Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Leitura pública da Ilíada no âmbito do Festival Internacional Latim-Grego. Decorreu na biblioteca na passada sexta-feira, 22 de março. Leu-se o canto V, na tradução de Frederico Lourenço.

 

Esta iniciativa inseriu-se no Festival Européen Latin Grec, ao qual a escola aderiu e no qual participaram escolas e outras instituições de todo o mundo, que leram uma parte da obra à mesma hora no dia 22 de março.

 

Escola Secundária Leal da Câmara - Rio de Mouro - Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

rbe.PNG

As candidaturas RBE 2019 visam integrar novas bibliotecas na RBE, apoiar experiências inovadoras e consistentes no âmbito da promoção da leitura e do digital e difundir as boas práticas das bibliotecas.

 

Com o propósito de reconhecer o valor dos projetos aprovados pela Rede de Bibliotecas Escolares, no âmbito da Candidatura RBE 2019, e contribuir para a reflexão, disseminação de ideias e transformação da comunidade escolar e educativa, tendo por base a ação com as bibliotecas, a Rede de Bibliotecas Escolares promove um encontro intitulado “Novas dinâmicas em bibliotecas escolares: projetos inovadores”.

 

A cerimónia pública de apresentação das escolas selecionadas no âmbito das candidaturas 2019 terá lugar no auditório da Escola Secundária Eça de Queirós (Lisboa), no dia 22 de Março de 2019, entre as 14:00h e as 17:30 h.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Palmela_cartaz.jpg

Programa | Ficha de inscrição

 

A Biblioteca Municipal de Palmela recebe, nos dias 22 e 23 de março, o I Encontro de Bibliotecas Escolares do Concelho de Palmela, numa iniciativa da Câmara Municipal de Palmela com o apoio do Grupo de Bibliotecas Escolares do concelho.

 

Estruturado em três painéis, o programa deste Encontro integra um conjunto diversificado de comunicações e cinco workshops (Maletas da Sustentabilidade; Desperdício Zero! Vai tudo para o pop-Up!; Os Lugares que habitamos; Livros em Miniatura e Pegada Digital, uma problemática do nosso tempo), que convidam à reflexão sobre a temática da sustentabilidade, transversal aos vários setores da sociedade e onde as Bibliotecas Escolares assumem um papel importante de responsabilização. O programa integra, ainda, uma homenagem aos professores bibliotecários e coordenadores interconcelhios do concelho, uma mesa redonda com escritores e ilustradores e a conferência de abertura “Reflexões para uma cultura regenerativa”, por Gil Penha-Lopes (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa).

 

Mais informações e inscrições através do e-mail bibliotecas@cm-palmela.pt (indicar nome completo, entidade, profissão, contacto telefónico e e-mail). Cada inscrito pode participar num workshop na parte da manhã e noutro, no período da tarde.

 

Referência: CM Palmela / I Encontro das Bibliotecas Escolares do Concelho aborda Sustentabilidade. (2019). Cm-palmela.pt. Retrieved 17 March 2019, from https://www.cm-palmela.pt/pages/1717?news_id=5637

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

SL-2019-cartaz-721x1024.png

 

A Semana da Leitura de Leitura de Leiria foi apresentada publicamente por todos os professores bibliotecários e bibliotecários da Rede de Bibliotecas de Leiria(RB Leiria), no passado dia 28 de fevereiro, com a presença da imprensa leiriense.

 

No dia 9 de março iniciou-se esta festa da leitura, com iniciativas da Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira e dos Serviços de Documentação do Instituto Politécnico de Leiria.

 

As atividades continuam com um programa rico e diversificado nas iniciativas e nos públicos-alvo e que não se esgota nesta semana.

 

Durante esta semana, a Rede de Bibliotecas de Leiria homenageia Sophia de Mello Breyner Andresen, no centenário do seu nascimento, com a rubrica "Dia a Dia…com Sophia" através da publicação no portal da RB Leiria, em cada um dos dias da semana, uma informação selecionada, sobre a vida e obra da autora.

 

Acompanhe a Semana da Leitura de Leiria aqui  e no Facebook da RB Leiria.

Coordenadora interconcelhia

Lucília Santos

Autoria e outros dados (tags, etc)

concurso.PNG

O Concurso de Leitura Expressiva “Leituras na Planície” tem como objetivos a promoção da leitura e o desenvolvimento da expressão e compreensão escrita/oral e integra o Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Évora (RBEV). A participação no concurso está aberta a todos os alunos da cidade de Évora e organiza-se em doze escalões, atendendo ao ano de escolaridade.

 

Em cada escalão, os alunos deverão ler um texto narrativo ou um texto poético, de acordo com o respetivo ano de escolaridade.

Na 1.ª eliminatória, a escolha do excerto fica ao critério do professor titular de turma, no caso do 1.º ciclo, ou do professor de Português, nos restantes ciclos de ensino.

Na 2.ª eliminatória e na final, a escolha do excerto fica ao critério do professor bibliotecário que, contudo, divulgará aos alunos a obra à qual o excerto pertence.    

Em cada uma destas eliminatórias, o aluno faz uma leitura silenciosa do excerto, após a qual apresentará a leitura ao júri.  

 

O concurso decorrerá em três eliminatórias: a primeira em sala de aula; a segunda, na biblioteca escolar e a final, no Auditório da Fundação Eugénio de Almeida de Évora.

 

Esta é a oitava edição do Concurso, sendo uma iniciativa organizada pelo Agrupamento de escolas Manuel Ferreira Patrício e pelo Agrupamento de escolas André de Gouveia de Évora.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

As Bibliotecas Escolares dos três agrupamentos de escolas do concelho de Cantanhede têm vindo a desenvolver um trabalho sistemático na promoção das literacias da informação e digital, para o que muito tem contribuído a implementação do Projeto Literacias na escola: formar os parceiros da biblioteca (Ideias com Mérito RBE), nos últimos cinco anos. Tendo em conta o conhecimento da realidade concelhia, a experiência acumulada e os resultados obtidos, os professores bibliotecários dos Agrupamentos de Escolas Lima-de-Faria, Marquês de Marialva, Cantanhede e Gândara Mar (Tocha) foram agora chamados a integrar a equipa responsável pela concepção e acompanhamento do Projeto Ambientes Inovadores de Educação, proposto pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (financiado pelo POCH 2020), sob a coordenação da diretora dos Serviços Educativos da Câmara Municipal de Cantanhede.

 

 

 

Os professores bibliotecários do

Concelho de Cantanhede

Logos.jpg

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rbe_.jpg

 

A biblioteca escolar, nos últimos anos, afirmou-se como o centro da escola, local onde o conhecimento é visto como fator de sucesso e onde se implementam novas formas de comunicar, de trabalhar e, também, de aprender e ensinar.

 

Neste âmbito, as bibliotecas escolares devem potenciar o seu papel nas escolas, favorecendo a implementação de práticas pedagógicas inovadoras, em articulação com o currículo e em projetos transdisciplinares capazes de promover o sucesso dos alunos.

 

É esta a razão de ser deste encontro regional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

concurso.jpg

A Biblioteca da Escola Conde Vilalva está a promover um concurso de escrita, destinado aos alunos de segundo e terceiro ciclos do Agrupamento, em articulação com o Clube de Gravura e a disciplina de Português. O tema do concurso é o “Fantástico”. Os objetivos são os seguintes: fomentar hábitos de leitura e de escrita na comunidade escolar; desenvolver a capacidade de expressão e comunicação escritas e estimular a escrita criativa e a expressão plástica.

 

Fases do Concurso:

1. Leitura de dois contos selecionados pela professora bibliotecária em articulação com a professora do clube de gravura.

2. Ilustração das histórias com gravuras.

3. Exposição de gravuras na biblioteca.

4. Visita à exposição com os professores de Português.

5. Redação de textos coletivos sob a orientação do professor de Português, em sala de aula.

6- Atribuição de um prémio ao melhor texto de cada ano de escolaridade.

7. Edição de um livro com os textos e gravuras.

8. Lançamento do livro, no terceiro período.

 

Com este concurso, valoriza-se a leitura, mas também a escrita e a ilustração.

Tal como Sérgio Niza defende, consideramos que a escrita mantém uma forte ligação com a leitura e que uma das melhores maneiras de fazer dos alunos leitores é fazer deles escritores.

Autoria e outros dados (tags, etc)


IMG_0982 (2).JPG

10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1, 0… descolagem do foguetão comandado por José Fanha e Daniel Completo em direção ao planeta Avis.

 

À espera, as crianças do Pré-Escolar e do 1.º Ciclo e os respetivos professores. Durante uma hora, Entre Estrelas e Estrelinhas – Este Mundo And[ou] às Voltinhas. Com as palavras poéticas de José Fanha, as informações científicas do Professor Carlos Fiolhais e as músicas divertidas de Daniel Completo as crianças de Avis aprenderem o que foi o «Big Bang», quem inventou a lâmpada, que uma ideia «é uma luzinha» que ajuda a ver melhor, que o poeta se deixa apaixonar quando vê «a luz da lua/ Numa noite de luar», que é «por causa da gravidade» que «planetas e estrelinhas/ andam todos às voltinhas». Esta viagem no espaço foi ainda mais especial, pois coincidiu com o 12.º aniversário da Biblioteca Escolar Mestre de Avis.

 

Quando José Fanha e Daniel Completo saíram do «Planeta» Avis, os corações das nossas crianças ficaram mais quentinhos e as suas cabeças cheias de ideias para escreverem o seu próprio livro sobre planetas, astros e cometas.

 

 

O projeto Ler+ Espaço está ser desenvolvido pela Biblioteca Escolar e pelo Departamento de Matemática e Ciências Físico-Naturais em parceria com o Conselho de Docentes, o Departamento de Línguas e os professores de Educação Visual e Tecnológica.

 

Sandra Serrão

(PB Avis)

Autoria e outros dados (tags, etc)

lu.jpg

 

Dia 29 de novembro de 2018, a Escola Básica Galopim de Carvalho do Agrupamento de Escolas André de Gouveia de Évora, recebeu a escritora Luísa Ducla Soares.

 

A realização de diferentes tipos de leitura, escrita, desenho e outras formas de expressão plástica, sobre as obras lidas, abrangeu todos os alunos: desde o pré-escolar ao 4.ºano. Os trabalhos foram expostos para poderem ser apreciados pela escritora e pela comunidade em geral. Ainda, duas turmas de quarto ano prepararam as dramatizações que apresentaram, no dia do encontro: “O Casamento da Gata” e “A Carochinha e o João Ratão”.

 

Durante as duas sessões realizadas para todos os alunos da escola, a escritora contou histórias, respondeu a perguntas e autografou os seus livros.

 

Note-se que a feira do livro, que se iniciou uma semana antes do encontro com a escritora, tem contado com a colaboração dos pais e encarregados de educação dos alunos e só terminará no final do primeiro período.

 

Considerada uma das mais relevantes escritoras portuguesas de Literatura Infantil, Maria Luísa Bliebernicht Ducla Soares de Sottomayor Cardia defende  que o contacto direto com o público infantil é da maior importância para a promoção da leitura. A empatia que se estabeleceu entre escritora e alunos e as duas sessões realizadas foram extremamente proveitosas, sendo o culminar de um trabalho que foi desenvolvido, ao longo de todo o primeiro período, por alunos e docentes da Escola Básica Galopim de Carvalho, em articulação com a biblioteca escolar. 

 

Coordenadora das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas André de Gouveia de Évora

Maria Lucinda Lavouras Polícia

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor