Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



maratona.png

Saber mais |

Face ao crescimento de discursos de ódio e que incentivam à divisão, é urgente que sejamos cada vez mais pessoas a agir contra as injustiças e a manifestar o nosso apoio a todas as pessoas que se encontram em perigo por fazerem o que está certo. Atualmente, o espaço de ação da sociedade civil é cada vez mais reduzido. Consequentemente, os riscos de agir pelos direitos humanos são particularmente evidenciados por um grupo muito especial: as mulheres.

 

As defensoras de direitos humanos em todo o mundo atuam em difíceis condições e enfrentam níveis de ameaças e violência sem precedentes. Estas são alvo frequente de campanhas de discriminação, incluindo violência sexual, ameaças, assédio e difamação, apenas pelo seu género. São intimidadas, detidas e muitas vezes assassinadas, sobretudo quando desafiam estereótipos, estruturas de poder e lucro, normas religiosas e valores conservadores ou a sociedade patriarcal. Um pouco por todo o mundo, as mulheres estão a liderar a resistência. São as líderes que precisamos para um mundo que avança a passos largos para o extremismo.

 

É a elas que se dedica esta edição da Maratona de Cartas. Deixemo-nos inspirar pela sua coragem e responderemos ao ódio com amor e resistência!

 

Conheça os 5 casos selecionados, solicite todo o material que pretende para a divulgação e recolha de assinaturas e encontre o kit de apresentação do projeto em www.amnistia.pt/euassino.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

concurso.PNG

Regulamento |

No âmbito das comemorações dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos 40 anos da adesão de Portugal à Convenção Europeia dos Direitos Humanos, a RBE, na qualidade de membro do grupo interministerial organizador das Comemorações, vem incentivar os responsáveis pelas bibliotecas escolares a participem no concurso “Banda Desenhada dos Direitos Humanos”, promovido pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, IP – ANQEP, IP e, cujos termos passamos a citar, conforme convite dirigido às escolas:

 

Através desta iniciativa, desafiam-se os jovens que frequentam cursos do nível secundário de educação a elaborarem uma banda desenhada sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, constituída por 30 tarjas (uma por direito), nos termos definidos pelo Regulamento deste concurso.

 

As escolas deverão inscrever-se, manifestando interesse em participar neste concurso, através de e-mail, enviado para o endereço redessociais@anqep.gov.pt, até ao próximo dia 20 de novembro.

 

O envio dos trabalhos terá de acontecer até 31 de dezembro de 2018, conforme estipulado no regulamento do concurso .                 

 

Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. (...).

Declaração Universal dos Direitos do Homem, Artigo 1.º

 

A proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos e da Convenção Europeia dos Direitos Humanos, ocorrida há 70 anos atrás, marca um passo decisivo na evolução da humanidade.

 

Sobre o tema apresentamos Dreams of Freedoom da Amnesty International UK, cujas ilustrações são, entre outros, de Chris Riddell e Oliver Jeffers.

Riddell é cartonista político do jornal Observer, embaixador da Amnistia Internacional e autor de livros como, Meu pequeno livro de grandes liberdades: o ato de direitos humanos em imagens, Nascemos todos livres e Aqui estou eu; Jeffers é  ativista contra a xenofobia, o aquecimento global e o uso de armas nos EUA, país onde vive, trabalha para o International Rescue Committee e, em 2017, ao descobrir a paternidade, publicou Aqui Estamos Nós - Notas para Viver no Planeta Terra, livro do ano da revista Time (categoria infanto-juvenil).

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

vozes.png

 Visualizar |

 

Portugal enviou mais de 50 mil homens para as trincheiras da Flandres, durante a I Guerra Mundial. Conheça algumas das suas histórias e as memórias que deixaram com familiares.


A I Guerra Mundial levou milhares de jovens portugueses até França, onde combateram as tropas alemãs e as do Império Austro-Húngaro.

As duas divisões formadas em Portugal combateram como força independente até Abril de 1918, quando foram surpreendidas por um intenso ataque às suas posições. Na batalha que ficaria conhecida em Portugal como a batalha de La Lys, os portugueses perderam mais de sete mil homens, mortos ou feitos prisioneiros do inimigo.

 

Referência: Vozes das trincheiras. (2018). Vozes das trincheiras. Retrieved 4 November 2018, from http://ensina.rtp.pt/artigo/vozes-das-trincheiras/?fbclid=IwAR1jKj1lRuRo_TsDtb_BXXC75rA

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

OE-2019 - «O que é o Orçamento do Estado?» Parlamento lança infografia com vídeo a explicar o que é o Orçamento do Estado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

desafio.PNG

 

Pelo segundo ano, o Porvir e o IBFE (Instituto Brasileiro de Formação de Educadores) oferecem o ebook gratuito Desafio Diário de Inovações. Nesta edição, a publicação reúne 19 relatos de professores que estão a inovar nas suas práticas para transformar o processo de aprendizagem.

 

– Clique para baixar o ebook Desafio Diário de Inovações

 

Da educação infantil ao ensino superior (incluindo modalidades como Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissionalizante), cada projeto é relatado pelo autor com um texto em que ele relembra as suas motivações, as principais etapas de aplicação e os resultados obtidos na sua escola.

 

A obra também traz dicas de como replicar em outro ambiente a mesma metodologia (materiais necessários, tempo, fase de preparação e sequência de atividades).

 

Participaram da segunda edição do Desafio Diário de Inovações 335 professores de 21 estados, de todas as regiões do país (Brasil).

 

Texto adaptado com pequenas alterações.

 

ReferênciaBaixe ebook gratuito Desafio Diário de Inovações 2018 - PORVIR. (2018). PORVIR. Retrieved 16 October 2018, from http://porvir.org/baixe-ebook-gratuito-desafio-diario-de-inovacoes-2018/

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

financ.png

 

 


O Caderno de Educação Financeira 3 para o 3.º ciclo do ensino básico destina-se a apoiar alunos e professores na abordagem a temas do Referencial de Educação Financeira (REF) e pode, enquanto material de apoio à Educação Financeira, ser trabalhado nos diversos contextos curriculares de aprendizagem: no seio das disciplinas; em Cidadania e Desenvolvimento; em ofertas complementares ou no apoio ao desenvolvimento de projetos. Os temas do REF são trabalhados de forma criativa e didática, através de cinco histórias protagonizadas por alunos do 8.º e 9.º anos de escolaridade, promotores de iniciativas/aventuras apoiados pelos professores e pela família. As histórias são exploradas por atividades que procuram explicitar e completar os saberes de natureza financeira, inerentes à narrativa, bem como desenvolver atitudes e comportamentos financeiramente adequados.

 

Com esta publicação pretende-se apoiar a educação financeira dos mais novos, convictos de que esta lhes permitirá, no futuro, exercer uma cidadania financeira responsável.

 

A publicação deste Caderno de Educação Financeira, tal como os já publicados para o 1.º e 2.º ciclos do ensino básico, resulta da parceria, no âmbito do Plano Nacional de Formação Financeira, entre o Ministério da Educação (através da Direção-Geral da Educação), os supervisores financeiros (Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões) e quatro associações do setor financeiro (Associação Portuguesa de Bancos, Associação Portuguesa de Seguradores, Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios e Associação de Instituições de Crédito Especializado).

 

O lançamento oficial do Caderno de Educação Financeira 3, realiza-se no dia 27 de setembro, no Agrupamento de Escolas Francisco de Arruda, em Lisboa, sendo uma iniciativa do Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Banco de Portugal, Autoridade de Supervisão e Fundos de Pensões e Comissão de Mercados Mobiliários), conta com o apoio do Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação.

 

Referência: Lançamento do Caderno de Educação Financeira 3 | Direção-Geral da Educação. (2018). Dge.mec.pt. Retrieved 26 September 2018, from http://www.dge.mec.pt/noticias/educacao-para-cidadania/lancamento-do-caderno-de-educacao-financeira-3

Autoria e outros dados (tags, etc)

pfreire.PNG

Download |

 

Una de las características de las sociedades actuales tiene que ver con la complejidad y grandes desafíos de nuestros tiempos: globalización, desempleo, crisis humanitaria y de refugiados, conflictos bélicos, problemáticas sociales, corrupción política, etc. Cada vez se hace más latente la necesidad de repensar las funciones de los docentes y su papel en la sociedad.

 

Se hace igualmente necesario replantear el papel del alumnado en una sociedad compleja y cambiante en la que juegan un papel muy importante las tecnologías de la información y la comunicación, pero, cabe peguntase:

 

¿Qué podemos hacer desde las escuelas? ¿Cómo pueden los formadores de docentes preparar a los futuros profesores? 

(...)

 

Ler mais >>

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

analises.png

Versão em PDF | Versão Ebook (Epub) 

Versión para Kindle (Mobi)

 

O Observatório da Juventude lança a versão em espanhol do livro " Análise de uma juventude conectada " , publicada ao longo de 2017

 

O lançamento aconteceu durante a 2ª edição do YouthLACIGF, evento organizado pelo Observatório da Juventude, na Cidade do Panamá, no dia 1 de agosto de 2017, um dia antes do LACIGF10. Nesta ocasião foi apresentada a edição do livro em formatos digitais, que estão agora disponíveis gratuitamente.

 

Nos próximos meses serão apresentadas as edições digitais traduzidas para português e inglês no Fórum de Internet do Brasil em novembro, e no IGF 2017 em dezembro. Desta forma, pretende-se elevar a voz dos jovens ao maior número possível de pessoas e organizações.

 

A Internet Society patrocinou a publicação deste livro, Raul Echeberría escreveu o prólogo, a Comissão de Avaliação conduziu a selecção de artigos (mais informações: ligação ).

 

*Traduzido a partir da fonte com adaptações.

 

Referência: Youth Observatory. (2018). Obdjuv.org. Retrieved 3 August 2018, from https://obdjuv.org/activity/news/analisis-de-una-juventud-conectada

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Neste vídeo pode (re)ver as intervenções dos participantes do evento que tiveram lugar no período da manhã: 

 

9h30 

Sessão de Abertura
· Secretário de Estado da Educação, João Costa
· Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia
· Presidente do Conselho Intermunicipal da Beira Baixa, Luís Pereira
· Presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco, António Fernandes
· Diretor do A. E. Amato Lusitano, João Belém

 

10h00 

João Costa - Secretário de Estado da Educação "Autonomia e Flexibilidade Curricular – Competências Século XXI"
Moderadora: Maria Margarida Guimarães – Diretora do Agrup. de Escolas de Vila de Rei

 

11h30 

Maria João Horta - Sub Diretora Geral de Educação (DGE)
-"Perfil do Aluno e Projetos DGE"
Moderador: António Carvalho - Diretor do Agr. de Escolas Nuno Álvares

 

12h30 

José Miguel – Diretor do CFAE EDUFOR
-"Oportunidades Educativas e boas práticas: Erasmus+ & Ambientes Educativos Inovadores"
Moderador: José Almeida- Diretor do Agr. de Escolas Verde Horizonte-Mação

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

ver o guia

Guia do professor

     

ver atividades

Atividades do aluno

    

 

Es imprescindible incluir en las aulas de todos los niveles el conocimiento, estudio, análisis, aplicación creativa y puesta en práctica de los Derechos Humanos.

 

Para ello es necesario hacerlo de forma trasversal, que encaje y se incluya en la totalidad de los temarios y currículos, que se basen en ellos los métodos y los mecanismos didácticos, que sirvan de sustento a la convivencia entre los alumnos y de fundamento de diálogo y vínculo necesario entre profesores, alumnos y toda la comunidad educativa.

 

Una buena estrategia didáctica trasversal, es la que se basa en la utilización eficaz y actualizada de los medios de comunicación, tanto como recursos didácticos en el aula como elemento que aglutina y hace posible el tratamiento de todos los temas, canaliza los afectos y sirve de proceso de aplicación de todas las habilidades.

 

Ler mais >>

 

Referência: Reserved, I. (2018). Educar para los derechos humanos a traves de los medios de comunicacionEducomunicacion.es. Retrieved 17 July 2018, from http://educomunicacion.es/Derechos%20humanos/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Twitter_