Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Ter | 17.01.23

Faraós Superstars e a cultura contemporânea

Faraós-PQ.png

A cultura está no centro da biblioteca escolar. Pode ser criada a partir da Literatura, História e Ciência, expandindo, modificando ou invertendo factos e evidências ou iluminando omissões, por vezes, intencionais e estruturais, transmitidas pelos homens no poder. Alarga o passado à luz dos desafios contemporâneos e globais e, por isso, tem o propósito de incluir, criar coesão social e dar sentido à vida das pessoas.

No ano em que se comemora o centenário da descoberta do túmulo do faraó Tutankhamon e o bicentenário da decifração da Pedra de Roseta que dá origem à egiptologia, o Museu Calouste Gulbenkian, com o qual a Rede de Bibliotecas Escolares colabora, abre ao público a exposição  Faraós Superstars (25 nov. 2022 – 06 mar. 2023) e lança às escolas um Desafio de Projetos cujas Inscrições podem ser realizadas  até 3 de fevereiro.

Para apoiar as escolas inscritas, a RBE criou um conjunto de 10 Ideias para Projetos que podem inspirar os participantes.

Com a colaboração da Coordenadora de Mediação do Museu, Dra. Inês Brandão, irá realizar-se sexta-feira, dia 20 de janeiro, entre as 15:00 e as 15:35 horas, uma sessão de sensibilização, à distância, via Zoom, dirigida a todos os professores bibliotecários e outros professores que queiram participar e na qual os participantes podem intervir com comentários e questões. A ligação para entrar nesta sessão é a seguinte:

https://dge-me-pt.zoom.us/webinar/register/WN_EpDGyhdbTyOUyJD7_JFEtA

A partir de fevereiro, todos os professores inscritos neste Desafio de Projetos que não possam visitar presencialmente a Exposição, poderão participar num encontro à distância, dinamizado pela Dra. Inês Brandão e com a colaboração da RBE, que facilitará a aproximação aos recursos e aos conteúdos da Exposição.

Faraós.jpg

Faraós Superstars apela-nos a sentir, conhecer, incorporar e regenerar uma cultura ancestral que está nas raízes da Humanidade e tem ligação à atualidade, sobretudo à cultura pop.

Gostaríamos que todas as crianças e jovens experienciassem e vivessem este património, através da imaginação e do conhecimento, contribuindo com diferentes textos, expressões e práticas artísticas que podem ser realizadas em diversos formatos e suportes e usar diferentes meios, materiais e técnicas.

Estes processos partilhados ampliam a visão dos participantes e ligam e enriquecem o património cultural global.

Contamos com a colaboração de todos os professores bibliotecários e coordenadores interconcelhios para levar esta oportunidade às escolas e às bibliotecas e deixamos um verso de uma coleção de poemas baseados em textos hieroglíficos: 

Bebo todo o dia,
Não água do odre, mas beleza.[1]

Referências

[1] In: Pereira, Hélder (trad.). (1998, janeiro). Poemas de Amor do Antigo Egito [Coleção Gato Maltês, p.53]. S.l.: Assírio Alvim.

Fonte da imagem: Fundação Calouste Gulbenkian. Faraós Superstars. https://gulbenkian.pt/visitas-para-grupos-particulares/faraos-superstars/

_____________________________________________________________________________________________________________________