Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



formacao.PNG

 

A pós-graduação em Educação Literária e Literatura para a Infância e Juventude b-learning, apresenta-se como uma resposta às necessidades de formação especializada na área sentidas no terreno.

Com efeito, a proliferação editorial para a infância, aliada às recentes diretrizes governamentais no domínio da Educação literária, contrastam com a escassa oferta de formação de mediadores em geral, e de docentes em particular.

 
 

​Esta pós-graduação alia um conjunto diversificado de aproximações ao livro literário para a infância e juventude (género, ilustração, edição…) a uma componente prática de experimentação de técnicas de abordagem a este produto estético, sob o ponto de vista artístico, formativo e afetivo, constituindo, deste modo, um importante meio de formação para todos aqueles que, conscientes do poder da leitura, procuram respostas para aproximar o livro do seu leitor preferencial, numa perspetiva de  formação não apenas leitora e literária, mas também de cidadania ativa.

A modalidade b-learning permite que o curso se torne acessível a alunos a residir em qualquer ponto do país, e também no estrangeiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

cartaz.PNG

Informação - sítio oficial | Inscrições |

 

As III Jornadas Interconcelhias são promovidas pelas bibliotecas escolares e municipais de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, com a colaboração das Câmaras Municipais dos três concelhos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e o Centro de Formação do Alto Cávado (CFAC). Encontro acreditado pelo C.C.P.F.C. como Curso de Formação com a duração de 25 horas.

 

As III Jornadas têm como destinatários educadores e professores de todos os níveis de ensino e também profissionais ligados ao trabalho das bibliotecas.

 

Será, no entanto, dada prioridade aos docentes dos agrupamentos/escolas e aos profissionais ligados ao trabalho dos concelhos de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manuela Silva, Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares

 

O município de Figueira de Castelo Rodrigo juntou durante dois dias alunos, professores e especialistas para promover práticas Educativas Inovadoras.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

encontro_9_10 julho_com logos.jpg

Programa |

 

Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira | 09 e 10 de julho/2019

Autoria e outros dados (tags, etc)

encontro.PNG

Programa | Registo | Informações práticas |

 

O Evento

Ciência 2019 é mais uma edição do encontro anual dos investigadores portugueses.

2019 é um ano especial repleto de celebrações científicas: 100 anos da expedição de Arthur Eddington a São Tomé e Príncipe, 100 anos da União Astronómica Internacional (IAU), 50 anos da primeira aterragem do homem na Lua, 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães, e 150 anos da criação da Tabela Periódica dos Elementos Químicos, tendo as Nações Unidas e a UNESCO declarado que 2019 seria o Ano Internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos.

O Encontro Ciência 2019 destina-se a promover o debate alargado dos principais temas e desafios da agenda científica para além do universo da investigação. Por isso, este encontro tem como principal objetivo estimular não só a participação como a interação entre investigadores, setor empresarial e público em geral.

É promovido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia em colaboração com a Agência Nacional de Cultura Científica e Tecnológica Ciência Viva e a Comissão Parlamentar de Educação e Ciência, tendo o apoio institucional do Governo através do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O Encontro Ciência 2019 conta ainda com o Reino Unido como país convidado, com o qual Portugal tem a mais antiga aliança internacional em vigor.

Estamos certos que, com a colaboração de todos, criaremos mais um grande momento único de reflexão anual sobre o estado da Ciência e da Tecnologia em Portugal e na Europa.

Zita Martins
Comissária do Ciência 2019

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

BANNER.png

A Rádio Miúdos dá a conhecer um Torneio Nacional de rádio sobre hábitos de consumo entre os jovens e como melhorá-los

CONSUMIR COM CABEÇA é o nome de um torneio que se vai desenrolar em direto na emissão da Rádio Miúdos em escolas de todo o país.

 


A Rádio Miúdos produz este torneio a nível nacional para os alunos do 3o ciclo, (7o, 8o e 9o anos).

 

Todas as escolas públicas e privadas do país poderão participar.

 


E a forma de o fazer, é compor um spot de rádio sob o tema do consumo ou consumismo. A fase de recepção de trabalhos teve início hoje e vai até ao dia 3 de Novembro de 2019.

 


Os dois melhores trabalhos das 7 regiões (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira), serão selecionados para participar nas finais regionais, a partir de Janeiro de 2020.

 

 

Nestas finais regionais (que serão transmitidas em direto na Rádio Miúdos) as equipas estarão no estúdio ao vivo, para responder a desafios e ao questionário, propostos durante o programa.

 


O evento conta ainda com uma oficina de rádio, onde os miúdos irão praticar algumas actividades da rotina de uma estação.

 


Uma grande final irá depois acontecer nos estúdios da Rádio Miúdos a 24 de Junho, onde as equipas (vencedoras a nível regional) estarão frente a frente, para apurar os 3 primeiros a nível nacional.

 


CONSUMIR COM CABEÇA é um concurso radiofónico produzido pela Rádio Miúdos, com o apoio do Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores e foi construído com base no Manual de Educação do Consumidor bem como no Referencial de Educação do Consumidor, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, regendo-se pelas informações e diretivas dos mesmos.

 


Alguns dos temas de abordagem são propostos desde já – alimentação, publicidade e media, jogos e brinquedos e saúde e segurança, entre outros.

 


O concurso foi hoje divulgado às escolas e é já o terceiro concurso radiofónico criado pela Rádio Miúdos para os alunos do ensino básico do país, depois de “põe a tua terra nos píncaros”, 2016/17 e “Um herói da tua terra” 2018/19.

 


Para descarregar o Regulamento, clique aqui ou aceda em:
http://bit.do/RegulamentoConsumirComCabeca

Contactos da Rádio Miúdos:
geral@radiomiudos.pt |+351 262 609 239 | +351 934 309 421

Autoria e outros dados (tags, etc)

siee.png

Apresentação | Inscrição | Temas | Oradores convidados |

 

O 21º SIIETomar2019 decorre em Tomar, de 21 a 23 de novembro, numa organização conjunta do Politécnico de Castelo Branco e do IPT . Instituto Politécnico de Tomar.

 

Submissões de artigos até 21 de julho de 2019

 

O SIIE 2019 recebe propostas de artigos completos e posteres. Será também organizado um Simpósio Doutoral.

 

Os artigos completos devem ser originais, relatórios não publicados de trabalho significativo ou integrar  pesquisas em desenvolvimento relacionadas com os temas da conferência. As submissões devem ser limitadas a um número máximo de 6 páginas.

 

Os pósteres devem descrever trabalhos em andamento, incluindo preferencialmente alguns resultados preliminares. As submissões devem ser limitadas a um número máximo de 2 páginas.

 

A Comissão de Programa terá em conta a qualidade, a originalidade e a relevância dos trabalhos. A Comissão de Programa pode aceitar como póster um texto originalmente submetido como artigo completo. Nesse caso, será solicitado aos autores que enviem uma versão final limitada a um máximo de 2 páginas.

 

O SIIE 2019 incluirá um Simpósio Doutoral. Pretende-se reunir estudantes de doutoramento que trabalham na área das TIC em Educação. O Simpósio Doutoral dar-lhes-á a oportunidade de apresentar a sua investigação e de a discutir com os pares. As submissões devem ter um único autor, mas o nome dos orientadores deve ser mencionado no artigo. As submissões devem ser limitadas a 4 páginas.

 

 Todas as contribuições devem ser escritas em inglês (preferencialmente), português ou espanhol usando o modelo IEEE (https://www.ieee.org/conferences/publishing/templates.html).

Todas as propostas devem ser submetidas através da plataforma EasyChair em https://easychair.org/conferences/?conf=siie20190

 

Publicação

Os trabalhos aceites e os pósteres serão publicados nas Atas do SIIE 2019, disponibilizadas  durante o evento.  Estas atas serão publicadas como post-proceedings na IEEE Xplore.

 

Os autores com os melhores trabalhos serão convidados a preparar e submeter versões ampliadas para serem integradas, após uma nova revisão por pares, para publicação nas edições das seguintes publicações científicas:

 
SIIE Tomar no Facebook

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Referência: VIVO, A., INTERMEDIO, E., COCINA, P., TARDE, M., NOCHE, L., PARDO, L., & OBJETIVO, E. (2019). El milagro portugués: ¿cómo pasar del 45% de analfabetismo a convertirse en el modelo de la educación?LaSexta. Retrieved 25 June 2019, from https://www.lasexta.com/programas/el-intermedio/gonzo/como-pasar-de-un-45-de-ciudadanos-analfabetos-a-convertirse-en-el-milagro-educativo-el-ministro-de-educacion-de-portugal-nos-da-las-claves-video_201906245d1137d10cf2f662f39b3fc5.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

festim.png

Saber mais

 

ESTA NOITE GRITAMOS

 

O Esta noite grita-se é uma iniciativa de leitura pública de textos de teatro que entra agora na sua 3a temporada, tornada festim. Um festim que celebra o lugar da palavra no espectáculo teatral, o seu som, a sua musicalidade, o seu sabor, o seu cheiro.

 

Começou-se informalmente, no início de 2017, no Bar Irreal e na Fábrica Braço de Prata, tentado mostrar o entusiasmo com a leitura crua dos textos, evidenciando o potencial do texto dramático sem recurso à encenação. Tentou-se ouvir de perto as palavras dos autores, procurando, talvez, uma maneira diferente de dizer e fazer escutar. Estas leituras não obedecem por isso ao cânone de “leituras encenadas”. Quer-se partilhar com o público

 

o entusiasmo que um actor sente quando, nos ensaios de mesa, começa a descobrir os cantos e recantos do texto. Quando os diferentes significados começam a emergir e as personagens a ganhar forma dentro da cabeça, surgindo, ainda rudes, na voz dos actores. Sabe-se que um texto teatral, apresentado desta forma, é criatura frágil, desconfiada, ambígua por vezes. Mas antes assim, assume-se o risco, prepara-se cada texto em conjunto com os actores e leva-se à cena exactamente quando se tem tantas dúvidas que se precisam de partilhar com o público.

 

Este ano decidiu-se crescer. Conta-se agora com a leitura de 6 textos na programação principal, em diversos espaços de Lisboa, algumas visitas a Montemor-o-Novo, uma festa de abertura e o convite à participação da Escola de Mulheres, com a sua Da Voz Humana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

leer.jpg

 Retransmisión en directo del 11 de junio

 Retransmisión en directo (sesión de tarde)

 Retransmisión en directo del 12 de junio

 Retransmisión en directo del 12 de junio (sesión de tarde)

 

¿Cuáles son los desafíos de la lectura y de la formación de lectores en la actualidad? Esta es la propuesta del encuentro Leer Iberoamérica Lee 2019, que bajo el lema Las otras caras de la lectura se celebra en la Biblioteca Nacional de España, como parte de los eventos de la Feria del Libro de Madrid.

 

El encuentro, que pretende profundizar sobre cuáles son los desafíos de la lectura y de la formación de lectores en la actualidad, contará con representantes de treinta y cinco de las iniciativas más relevantes de distintos países iberoamericanos (Argentina, Brasil, Colombia, Chile, España, México, Portugal…) quienes van a dialogar críticamente, compartir espacios, experiencias y propuestas.

 

La pregunta movilizadora del encuentro: ¿Qué significa formar lectores hoy?, se desarrolla en torno a cinco ejes: la participación de la sociedad civil, las políticas públicas de lectura, la formación de nuevos lectores, las nuevas virtualidades, los espacios colectivos y los encuentros de lectores.

 

Algunos de los temas abiertos al debate son la lectura en la primera infancia, el papel de la literatura, la lectura independiente, la lectura en situaciones de crisis, las nuevas ficciones digitales, los lectores en red, los retos y desafíos de las políticas públicas…

 

Entre las experiencias, estarán: las salas de lectura en México, las bibliotecas en Medellín, las bibliotecas comunitarias en Brasil, los clubs de lectura en Galicia, los proyectos participativos del Ayuntamiento de Madrid, los espacios de lectura en Portugal, la red de lectura pública en Chile, los proyectos comunitarios en Argentina, los laboratorios ciudadanos y la formación de lectores…

 

Este acto se organiza por el Laboratorio Emilia, JCastilho - Gestión & Proyectos, la Feria del Libro de Madrid y la Biblioteca Nacional de España; con la colaboración del Colectivo Álbum y el Clúster Fesabid, el CRIF Las acacias, Medialab Prado y la Residencia de Estudiantes. Además cuenta con el apoyo del Ayuntamiento de Madrid, el Ministerio de Cultura y Deporte, la Fundación Monte Madrid, la Fundación Santillana y el CERLALC.

 

Referência: España, B. (2019). Biblioteca Nacional de EspañaBne.es. Retrieved 13 June 2019, from http://www.bne.es/es/Actividades/2019/06-junio/leer-iberoamerica-2019.html

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor