Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Ter | 27.06.23

Paula Rego: «pintadora» de histórias

2023-06-27.png

O Plano Nacional das Artes (em articulação com parceiros diversos) promoveu entre março e junho uma mostra nacional - a Bienal “Cultura e Educação. Retrovisor: uma história do futuro”. O Agrupamento de Escolas da Venda do Pinheiro, Mafra foi convidado para integrar esta mostra. Divulgamos, neste âmbito, uma das iniciativas que foi realizada em torno do Projeto Cultural de Escola com o tema “Conceito sem preconceito”.

Cartaz_Exposicao Paula Rego_logo_scores.jpg

 

Dezenas das nossas crianças e alunos trabalharam a vida e obra de três mulheres que, de formas variadas, tiveram ligação à vida do nosso concelho: Beatriz Costa, nascida numa freguesia da nossa área de influência pedagógica e que dá o nome a um dos nossos jardins de infância; Paula Rego, cuja família tinha uma quinta na Ericeira, onde passava os verões com os seu avós e onde viveu em alguns períodos da sua vida adulta e Anne Frank, cuja ligação ao concelho é feita pelos inúmeros refugiados judeus que fizeram da Ericeira a sua segunda casa. Ao longo do ano, várias foram as atividades desenvolvidas, das quais destacamos a exposição “Paula Rego: "pintadora" de Histórias”, com trabalhos realizados pelos nossos alunos, de todos os níveis de ensino, no contexto do estudo sobre as obras da pintora. 

No dia 1 de junho, foi inaugurada a exposição "Paula Rego: “pintadora” de histórias", que esteve patente na Galeria Municipal Orlando Morais, na Casa da Cultura Jaime Lobo, na Ericeira, até 11 de junho. Na sessão, marcaram presença alguns alunos que participaram na elaboração dos trabalhos destinados à exposição, com as suas famílias. Foi possível contar com a intervenção do Vereador da Cultura de Mafra, António José António Felgueiras, antecedida de uma nota de boas vindas da Diretora do Agrupamento, a professora Filipa Carvalho, e da Coordenadora da Equipa AEVP do Plano Nacional das Artes, a professora Ana Raposo, assim como a Coordenadora Nacional do Programa da Rede de Bibliotecas Escolares, Dra. Manuela Silva. O patrono da biblioteca escolar da escola-sede - José Fanha - brindou-nos, por fim, com a leitura de alguns dos seus poemas inspirados pela obra desta artista.

As Bibliotecas Escolares foram parceiros ativos neste processo de criação artística, apoiando a divulgação da vida e obra da autora e dinamizando sessões inspiradas nas suas pinturas que originaram trabalhos diversos, como, por exemplo, a antologia digital “Dança das Palavras”, em articulação com o Grupo de Português

As “histórias” pintadas pela artista serviram de mote aos nossos alunos que as reescreveram, num ciclo artístico que assim se perpetua.

 

Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro
(Equipa Plano Nacional das Artes, que integra a professora bibliotecária)   

 

_____________________________________________________________________________________________________________________