Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]















Como Newton gostava de ler, a Fábrica da Ciência de Aveiro (FC) e a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) celebraram um ano de projeto com o encontro Ciência nas entrelinhas. A presença de mais de centena e meia de participantes, entre alunos, investigadores, docentes, bibliotecários municipais, professores-bibliotecários, técnicos das autarquias, entre outros, potenciou a partilha e a reflexão sobre as valias que a biblioteca pode ter enquanto espaço de ciência. Discutiram-se ainda novas competências a assumir pelos professores-bibliotecários em função dos aspetos inovadores do projeto,  metodologias experimentais e linhas de articulação curricular. O Dr. Guilherme Valente, a Drª Teresa Calçada e o Doutor Carlos Fiolhais partilharam as suas reflexões sobre as funções do livro e da leitura, das bibliotecas e da escola atual, enquanto parte decisiva na formação da cidadania. Os monitores da Fábrica da Ciência demonstraram como se procedia ao lançamento de cada módulo, tendo os diretores das escolas e os professores-bibliotecários partilhado a forma como vivenciaram o projeto .Por fim, procedeu-se à avaliação final, tendo por base os inquéritos recolhidos junto  dos alunos e apresentou-se o projeto Newton gostava de ler 2011.2012. que, registamos com reconhecimento, foi custeado pelas direções de todas as escolas participantes na primeira edição. 
A disseminação do projeto pelas várias regiões do país pode ser operacionalizada de duas formas: individualmente, através do sítio RBE; em rede local de bibliotecas pelo estabelecimento de uma parceria com a FCCV  ou com um dos Centros Ciência Viva
Com este projeto ficámos a saber que a leitura aliada à experimentação científica é extraordinariamente motivadora. Como escreveu o Mariano do 6ºG: Juntar a literatura à ciência parece impossível. Na biblioteca houve momentos inesquecíveis que vou sempre recordar e guardar no coração.

José  Saro
Coordenador Interconcelhio

Autoria e outros dados (tags, etc)



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor