Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fazer em rede • Prémio Boas Práticas

Distinguir para inspirar

25.05.20

top_boas_praticas.png

Tendo em mente o lema “distinguir para inspirar”, a iniciativa Fazer em Rede dá rosto e voz aos professores bibliotecários, líderes na sua comunidade e profissionais capazes de enfrentar as mudanças com confiança.

Estes testemunhos partem da experiência pessoal e apresentam-nos soluções por vezes simples, mas engenhosas e criativas. Mostra-se, assim, que os professores bibliotecários que têm boas ideias e disponibilidade para continuar a aprender podem contagiar todos com o seu entusiasmo, colocando a biblioteca no centro da escola.

Na Boa Prática em destaque, Marco Lobão, professor bibliotecário, e Joaquim Trovão, coordenador dos projetos TIC, explicam como desenvolveram o projeto BE CODE no Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva, em Sinta, criando desafios de código que inspiraram alunos e professores.

Materiais disponibilizados pela escola aqui>>

Lista de Boas Práticas - março 2020 [PDF]
Lista de Boas Práticas - março 2020 [PDF]

Ver também:
• Regulamento Fazer em Rede 2019/ 20
• Boas Práticas RBE

som dos livros 2018 da Rede de Bibliotecas de Tondela no Vimeo.

 

O som dos livros é um projeto da Rede de Bibliotecas de Tondela, que integra as Bibliotecas Escolares de dois agrupamentos: Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro Agrupamento de Escolas Cândido de Figueiredo.

 

Um projeto de promoção da leitura e de educação para os media que se desenvolve com alunos, nas bibliotecas escolares, coordenado pelo Município de Tondela, em parceria com a Rádio Emissora das Beiras que, semanalmente, promove o gosto pelos livros e por múltiplas leituras literárias e/ou informativas.

 

A fuga da Ervilha (Sistema Digestivo) é uma das atividades desenvolvidas no Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja, Odivelas, no âmbito do projeto Infomedia – um passo para o conhecimento, distinguido pelas Ideias com Mérito em 2017.

 

Esta atividade realizou-se em articulação com os professores titulares de turma, envolvendo a leitura, a abordagem de conteúdos de Estudo do Meio e Matemática e a iniciação ao pensamento computacional e à robótica. 

 

Alunos da Escola E.B. Manuel Alves (Loulé) conversam sobre o trabalho desenvolvido na biblioteca.

 

Alunos em ação:

1. Formação em multiliteracias

2. O passaporte digital

3. Como nasceram os monitores de turma da biblioteca escolar?

4. Exploração de aplicações.

 

com Nélia Estêvão (professora bibliotecária).

Etiquetas:

Agrupamento Damião de Goes - Alenquer BE Prof. Guapo e BE Rosário Alçada Araújo

 

Concurso/desafio: story cubes é uma prática do Agrupamento de Escolas Damião de Góis, em Alenquer que visa envolver as famílias nas atividades propostas aos alunos pela biblioteca escolar. Os alunos são desafiados a criar histórias em casa com a ajuda dos pais, a partir dos dados (Story cubes) que são lançados por eles na biblioteca.

 

Os dados são lançados na biblioteca escolar, são fotografados, a foto é identificada com o nome do aluno e, posteriormente, é publicada num álbum de fotos no facebook da biblioteca escolar. Cada aluno cria com o seu parceiro/familiar a história com base na respetiva foto dos dados. A seleção da melhor história será feita de acordo com critérios definidos em regulamento, tais como: número de gostos na história, estrutura, conteúdo e inserção de todos os elementos dos dados. A melhor história será premiada com um voucher com o qual o aluno poderá adquirir algo do seu agrado numa cadeia de livrarias.

 

Ler mais >>

Vídeo realizado pelos alunos surdos do Agrupamento de Escolas João de Araújo Correia | Peso da Régua.

 

O projeto Ler, Comunicar e Integrar trabalha com os alunos com NEE, considerados na sua diversidade: multideficiência, surdez e domínio cognitivo-motor. Pretende-se implementar uma estratégia global de apoio para desenvolver conhecimentos e competências em domínios como linguagem/comunicação, TIC, socialização, motricidade global e fina, expressão corporal, criatividade, leitura, escrita e numeracia.

Com a implementação do projeto, pretende-se evidenciar os benefícios decorrentes da colaboração entre os Professores bibliotecários e os doze professores de Educação Especial e reforçar a importância do papel formativo da BE no desenvolvimento de competências das crianças e jovens com NEE, bem como minimizar as diferenças e proporcionar a todos os alunos uma plena integração na escola e na sociedade.

 

A criação do site Ler Comunicar deve-se à necessidade de divulgar as atividades desenvolvidas e os recursos produzidos no âmbito do projeto.

 

Recursos

 

 

Ler mais >>

Leituras e companhia no monte alentejano é uma prática do Agrupamento de Escolas de Castro Verde que visa promover a valorização da Escola enquanto agente cultural e social no seio de comunidades rurais do concelho, sendo os alunos a assumir o papel de mediadores.

 

Veja também: Boas práticas

Etiquetas:

No Agrupamento de Escolas de Santa Maria da Feira desenvolve-se, no âmbito de o projeto Todos juntos podemos ler, o projeto Juntos a ler mais que tem por objetivo aprofundar a prática de uma biblioteca acolhedora e inclusiva, promotora de mais e melhor leitura para todos.

Veja também: Boas práticas

btr.png

 

Dia 14 de abril, em São João da Pesqueira.

Os “Encontros de Boas Práticas: Bibliotecas e Trabalho em Rede" são  promovidos pelos Agrupamentos de Escolas  dos concelhos de Armamar, Lamego, Moimenta da Beira e São João da Pesqueira, com a colaboração das respetivas Câmaras Municipais e em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com os Centros de Formação das Associações de Escolas do Douro e Távora e do CEFOP-LART.

A participação nos Encontros está aberta a educadores de infância, a professores  do ensino básico e secundário, a bibliotecários municipais e a outros profissionais com ligação ao trabalho das bibliotecas.

Os Encontros encontram-se acreditados pelo Conselho Científico-Pegagógico da Formação Contínua.

 

Programa

 

Ler mais >>


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor