Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



















Centrada na sua política de responsabilidade social, a Fundação Portugal Telecom (Fundação PT) acaba de celebrar um protocolo com a Rede de Bibliotecas Escolares no âmbito do qual apoia a criação de Núcleos de Acessibilidade, com vista à integração de alunos com necessidades educativas especiais entre o 1.º e o 3.º ciclos. 

As bibliotecas escolares serão ao abrigo deste protocolo dotadas de equipamentos informáticos disponibilizados pela Fundação PT, como PCs e tablets com sistemas de software orientados para o acesso monitorizado às Tecnologias de Informação e Comunicação. Para além das tecnologias, as bibliotecas serão deste modo munidas dos recursos necessários para a leitura, o acesso, a utilização e a produção de informação: livros acessíveis (e-books, audiolivros, livros em braille), software de leitura, soluções de comunicação aumentativa, serviços e produtos destinados ao manuseamento do PC. 

De notar, neste contexto, também o contributo da plataforma SAPO Campus que permitirá ligar em rede todas estas bibliotecas e os seus utilizadores, alunos e professores. Esta plataforma é uma rede social fechada desenhada para o contexto educativo que pode ser usada para a colaboração, partilha e comunicação, aproximando a comunidade escolar. 

O Agrupamento de Escolas de Mafra, com tradição na interação com Núcleos de Acessibilidade, será o primeiro a ser abrangido por este programa, prevendo-se que no total sejam incluídos 760 alunos com necessidades educativas especiais, de 67 escolas, pertencentes a 13 diferentes agrupamentos escolares. Ao longo dos próximos dois anos, prevê-se que sejam equipados mais 10 agrupamentos escolares com tecnologias de inclusão nas bibliotecas escolares.

Ler mais >>




RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor