Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Um estudo europeu realizado online pela Microsoft e divulgado hoje, Dia Europeu da Internet Segura, salienta os  riscos a que os adolescentes se expôem no mundo das redes sociais e os parcos ou nulos conhecimentos dos pais inquiridos em relação à temática da web. O estudo, a nível europeu, abrangeu 14.100 pessoas, 60% pais e os restantes 40% jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos.

Eis as principais conclusões em relação a Portugal:

• 68% dos adolescentes em Portugal usam activamente sites de redes sociais.

• 39% dos adolescentes consideram que é seguro publicar informações pessoais online.

• Quase um quarto (23%) dos adolescentes em Portugal divulga o nome da escola que frequenta em perfis pessoais online e mais de um em cada oito publica a morada de casa.

• Quase dois terços (68%) dos adolescentes em Portugal foram já contactados por um estranho através da Internet e metade (49%) respondeu por curiosidade.


• Dois terços (61%) dos adolescentes afirmam que os seus pais não fazem nada para limitar ou controlar a sua utilização da Internet e 39% dos pais em toda a Europa admitem que não supervisionam as actividades dos seus filhos online nem o que publicam na Internet.


• 45% dos jovens portugueses indicam que os pais têm conhecimentos muito limitados, ou mesmo nulos dos temas ligados à Internet.


• Apenas metade dos pais Portugueses (52%) admite controlar os movimentos online dos seus filhos, embora 69% manifeste confiança de que os seus filhos tomam as precauções necessárias.
Ler mais >>



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor