Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Seg | 31.07.23

Pela sua saúde, faça férias!

Carta aberta aos professores bibliotecários

2023-07-31.png

Eis finalmente o fim de julho, arrumados os diferentes assuntos que ocupam os professores bibliotecários: os inventários, as contagens, as reflexões, os relatórios… Não conseguiu concluir tudo? Não faz mal. Esqueça o que falta, por algum tempo. Guarde na gaveta e coloque na primeira linha da lista de tarefas para o próximo ano. Certamente não vai criar asas, nem ninguém vem fazer por si; esperará calmamente o seu regresso.

Já alguma vez lhe aconteceu o seu computador bloquear e recusar-se a avançar ou retroceder? Duvido que não tenha neste momento a sua cabeça a acenar afirmativamente. Lembra-se do que fez nessa circunstância? Quase consigo ouvi-lo: “Desliguei e voltei a ligar”. Na maior parte das vezes, o assunto fica resolvido. Ocasionalmente, precisamos de uma limpeza adicional – desinstalar algum software que está a mais, despejar a reciclagem, limpar o disco, limpar a cache

Pois bem, agora é tempo de fazer férias! Desligar para voltar a ligar no final do mês. “Desinstalar algum software” e “limpar a cache”. Faça-o, pela sua saúde.

Ser professor bibliotecário é ser constantemente convocado: há recursos e espaços e pessoas a gerir; há planos a fazer; há recursos a produzir; há aulas a planificar e lecionar; há contas a prestar. Há sobretudo, e antes de mais, meninos e meninas e jovens a acarinhar, a convocar, a desinquietar e provocar! Há muita gente com quem interagir, cada qual com seu perfil.

Agora, é tempo de acalmar, relaxar e reduzir: as obrigações e as emoções. Concentre-se em baixar os níveis do perverso stress que, inevitavelmente, nos visita com frequência nos períodos de trabalho. Dedique mais tempo a aspetos de sua vida que muitas vezes são negligenciados. Tente alguma coisa nova: Montanhismo? Ciclismo? Crochet? Artesanato? Jardinagem?…

E sobretudo, leia! Leia muito, mas sem pensar como pode aproveitar cada leitura para trabalhar isto ou aquilo com seus alunos. Adivinhei? Acontece, com frequência, não é? Em vez de fruir a leitura, transforma-a em mais trabalho. Já percebemos que é incorrigível!

Cuide do seu próprio bem-estar para também poder apoiar e cuidar dos alunos. Não se esqueça de passar algum tempo ao sol (com moderação, claro), o seu corpo agradece a recarga de vitamina D! Usufrua da piscina, vogue ao sabor das ondas!

Viaje! Para longe, para perto ou mesmo dentro da sua cidade. Conheça novos locais, novas pessoas, experimente uma nova cultura, adapte-se a novas situações. Flexibilize a sua cabeça com todas as novidades que lhe puder apresentar.

Faltam-lhe ideias? Veja se alguma destas sugestões o atraem:

1.  Evite outros professores, sobretudo outros professores bibliotecários: de contrário, ligar-se-á automaticamente, ainda antes de ter desligado por completo;

2.  Durma umas sonecas: tem de recuperar de todas a noitadas que fez ao longo do ano;

3.  Dedique algum tempo a umas boas gargalhadas: rir ainda é o melhor remédio;

4.  Pinte um livro de colorir para adultos: há quem diga que faz maravilhas na resolução de conflitos internos, no autoconhecimento, na diminuição dos níveis de ansiedade…;

5.  Faça um loooooooongo almoço: sobretudo se for bem acompanhado e se partilhar a refeição com uma looooooga conversa descontraída;

6.  Usufrua da natureza: praia ou campo, mar ou rio, a escolha é sua;

7.  Veja uma série em maratona: mas só uma, não o queremos aboborado frente à televisão;

(…)

100.  Dê folga ao seu telefone: esqueça as redes sociais e o scroll infinito.

Em resumo: faça o que quer que o ajude a descomprimir. Por nós, também vamos fazer uma pequena pausa. Em agosto, não publicaremos novidades, apenas reposições. Cá nos reencontraremos em setembro.

Queremo-lo de volta para o novo ano, com paixão e energia renovadas!

_____________________________________________________________________________________________________________________