Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



















A quinze dias do 2.º Encontro Presente no Futuro – Portugal Europeu. E agora?
Fundação Francisco Manuel dos Santos está a lançar diversas iniciativas como forma de preparação para o debate. Uma dessas iniciativas é a discussão online do tema A Europa trouxe progresso?

Segundo Augusto Mateus, coordenador do exaustivo estudo 25 Anos de Portugal Europeu, a Economia, a Sociedade e os Fundos Estruturais, a integração europeia foi um “semifalhanço”. Houve progresso, mas tendo em conta os fundos que Portugal recebeu (9 milhões de euros por dia desde 1986), devemos perguntar por que razão a economia continua tão frágil, a desigualdade social persiste e a dívida cresceu tanto.

O País é hoje pioneiro em tecnologias como as caixas Multibanco ou a Via Verde. Nas telecomunicações, as estruturas são das melhores da Europa e Portugal está entre os maiores produtores de energia eólica. No entanto, o cepticismo acentuou-se com o pedido de ajuda externa a que Portugal recorreu em 2011 e com a continuação da crise.

Para uns, a actual crise põe em causa o projecto europeu; para outros, só pode ser um momento de viragem. (...)

Pode ler mais e participar no debate, até 3 de setembro, aqui >>.

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor