio livro. Cada exercício é acompanhado por uma série de instruções para o professor com um guia sobre como apresentá-los em sala de aula.

 

CS Unplugged é projetado para crianças a partir dos 7 anos de idade, embora alguns exercícios sejam mais recomendados para estudantes de 9 a 11 anos de idade ou mais. É, portanto, um recurso ideal para introduzir a ciência da computação na escola primária e até secundária.

 

CS Unplugged é um livro grátis. Aqui pode aceder ao seu site oficial onde encontrará todas as informações. 

 

 

Referência: Computer Science Unplugged | Code EducaLAB. (2018). Code.educalab.es. Retrieved 31 July 2018, from http://code.educalab.es/computer-science-unplugged/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Neste vídeo pode (re)ver as intervenções dos participantes do evento que tiveram lugar no período da manhã: 

 

9h30 

Sessão de Abertura
· Secretário de Estado da Educação, João Costa
· Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia
· Presidente do Conselho Intermunicipal da Beira Baixa, Luís Pereira
· Presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco, António Fernandes
· Diretor do A. E. Amato Lusitano, João Belém

 

10h00 

João Costa - Secretário de Estado da Educação "Autonomia e Flexibilidade Curricular – Competências Século XXI"
Moderadora: Maria Margarida Guimarães – Diretora do Agrup. de Escolas de Vila de Rei

 

11h30 

Maria João Horta - Sub Diretora Geral de Educação (DGE)
-"Perfil do Aluno e Projetos DGE"
Moderador: António Carvalho - Diretor do Agr. de Escolas Nuno Álvares

 

12h30 

José Miguel – Diretor do CFAE EDUFOR
-"Oportunidades Educativas e boas práticas: Erasmus+ & Ambientes Educativos Inovadores"
Moderador: José Almeida- Diretor do Agr. de Escolas Verde Horizonte-Mação

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor