Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mesa redonda

09.06.09


As cinco leis da Biblioteconomia de Ranganathan (quem foi Shiyali Ramamrita Ranganathan ?) :
• Os livros são para ser usados;
• A cada leitor o seu livro;
• A cada livro o seu leitor;
• Poupar o tempo do leitor;
• A biblioteca é um organismo em crescimento;




As
cinco leis de Ranganathan aplicadas à Web por Alireza Noruzi:
• Os recursos Web são para ser usados;
• A cada utilizador o seu recurso;
• A cada recurso o seu utilizador;
• Poupar o tempo do utilizador;
• A Web é um organismo em crescimento.

Quer tratemos de livros, do tradicional e longevo impresso, quer tratemos de recursos digitais e das redes mundiais de informação, os princípios que regem o funcionamento das bibliotecas não só se mantêm como fazem cada vez mais sentido: organizar a informação para ser usada, adequá-la a cada utilizador, num permanente processo de actualização. Uma nova lei poderia ser hoje acrescentada: na Escola, a Biblioteca é para ser usada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:


2 comentários

Sem imagem de perfil

De MJV a 09.06.2009 às 18:17

E a Web também é para ser usada, claro!
Gerir as bibliotecas requer recursos, e saber pensar sempre na gente por quem se constroem bibliotecas, internet e outros meios. E com quem se interage, se possível poupando-lhes tempo, garantindo-lhes acesso e promovendo capacidades de uso e produção que trasformam esse acesso em possibilidade de apropriação por cada um - o uso que tanto defendia Ranganathan, o Mestre.
Sem imagem de perfil

De M. Toscano a 11.06.2009 às 13:47

Então já temos, em relação à Escola:

. a Biblioteca (incluindo web) é para ser usada;
. a Biblioteca é organizada para a Escola;
. os recursos são para ser apropriados por cada um.

Acrescento:

.para cada disciplina a sua colecção.

M. Toscano

Comentar post



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor