Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Sex | 17.03.23

(Re)Descobrir o Património Alimentar Familiar com a biblioteca escolar

2023-03-17 pq.png

Desde a sua constituição, o Programa da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) incentiva as bibliotecas a criarem oportunidades de aprendizagem amplas, plurais e participativas, ligadas ao currículo e à comunidade educativa.

Neste contexto, a Rede de Bibliotecas do Concelho de Alcobaça (RBCA) está a desenvolver um projeto integrador, que envolve as bibliotecas escolares, a Biblioteca Municipal, o Centro de Estudos Superiores da Universidade de Coimbra em Alcobaça (CESUCA),  o Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra (CECH) e toda a comunidade educativa, ligando os currículos, as literacias e as competências ao património alimentar das famílias dos alunos do concelho.

O projeto Implica a recolha de receitas do património alimentar familiar, pelos alunos do concelho de Alcobaça, para posterior compilação, ilustração e publicação. 

O projeto “Património alimentar familiar dos residentes do concelho de Alcobaça” integra o Domínio de intervenção “Projetos e parcerias – leitura & literacia” do Plano Anual de Atividades da RBCA, elaborado para 2022/23, estando prevista a sua conclusão no próximo ano letivo. Conta com a colaboração da Professora Catedrática da FLUC, Carmen Soares, investigadora e Coordenadora do Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra, cuja  investigação tem incidido em particular sobre a Historiografia e o Pensamento Político Grego (em especial Heródoto e Platão), a Antiguidade Clássica, a Tragédia Grega (sobretudo Eurípides) e os temas da Família, Alimentação, Saúde e Dietética.

Com este projeto, dá-se continuidade a uma prática consolidada da RBCA no sentido de propor atividades que permitam trabalhar o currículo de forma integrada, desenvolvendo competências de cidadania e  transversais ao nível das diferentes literacias exigidas pela sociedade contemporânea, num trabalho colaborativo e em ligação com a comunidade educativa. Na fase de planificação do projeto, foi elaborado um cronograma com as principais ações a desenvolver e respetivos objetivos, com prazos intermédios, com os intervenientes em cada etapa, tendo sido  o arranque do projeto oficialmente assinalado  no dia 23 de fevereiro, numa reunião da RBCA que contou com a presença da Professora Carmen Soares. Nessa sessão, a investigadora, respondendo ao pedido de colaboração da RBCA, apresentou  o Guia de levantamento e registo do património alimentar familiar dos residentes do concelho de Alcobaça, documento orientador fundamental para todas as diferentes fases do projeto.

Imagem1 (1).png

Num primeiro momento, o documento apresenta uma introdução ao conceito “património alimentar”, clarificando o que pode ser considerado representativo do património alimentar familiar e os procedimentos para a recolha e seleção de “marcas” desse património.

Num segundo momento, para facilitar o trabalho de pesquisa e o tratamento da informação, foi proposta uma ficha para registo da receita, estabelecendo os campos primaciais a considerar, seguida de um exemplo concreto bastante elucidativo.

Neste momento, as professoras bibliotecárias já apresentaram o projeto aos alunos e professores dos diferentes níveis de ensino e áreas curriculares das escolas dos vários agrupamentos e, ainda, aos encarregados de educação/famílias, estando a decorrer a recolha das receitas com o contributo dos familiares.

Numa fase posterior (entre março e maio), em oficinas de escrita, os alunos irão proceder à planificação, textualização e revisão das receitas recolhidas, de acordo com o guião pré-fornecido,  sendo realizada uma pré-seleção dos textos produzidos em cada agrupamento. Depois de coligir os textos selecionados, a amostra do património alimentar familiar do concelho de Alcobaça será apreciada e validada pela professora Carmen Soares. 

No final do presente ano letivo, em junho, será elaborado um guião orientador para os ilustradores das receitas selecionadas e constituída uma bolsa de ilustradores entre os alunos dos vários agrupamentos, que irão proceder à  Ilustração das receitas selecionadas no início do próximo ano letivo, de acordo com o constante no respetivo guião.

Pretende-se, numa fase final, a edição/publicação  do livro e/ou ebook Património alimentar familiar dos residentes do concelho de Alcobaça, reunindo as receitas ilustradas, que será lançado na Semana da Leitura de 2023-2024, numa cerimónia envolvendo os alunos participantes, os familiares e os parceiros, com provas de degustação das receitas recolhidas e recriadas, cumprindo o objetivo fulcral do património alimentar familiar: reunir [em torno da mesa] para criar um sentimento de pertença e de união.  

Em suma, trata-se de um projeto que, partindo da tradição e do passado, envolve ativamente os alunos, no presente, convidando-os a desenvolver competências diversas e fundamentais para o seu futuro. Além disso, incrementa a ligação à comunidade local e envolve parceiros externos, permitindo a todos os envolvidos fruir e recriar o património, transformando-se a si próprios e ao mundo.

_____________________________________________________________________________________________________________________