Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Seg | 18.07.22

Pequenos Cientistas

2022-07-18.png

Leitura: 3 min |

O projeto “Pequenos Cientistas”, dinamizado pelas bibliotecas escolares do AE Gil Eanes de Lagos, teve o seu início em 2010 e destina-se a alunos do pré-escolar. A ideia do projeto surgiu da resposta a uma necessidade concreta: uma aluna do pré-escolar com baixa visão nunca tinha visto um arco-íris e a sua educadora pediu ajuda ao departamento de ciências. Na sequência desse pedido, um professor de ciências físico-químicas e a professora bibliotecária ofereceram ajuda e realizam a experiência de projetar um arco-íris na parede da sala de aula.

Com o sucesso desta iniciativa, os professores decidiram alargar a experiência e integrá-la num conjunto mais alargado de atividades, dinamizadas pela biblioteca, com o objetivo de despertar o interesse pela ciência e desenvolver a curiosidade e o gosto por aprender, com recurso à experimentação.

Com o decorrer do tempo o projeto foi ganhando escala e um maior envolvimento por parte da comunidade educativa. Hoje, em 2021/2022, o projeto dinamiza a leitura como domínio transversal ao currículo e fomenta o desenvolvimento de competências de literacia científica nos alunos do pré-escolar.

O processo de organização das atividades pressupõe o seguinte: as sessões são agendadas e planificadas de acordo com as solicitações apresentadas pelas educadoras e a grande maioria das sessões realizadas advém da curiosidade das crianças em querer saber mais sobre determinados assuntos.

As metodologias utilizadas variam em função do tema a abordar e do perfil do grupo de crianças e incluem: leitura de pequenas histórias, interpretação de sequências de imagens, visionamento e exploração de vídeos de conteúdo científico, adaptado ao nível cognitivo das crianças, execução de atividades experimentais e posterior elaboração de registos, entre outros.

O projeto é dinamizado pela professora bibliotecária e professora de Física e Química. com o objetivo de ajudar as crianças a compreenderem o mundo à sua volta. Quando estas fazem experiências e investigam para responderem a questões como “O que acontece se …?” ou “Quais as diferenças e as semelhanças entre …?”, estão envolvidas na aprendizagem de ciência. O ponto de partida para qualquer atividade é, por isso, o encontro entre a criança e um determinado fenómeno que ela vai tentar compreender ou com o qual vai interatuar.

Durante o ensino a distância, foram construídos e facultados às educadoras protocolos de atividades, bem como documentos de registo, adequados ao desenvolvimento da atividade em contexto familiar (Disciplina na Classroom criada pela biblioteca escolar).

Com este trabalho com as crianças foi possível atingir objetivos mais vastos e chegar à família. Verificámos que incentivados pelas crianças, os restantes elementos da família vão a exposições, museus, centros de ciência... Tal permite uma formação informal entre gerações, uma valorização do papel da criança, um aumento da sua autoestima e contribui para um aumento da qualidade do tempo passado em família.

Nota: Pontualmente, acontecem atividades com turmas de 1º ciclo, partindo do mesmo pressuposto que no pré-escolar.

A divulgação do projeto e a disseminação das atividades desenvolvidas acontece na página web das bibliotecas.

_____________________________________________________________________________________________________________________