Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




aberta.png

Download |

 

Apresentação

 

Na sociedade em rede a pergunta que devemos fazer é como se desenvolvem as aprendizagens dos novos atores e como estes se transformam em autores nos contextos de criação do conhecimento.

 

Os atores seguem um guião de ação, mas o que esperamos é que estes assumam um novo papel, como autores, para participarem de forma ativa nos processos de mudança e inovação.

 

A educação sustentada na reprodução de saberes, que se afirma ainda de modo recorrente, tem como pensamento orientador a valorização do currículo formal, a partir do qual resulta um modelo de desenvolvimento limitado, nos planos social e cognitivo, para enfrentar os processos de mudança.

 

Neste sentido, a educação para o futuro tem como maior desafio construir o pensamento para a cultura da inovação.

 

O desafio que enfrentamos na globalização do conhecimento não consiste em reproduzir saberes, pois assim ficaremos em modo de pausa no processo de mudança, mas sim inovar o conhecimento em rede para podermos antecipar o futuro.

 

No mundo digital e em rede a educação a distância tem um papel fundamental para afirmar as novas proximidades no diálogo, na colaboração e na construção conjunta das aprendizagens e do conhecimento.

 

 

A proximidade que emerge da interação nas comunidades de aprendizagem da sociedade em rede constitui um representação do pensamento partilhado.

 

Deste modo, entendemos, em primeiro lugar, que o pensamento partilhado é o meio para construirmos os contextos de experiência e inovação nas aprendizagens e no conhecimento.

 

A presente publicação reúne, na voz dos autores que a integram, a partilha do pensamento para a promoção dos processos de inovação na educação em rede. Desde as abordagens emergentes do pensamento na conceção do currículo para a educação digital e em rede aos ambientes tecnológicos avançados, i.e. agentes virtuais, para a construção de uma nova proximidade e acompanhamento das aprendizagens dos estudantes nos ambientes digitais; a qual inclui igualmente, neste percurso de reflexão, o desenvolvimento dos cenários emergentes na interação em ambientes imersivos; e também a discussão das políticas institucionais e públicas para a promoção da educação aberta, a distância e em rede. (...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor