Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






No dia 4 de Fevereiro de 2010, o projecto EU Kids Online apresentou e discutiu publicamente os resultados do primeiro inquérito representativo a 1000 crianças e jovens (com 9 a 16 anos) portugueses, e  um dos seus pais, sobre riscos e segurança na internet, integrado num estudo europeu a 25 países.

A equipa portuguesa do EU Kids Online apresentou em pormenor os resultados deste inquérito em relação ao nosso país, dos quais se destacam:

          • Em Portugal, cerca de 1 em cada 5 crianças e jovens ainda não acede à internet (Taxa de acesso: 78% ; 22% não acede)
         • Nota-se em Portugal uma acentuada diferenciação social mas esta diferenciação é atenuada no que diz respeito à posse de computadores pois Portugal lidera nas crianças que possuem portáteis (65 por cento, contra 24 por cento da média europeia).
          • Em Portugal, os jovens recorrem mais às Bibliotecas escolares e publicas para aceder à Internet (25%; o dobro da média europeia).
         • Portugal é um dos países com menor incidência de riscos online entre crianças e jovens entre os países europeus inquiridos, considerando riscos como contacto com imagens de cariz sexual, bullying, encontro com desconhecidos ou conteúdos nocivos.

Estes resultados são uma boa surpresa no que diz respeito às Bibliotecas pois vêm reforçar o seu potencial como espaços de acesso à internet. No entanto, alertam-nos para a necessidade, cada vez mais premente, de trabalhar com as crianças e jovens tudo o que diz respeito ao acesso e segurança na Internet.

Leia mais e aceda aos materiais da Conferência aqui >>

Helena Araújo
Coordenadora Interconcelhia

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor