Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




+lisboa.png

FCSH +Lisboa |

 

No ar desde novembro, já tem mais de 300 entradas que divulgam o conhecimento gerado pela História, as Ciências Musicais, os Estudos Portugueses, as Ciências da Comunicação, a História da Arte, a Sociologia e outras ciências sociais e humanas. Esta marca da FCSH/NOVA na cidade é um recurso para bibliotecas escolares, de Lisboa ou de qualquer ponto do país. A partir destes links, abaixo, abra as peças e fique a saber mais…

 

  • O autor da célebre expressão Há Mar e Mar, há ir e voltar, o poeta Alexandre O´Neill, é apontado como o fundador do movimento surrealista português.

 

  • O jornal A Bola, fundado em 1945, é o único jornal que persiste na sua sede original, na Travessa da Queimada nº 47, no Bairro Alto.

 

  • Além de luxuosas moradias, quatro das quais receberam prémios Valmor, o arquiteto Ventura Terra deixou a sua marca em muitos edifícios civis da cidade, entre eles vários Liceus.

 

  • Em 1514,  um viajante nobre da Flandres a caminho de Jerusalém ficou impressionado com os elefantes que se passeavam pacificamente em ruas de Lisboa onde se concentravam ofícios e mercadores.

 

  • Houve 12 filmes de Hollywood que tiveram Lisboa como território nos anos da II Guerra Mundial.

 

  • Em 1848, o Chiado, local de vivência burguesa entre hotéis e restaurantes, livrarias e lojas de moda, espetáculos de rua e a ópera no São Carlos, tornou-se a primeira zona iluminada a gás da capital.

 

  • O pão e o vinho, que simbolizavam a mesa da Eucaristia, era o que havia de comum entre a mesa do rei D. João III (1502-1557) e a alimentação do povo.

 

  • A primeira contagem populacional próxima do conceito moderno de recenseamento, feita em 1801, revelou que a diocese de Lisboa era a segunda maior do país, a seguir a Braga.

 

  • Houve tempos em que as estátuas eram móveis. Por exemplo, a estátua do deus Neptuno (1771), originalmente colocada no Chiado, foi deslocada quatro vezes até se fixar no Largo D. Estefânia.

Autoria e outros dados (tags, etc)



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor