Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Sex | 21.07.23

Formação para Assistentes de Bibliotecas Escolares

O caso do Município de Oeiras em colaboração com o Centro Qualifica do AE de Paço de Arcos

2023-07-24.png

As bibliotecas escolares desempenham um papel central na vida das escolas, com especial destaque para as áreas da leitura, das multiliteracias e do apoio à aprendizagem. Os professores bibliotecários são peças chave, mas também os assistentes de bibliotecas são pilares importantes para o bom funcionamento destas estruturas, pois são eles que, em permanência, asseguram a abertura do espaço, o acolhimento dos utilizadores e o seu normal funcionamento.

No quadro dos acordos de cooperação estabelecidos, várias autarquias, em estreita articulação com as direções das escolas e a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), através dos seus coordenadores interconcelhios, têm garantido a afetação destes assistentes às bibliotecas, contribuindo para a atividade regular destes espaços, de acordo com as normas e padrões de qualidade definidos pela RBE. Este é o caso do município de Oeiras, que aposta não só na afetação de recursos humanos às bibliotecas escolares, mas também na formação destes assistentes, na área da biblioteconomia.

O município de Oeiras privilegia as políticas de proximidade às pessoas, reconhecendo as suas necessidades e aspirações, acreditando que, através da formação dos seus trabalhadores, dotando-os de competências técnicas, profissionais, organizacionais e sociais, pautem a sua atuação por critérios de qualidade e excelência no exercício das suas funções, garante a satisfação dos cidadãos/ munícipes.

Este objetivo institucional, que visa o desenvolvimento das qualificações e competências dos trabalhadores, incide essencialmente nas áreas definidas como prioritárias de intervenção para o desenvolvimento económico, social e cultural do território, salientando-se, as áreas da contratação pública, procedimento administrativo, direitos e deveres dos trabalhadores em funções públicas, TIC, comunicação/ atendimento e relacionamento interpessoal, bem como outras definidas como estratégicas para o interesse comum dos fins prosseguidos, numa atuação conjunta sobre as realidades específicas locais e na procura de respostas eficazes aos problemas concretos das pessoas.

É neste contexto que a formação para os trabalhadores integrados na carreira e categoria de assistentes técnicos e assistentes operacionais que se encontram a desempenhar funções nas bibliotecas escolares, numa colaboração conjunta entre o Município de Oeiras e o Centro Qualifica do Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos, visa dotar as bibliotecas de profissionais capacitados, melhorando o funcionamento deste serviço nas escolas, almejando a satisfação de toda a comunidade escolar que o procura.

O Centro Qualifica do Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos cumpre no município de Oeiras a missão de, através de um processo de orientação, capacitar a população adulta de novos conhecimentos, melhoria e reforço de  competências sociais e profissionais, numa perspetiva de aprendizagem ao longo da vida, enquadrada na atividade profissional, com vista a um aumento de qualificações, quer pela via de Formação Modular Certificada ou de um Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC escolar e profissional).

Desta forma, a colaboração com o município de Oeiras na constituição de grupos de formação que satisfaçam as necessidades dos seus colaboradores, cobrindo os vários departamentos e divisões, numa diversidade de Áreas de Educação e Formação (AEF), tem sido profícua, destacando-se a AEF “Biblioteconomia, Arquivo e Documentação” (BAD) que permite uma colaboração estreita entre a coordenação das bibliotecas escolares e o departamento de educação do município de Oeiras, na construção de uma aprendizagem partilhada entre professores bibliotecários das diferentes escolas do concelho e os trabalhadores integrados na carreira nas categorias de assistentes técnicos e assistentes operacionais, dotando-os de saberes e competências, para funções técnicas a desempenhar no quadro das bibliotecas escolares.

Trata-se de um projeto com uma vasta amplitude, que deve ser continuado e cujos fins não revertem apenas para os que neste projeto participam diretamente, mas terá impacto em toda a comunidade escolar do concelho de Oeiras.

Irene Vicente (Chefe de Divisão de Gestão de Recursos Educativos e Administração Escolar do Município de Oeiras), Manuela Esteves (Coordenadora do Centro Qualifica do Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos) e Coordenadoras Interconcelhias da RBE para o Concelho de Oeiras

_____________________________________________________________________________________________________________________