Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mesa Redonda

22.06.09









A importância de uma profissão: professor bibliotecário


Com a publicação da portaria que estabelece a função de professor bibliotecário nas escolas portuguesas, um importante e definitivo passo é dado para a consolidação da rede de bibliotecas escolares. Na verdade, é a partir do momento em que a biblioteca escolar vê assegurada a existência de recursos humanos estáveis, especializados na gestão e difusão da informação, que ela pode assumir integralmente o papel de motor da aprendizagem autónoma e da construção de conhecimento que lhe cabe no seio da escola.
Esta excelente notícia traz consigo, também, tremendas responsabilidades, quer para as bibliotecas, quer para as próprias escolas e os seus orgãos de gestão, que a partir de agora integram, não apenas um equipamento de qualidade, mas um equipamento gerido por recursos humanos especializados, capazes de impulsionar as dinâmicas de promoção da leitura, das literacias e dos recursos de aprendizagem exigidas no âmbito de uma nova escola.
Genericamente, o professor bibliotecário tem sido definido como um especialista em recursos de informação, com habilitações nas áreas da Educação e da Ciência da Informação, e responsável, perante a Escola, por: (1) dinamizar e participar no ensino da literacia da informação no contexto do projecto educativo e dos curricula, (2) gerir os recursos de informação e os serviços necessários ao bom sucesso do processo do ensino e da aprendizagem e (3) criar e desenvolver projectos de promoção de percursos de leitura sustentados, nos vários níveis de complexidade que esta implica.
Neste sentido, o envolvimento do professor bibliotecário com os programas e o curriculum da escola, incluindo as próprias actividades lectivas, torna-se uma parte fundamental da sua actividade profissional, implicando um trabalho colaborativo que envolve órgãos directivos e docentes, na tarefa nunca acabada de assegurar que os alunos se tornam utilizadores competentes e autónomos dos recursos de informação, capazes de produzir novo conhecimento e viver dignamente no mundo saturado de informação e tecnologia que os rodeia.
O papel do professor bibliotecário é indiscutivelmente determinante para a concretização das missões da biblioteca escolar, e muito vai depender da qualidade do seu exercício profissional, da amplitude dos seus conhecimentos e da flexibilidade e espírito de cooperação das suas práticas, tanto como da capacidade que a Escola no seu todo, incluindo a direcção e os professores, vão ter de integrar novas dinâmicas nas actividades lectivas. Num tempo caracterizado pela mudança e pela incerteza, o debate sobre a profundidade, a dimensão e as exigências das funções de professor bibliotecário não começa nem termina agora. Mas aqui tem, neste importante momento de fundação, um lugar de questionamento, projecto, sonho e acção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:


2 comentários

Sem imagem de perfil

De MJV a 22.06.2009 às 23:42

Vamos lá praticar a portaria! Viva! Viva! Viva!
Sem imagem de perfil

De BE - Fonte de Leituras a 02.07.2009 às 11:21

é com muito desalento que hoje deixo o meu comentário. se a possibilidade que esta portaria me encheu inicialmente de felicidade, pois queria estar até aos 65 anos na BE do 1º ciclo, ser professora bibliotecária de 1º ciclo, a verdade é que esta portaria me afasta automaticamente.
primeiro nao possuo qualquer formação ao nível da gestão, fundo documental, ciências documentais, etc pois em todas as acções de formação, nas quais me inscrevi ao longo dos anos, nenhuma se realizou por falta de alunos.
depois não possuo formação em TIC, ainda que a minha licenciatura me tenha dado toda a formação necessária, mas que para o efeito não tem qualquer valor, depois a pós-graduação que realizei e que direcionei para a leitura em contexto de biblioteca escolar, tão pouco tem qualquer valia.
de forma que apenas a experiência e a muita muita vontade de realizar esta profissão/missão, tem alguma valia apesar de não me servirem para nada.
depois constacto ainda que, inexplicavelmente continua a não se distinguir o papel do professor bibliotecário numa BE de1º Ciclo do papel de um professor bibliotecário numa eb 2,3, algo que também me surpreende muito e que de facto não compreendo.
para além do estudo que realizai na minha pós-graduação, a minha própria experiência, me demonstraram da importância da minha presença, da presença do professor bibliotecário na BE do 1º Ciclo, e no entanto, vejo com pena que esta presença é cada vez menor e de menos importância nas EB1, facto que me transcende e que não consigo compreender, por mais que tente, pois é precisamente nesta faixa etária que o "encontro" com o livro e a leitura, se denomina SEMENTE.
acredito que esta semente tenha sido o objectivo do ministério, da rbep, do pnl etc., mas a verdade é que tudo caminha para que a semente não seja plantada pelo professor bibliotecário no 1º ciclo.

Comentar post



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Twitter_