Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Seg | 11.12.23

De mãos dadas vamos mais longe…

Por Olga Cidades, Bibliotecária do SABE de Palmela

2023-12-11.png

A 9 e 10 de novembro, do corrente ano, na Biblioteca Nacional e Universitária de Zagreb (Croácia) realizou-se o Segundo Congresso Internacional das Bibliotecas Verdes: Let’s go green!

Esta conferência tem como objetivos: uma mostra e partilha de Boas Práticas, a exploração de programas de bibliotecas desenvolvidos no âmbito da Eco Literacia e, ainda, proporcionar a formação contínua dos profissionais para responderem às questões do Desenvolvimento Sustentável em bibliotecas. A conferência pretende de igual modo promover a partilha entre especialistas e investigadores nesta área para facilitar a criação e desenvolvimento de ações para um ambiente mais saudável para as futuras gerações.

Um painel de especialistas foi convidado para dar conta do que se tem investigado cientificamente nesta área; destacamos:

  • Doutor Harri Sahavirta (key speaker) com a comunicação “Some Accurate Trends in Sustainability in Library Framework”;

  • Doutora Rossana Morriello com “Going green in the intelligent library: promoting sustainability through digital transformation";

  • E ainda a tese apresentada pela Prof. Doutora Naymeh Shaghaei “Library as a Sustainable Leader: Creating sustainable Library and Resilient Communities”.

fotoOlga_1.jpgTambém foram muito interessantes as apresentações da Dr. Maria Cassella e da Dolores Mumellas respetivamente sobre “Citizen Science Support” e 2 Citizen Scienc Kit” (o que costumamos denominar de Maletas Pedagógicas), estas duas comunicações foram fundamentadas pela investigação sobre a importância de divulgar o conhecimento científico para o cidadão comum[1].  Recomendamos a consulta do portal SCISTARTER Science we can do together.

No segundo dia, foi dedicado a apresentação de práticas das diversas tipologias de bibliotecas. Salientamos a comunicação da diretora da British Library, Maja Maričević “ Harnessing the Power of Libraries to Convene for Climate Action” ; a comunicação sobre a experiência de uma bibliotecas de sementes “Seed Library in Slovenian Public Libraries”  e destacamos ainda  a “Eco-BiblioTECH , um projeto de parceria entre biblioteca pública e escolas do 1º ciclo.

Foi neste segundo dia, que a equipa portuguesa partilhou o seu trabalho: «The sustainable lightness of the school library”[2] um exemplo do trabalho colaborativo entre a Biblioteca Pública de Palmela, as bibliotecas escolares e a Agência da Energia e do Ambiente da Arrábida.

Imagem1.jpg

Só foi possível apresentar este trabalho porque no concelho de Palmela trabalhamos efetivamente juntos em prol de uma Terra para todos.

A conferência foi muito profícua na reflexão crítica partilhada através de dois «worshops» em que os participantes, organizados em pequenos grupos, tiveram de discutir/debater os problemas apresentados e apresentar soluções com propostas específicas e planeadas.

As conclusões no final deste congresso são as seguintes (apresenta-se aqui uma tradução livre):

  • Edifícios verdes e serviços verdes são igualmente importantes;

  • Temos de considerar em conjunto as três facetas da sustentabilidade: a ambiental, a económica e a social;

  • A sustentabilidade é um processo, um modo de vida, não é um objetivo a curto prazo;

  • As bibliotecas têm de avaliar e reavaliar as suas ações para atingir os objetivos do desenvolvimento sustentável;

  • A Agenda 2030 da UN será somente atingida se a incorporarmos no nosso quotidiano.

Por isso em Palmela continuaremos a trabalhar colaborativamente porque só assim conseguiremos uma sociedade mais sustentável e mais feliz!

Olga Cidades
Bibliotecária do SABE de Palmela

Referências

[1] EU através do portal https://eu-citizen.science/ 

[2] A Sustentável leveza da Biblioteca Escolar

Capa📷 Vitor Oliveira from Torres Vedras, PORTUGALCC BY-SA 2.0

_____________________________________________________________________________________________________________________