Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




jornal final.jpg

 Mais informação e programa | Fonte |

 

A 1ª edição do Festival Literário Internacional do Interior (FLII), com o título Palavras de Fogo, decorrerá em homenagem às vítimas dos incêndios florestais de 2017. As atividades vão desenrolar-se em 11 concelhos: Arganil, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Lousã, Miranda do Corvo, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penela, Sertã e Tábua.

"Este festival tem um caráter inovador, uma vez que se trata de uma realização intermunicipal que abrange (...) a região afetada pelos fogos e pretende levar os livros e os escritores aos sítios mais inesperados e imprevisíveis, como fábricas, campos, praias, locais onde as pessoas trabalham e convivem", afirma, em nota de imprensa enviada à agência Lusa, a escritora Ana Filomena Amaral, presidente da Arte-Via Cooperativa, promotora do evento.

O festival, intitulado FLII - Palavras de Fogo, pretende ainda celebrar os 18 anos da cooperativa cultural e os 28 anos da queda do Muro de Berlim, tem como grupo coordenador, para além de Ana Filomena Amaral e da professora Fátima Cabral, os escritores Pedro Mexia e José Luís Peixoto (...)" envolvendo as Bibliotecas Municipais, a Rede de Bibliotecas Escolares e diferentes organizações locais, num programa rico e diversificado.

"Pretende envolver todos os agentes de desenvolvimento de todos os concelhos participantes, todos os talentos locais, em todas as ações a realizar em simultâneo: concursos, palestras, ‘workshops’, leituras, feiras do livro, espetáculos, multimédia, performances, instalações, exposições, para e com todos os públicos de todas as faixas etárias", lê-se no comunicado. Segundo Ana Filomena Amaral, o conceito subjacente ao FLII - Palavras de Fogo é o de uma "realização sinérgica, envolvendo os recursos dos municípios integrantes do consórcio, rentabilizando e potenciando o melhor que cada um possui, num esforço conjunto de superar as adversidades e em nome da palavra regeneradora".

"Onde houver pessoas haverá livros, eles estarão nos sítios mais inusitados, à mão de quem os quiser ler, os escritores portugueses e estrangeiros irão aos locais mais surpreendentes, os livros e as palavras farão novamente renascer a cor por entre o negrume", ilustra.

O evento, que conta com o patrocínio da Presidência da República decorre entre 15 e 19 de junho de 2018.

 

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.05.2018 às 13:10

Bom dia
Em relação a este evento gostaria que a notícia fosse retificada. A residência literário não será inaugurada, mas sim o projeto da mesma apresentado. Agradeço que seja feita a alteração. Poderão consultar o programa em: www.cm-castanheiradepera.pt
Imagem de perfil

De RBE a 30.05.2018 às 13:21

Exmo. Senhor ou senhora,
só podemos alterar a informação neste blogue... replicámos a fonte.
Agradecemos o comentário e a ligação...

Comentar post



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor