Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




alex.jpg

Alex Beard, educador e escritor

O importante não é que os jovens acumulem dados, mas sim, que aprendam a perceber se as suas fontes são fiáveis.

Alex Beard: “Temos que assegurar-nos de que os estudantes sabem pensar de maneira crítica”.

Ver programa completo : A educação não deveria ser rotineira nem competitiva.

 

Media não confiável, redes sociais, notícias falsas e inteligência artificial ... Para Alex Beard, o mundo mudou e o sistema educacional atual não está a dar as respostas efetivas a essas mudanças: “Os jovens de hoje precisam entender como funcionam os algoritmos que moldam as suas vidas e quem os cria ”, diz ele.

Adapte a educação de hoje aos desafios das gerações futuras. Essa é a grande preocupação, e também o objeto de estudo, deste educador e escritor britânico. Tudo começou com uma pergunta: como deve ser a aprendizagem do século XXI? Para investigar, deixou o ensino e decidiu de mochila ao ombro viajar pelo mundo para estudar os métodos educacionais mais inovadores e avançados. De tudo o que aprendeu nas suas viagens, ele enfatiza que "devemos levar a criatividade mais a sério" e que "estamos no limiar de uma revolução no ensino". Em relação à inteligência artificial, Beard é otimista: ele afirma que estamos errados ao comparar o cérebro humano com a inteligência artificial, porque "o cérebro humano é orgânico e rebelde". 

 

Referência: Inteligencia artificial: cómo educar para los retos del futuro. (2019). BBVA Aprendemos juntos. Retrieved 12 December 2019, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/inteligencia-artificial-como-educar-para-los-retos-del-futuro-alex-beard/



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor