Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



bibliot.jpg

 Fonte |

 

A diferença entre a imagem e a prática do bibliotecário é profunda. Qual é o propósito do bibliotecário? Qual é a sua contribuição para a sociedade? Agora que a Internet entrou nas nossas vidas, ainda precisamos de bibliotecas e bibliotecários? Estas são as perguntas a que se procura responder neste livro.

 

A função bibliotecária evoluiu muito da Antiguidade, da Biblioteca de Alexandria, até às bibliotecas digitais. A definição usual do termo ("quem trabalha numa biblioteca", Le Grand Robert da língua francesa ) dá apenas uma ideia muito vaga desta profissão com mil faces.

 

Neste momento, os bibliotecários estão a realizar atividades ou a assumir responsabilidades como:

  • ensinar os alunos a procurar e avaliar fontes de informação e publicações de qualidade;
  • apresentar "tempo da história" a um grupo de crianças;
  • avaliar o valor financeiro de um livro de livros antigos;
  • participar da digitalização do património editorial de uma sociedade;
  • criar um sistema de informação baseado na web e um site móvel para o uso de advogados especializados em direito do trabalho;
  • implementar um programa de empréstimo eletrónico para tablet;
  • negociar com representantes de uma rede de bibliotecas para a venda de um serviço de catálogo centralizado;
  • adquirir livros impressos e digitais, DVDs e videojogos;
  • Defender e gerir um orçamento que excede US $30 milhões por ano e tem quase 300 pessoas sob a sua responsabilidade
  • participar num encontro com os atores sociais de um bairro difícil para implementar medidas que promovam o sucesso académico e a perseverança dos jovens;
  • Trabalhar com um arquiteto e um engenheiro para desenvolver o programa espacial para a construção de uma nova biblioteca.

 

Mede-se a dificuldade de apresentar uma realidade tão complexa e diferenciada. Aposta-se em descrever esta profissão apresentando os seus valores, responsabilidades e ações, levantando o véu de tantas faces dos bibliotecários quanto possível.

 

A prática do bibliotecário reflete o seu compromisso com uma comunidade. Este compromisso é expresso de várias maneiras, desde o desenvolvimento de programas de alfabetização, programas de animação cultural ou atividades de assistência em casa, até a contribuição para medidas de intervenção social, na maioria das vezes em parceria com os atores sociais de uma comunidade. Não há limite para os serviços que um bibliotecário pode criar para facilitar o acesso à cultura e à informação. Isso pode variar desde a oferta de um serviço de empréstimo de óculos de leitura, como fazem algumas bibliotecas em Montreal, até à obtenção de consolas e videojogos na biblioteca para atender às necessidades dos adolescentes e ligá-los a uma biblioteca. lugar de cultura.

 

Em todas as suas ações diárias, o bibliotecário encarna os valores universais da profissão. O mais importante de tudo é garantir o direito fundamental à liberdade intelectual, ao pensamento livre, isto é, o direito de aceder a todas as formas de expressão do conhecimento e da cultura, e expressar os pensamentos em público. Este direito à liberdade de expressão e à liberdade de consciência é o pilar sobre o qual repousa a Carta de Direitos do Leitor que as associações de Quebec da profissão adotaram em 1976. Esta carta orienta os administradores da biblioteca e a equipa a garantir e facilitar o acesso a todas as formas e meios de expressão do conhecimento, garantir esse direito de expressão em todos os serviços oferecidos e opor-se a qualquer tentativa de limitar esse direito à informação e à liberdade de expressão. O segundo implica reconhecer aos indivíduos e grupos o direito à crítica, condição indispensável para o exercício de uma cidadania comprometida.

 

acesso de todos à informação, o respeito pela confidencialidade, a protecção da informação pessoal dos leitores e o respeito pela liberdade de opinião e pensamento são valores fundamentais da profissão. Eles também se aplicam às coleções, garantindo a máxima neutralidade no seu desenvolvimento e classificação.

 

 

 

 (...)

 

Ler mais >>

 

Adaptado do espanhol com alterações e supressões.

 

© Imprensa da Universidade de Montreal, 2012

Condições de uso: http://www.openedition.org/6540

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

D. José Tolentino Mendonça entrevistado por Paulo Rocha

 

70X7

Agência Ecclesia

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

acess.jpg

 FonteKristina, B. [e-Book]  Access to Online Resources: A Guide for the Modern Librarian. Berlin, Springer, 2018


O livro oferece um guia conciso para os bibliotecários, ajudando-os a entender os desafios, processos e tecnologias envolvidos na gestão do acesso aos recursos em linha. A seguir à introdução, o livro apresenta casos de autenticação e autorização geral.

 

 

Ajuda os leitores a entender a autenticação baseada na web e proporciona os fundamentos de reconhecimento de endereços IP de uma maneira fácil de entender. Um capítulo especial é dedicado ao Security Assertion Markup Language (SAML), seguido de uma descrição geral dos conceitos chave de OpenID Connect. O livro termina com instruções básicas para a resolução de problemas e recomendações para assistência adicional. Os bibliotecários beneficiarão desta leitura rápida e fácil, que desmistifica as tecnologias utilizadas, apresenta cenários da vida real e explica como utilizar de forma competente a autenticação e a gestão de acesso.

 

Tradução livre do espanhol.

 

Referência: Arévalo, J. (2018). Acceso a recursos en línea: Una guía para el bibliotecario modernoUniverso Abierto. Retrieved 29 May 2018, from https://universoabierto.org/2018/05/29/acceso-a-recursos-en-linea-una-guia-para-el-bibliotecario-moderno/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

pew.png

Horrigan, Y. J. B. (2017). [e-Book] How People Approach Facts and Information. New York, Pew Research, 2017.

 

Além do interesse das pessoas em tópicos particulares, a pesquisa analisou a confiança das pessoas em oito fontes de informação. Bibliotecas e prestadores de cuidados de saúde estão no topo da lista das fontes mais confiáveis ​​entre os consultados, enquanto os medias sociais estão na parte inferior.

 

Quando as pessoas consideram envolver-se com factos e informações, muitos fatores entram em jogo. Quão interessados ​​estão no tópico? Quanto confiam nas fontes de informação relacionadas com o tópico? Que necessidade têm de aprender outra coisa? Que outros aspetos das suas vidas podem estar a competir pela sua atenção e a sua capacidade de obter informações? Que acesso têm à informação?

 

Uma nova pesquisa do Pew Research Center explora esses cinco aspetos do compromisso das pessoas com a informação e descobre que um par de elementos se destacam particularmente quando se trata do seu entusiasmo: o seu nível de confiança nas fontes de informação e o seu interesse na aprendizagem. Acontece que há momentos em que ambos os fatores se alinham, ou seja, quando as pessoas dependem de fontes de informação e estão ansiosas por aprender, ou quando desconfiam das fontes e têm menos interesse em aprender. Há outros momentos em que esses fatores apontam em direções opostas: as pessoas desconfiam das fontes de informação, mas estão entusiasmadas com a aprendizagem.

 

 

Arévalo, J. (2017). Las bibliotecas y bibliotecarias son los proveedores de información en que más confían las personas. Universo Abierto. Retrieved 19 September 2017, from https://universoabierto.org/2017/09/19/las-bibliotecas-y-bibliotecarias-son-los-proveedores-de-informacion-en-que-mas-confian-las-personas/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

mooc.png

 

No âmbito do projeto Ideias com mérito, "Literacias na escola: formar os parceiros da biblioteca", os professores bibliotecários estão a promover um MOOC (Massive Open Online Course) subordinado ao tema "Referências Bibliográficas".

 

 

Alojado na plataforma Moodle do Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria, este recurso está disponível a todos, bastando entrar como visitante.

 

O curso está organizado para alunos do ensino básico, mas é útil para qualquer interessado, podendo ser um precioso instrumento de apoio para que os alunos consolidem a aprendizagem na elaboração de referências bibliográficas com a norma APA - 6.ª edição.

 

Isabel Nina

Coordenadora interconcelhia

Autoria e outros dados (tags, etc)

biblio.png

Rainie, L. (2016). [e-Book]  How the public grades libraries – and uses libraries. New York, Pew Research. 2016

 

  • O público pensa que as bibliotecas são importantes, especialmente para as comunidades
  • O público gosta dos bibliotecários e tem confiança neles
  • O público pensa que as bibliotecas são muito importantes para as pessoas com poucos recursos
  • O público crê que as bibliotecas se reiventaram a si mesmas como centros de tecnologia
  • O público todavia lê livros

 

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

escola.png

School libraries work!!: A Compendium of Research Supporting the Effectiveness of School Libraries.

Edtion ed.: Scholastic, 2015.

 

Este relatório de investigação levado a cabo por Scholastic mostra o impacto positivo dos professores bibliotecários escolares e das bibliotecas na aprendizagem dos estudantes.

 

Ler mais >>

 

Conteúdos relacionados:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:


[Error: Irreparable invalid markup ('<div [...] 13.600000381469727px>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="http://www.bad.pt/noticia/wp-content/uploads/2012/08/20120810_070807-300x225.jpg" imageanchor="1" style="clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" src="http://www.bad.pt/noticia/wp-content/uploads/2012/08/20120810_070807-300x225.jpg" /></a></div><div 13.600000381469727px="13.600000381469727px" 15px="15px" 18px="18px" f4f4f="f4f4f" font-family:="font-family:" font-size:="font-size:" geneva="geneva" line-height:="line-height:" margin-bottom:="margin-bottom:" sans-serif="sans-serif" tahoma="tahoma"><br /></div><div style="line-height: 18px; margin-bottom: 15px;"><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="color: #4f4f4f; font-family: tahoma, geneva, sans-serif; font-size: 13.600000381469727px;"><br /></div><div style="font-size: 13.600000381469727px;"><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;"><br /></span></div><div style="font-size: 13.600000381469727px;"><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;"><br /></span></div><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">Está a decorrer, em Helsínquia, o <a href="http://conference.ifla.org/ifla78">78º Congresso das Bibliotecas e da Informação</a> organizado pela <a href="http://www.ifla.org/">IFLA</a>.</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;"><br /></span><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">Reproduzimos uma parte do resumo publicado em <a href="http://www.bad.pt/noticia/">Notícia BAD</a>:</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;"><br /></span><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">"A finalizar, foi apresentada uma síntese dos <a href="http://www.ifla.org/en/publications/sleepwalking-toward-a-control-society-ten-must-know-trends#1" style="text-decoration: none;">10 factos</a> que precisamos saber sobre estas matérias, a saber:</span></div><div style="line-height: 18px; margin-bottom: 15px;"><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">1. A Internet grátis morreu – as condições de a controlar globalmente já foram estabelecidas;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">2. Os países Ocidentais têm recorrido a um excesso de defesa justificável;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">3. Complexidade da censura na Internet e da vigilância dos dados;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">4. Criminalização da vida diária;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">5. Sociedade de informação ubíqua  e gestão alargada de pessoas e objectos;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">6. Base de Dados do Cidadão – uma nova forma de cidadania;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">7. Privatização do controlo da Internet;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">8. Direitos de autor e patentes restringem o acesso à informação;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">9. O papel das transferências do controlador para diversos actores;</span><br /><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">10. Desafiando os direitos civis e a democracia;"</span></div><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;"><br /></span><a href="http://www.bad.pt/noticia/2012/08/13/5479/"><span style="font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;">IFLA 2012: Bibliotecários reunidos para dominar o mundo</span></a>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor