Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]







O café estabeleceu-se como um local privilegiado de encontro, espaço de sociabilidade exterior à esfera familiar e de trabalho. Ia-se, e ainda se vai, ao café para saber as últimas notícias, conversar tanto sobre a banalidade quotidiana como sobre política, ler o jornal e comentar as novidades, ver televisão, assistir à passagem de procissões ou manifestações, estudar, reunir com amigos, namorar…

Próximas sessões sobre o papel dos cafés na República:

As mulheres e a República
15 de Abril de 2010, 21h30
Évora, Café Intensidez
Moderadora: Zília Osório de Castro
Oradores: Isabel Lousada, João Esteves, Natividade Monteiro, Maria Lúcia Brito de Moura e Fernanda Henriques

Os intelectuais e a política
30 de Abril, 21h30
Porto, Clube Literário do Porto
Moderador: João Bonifácio Serra
Oradores: Álvaro Domingues, José Pacheco Pereira, Manuel Loff

Ler mais >>



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor