Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Qui | 24.03.22

Bolsa de Valores: Quando os leitores se tornam escritores

2022-03-23.png

As bibliotecas Escolares têm inúmeros desafios na sua ação dentro das comunidades escolares, mas nenhum é tão importante e basilar como o de LER: dar a LER, partilhar o LER, divulgar o LER, promover o LER, dignificar o LER, até tornar o LER algo cool. Junto dos alunos que, por diversificadas razões, bem conhecidas de todo, têm outros estímulos, mais imediatos e espampanantes do que o ato íntimo e imóvel de pegar num livro e lê-lo, mas também (e muito) junto dos adultos, que, frequentemente, sentem que já não precisam de ler.

Não é necessário elencar os projetos a que as bibliotecas escolares aderem e que têm impacto real nas práticas leitoras dos alunos – e, se as direções escolares e, sobretudo, os professores, tiverem a perspicácia de o perceber – nos seus resultados escolares.

E quando os alunos conseguem dar o passo de gigante, de leitores a escritores? As bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas n.º 3 de Elvas procuram, já desde os tempos longínquos do Agrupamento de Escolas de Vila Boim, desafios que promovam esta transformação.

O projeto Bolsa de Valores é uma plataforma digital em linha que congrega e divulga as boas práticas dos alunos, havendo também situações em que se fazem pequenas edições impressas.

Mas há casos especiais em que os nossos escritores viram os seus trabalhos ser reconhecidos a nível nacional e internacional, com publicações de grande tiragem e até de venda ao público.

Destacamos:

- Ajudaris Histórias de Encantar 2017, que envolveu a turma VB2 do 2.º ano, da Escola Básica de Vila Boim;

- Contos de Filosofia para Crianças 2018, que envolveu as turmas VB 3 e VB4, dos 3.º e 4.º anos, da Escola Básica de Vila Boim;

- El Quinto Quijote 2020, que envolveu alunos das turmas A e B do 9.º ano, da Escola Básica de Vila Boim (tendo a nossa sido a única escola portuguesa a participar, num universo de escolas de todo o continente sul americano e Península Ibérica);

- Antologia Read-On 2020-2021, que envolveu a turma F do 11.º ano, da Escola Secundária D. Sancho II, num projeto internacional que envolveu países como Itália, Reino Unido, Noruega, Espanha e Irlanda.

Que valor acrescentado trazem estes projetos? São verdadeiros boosts de autoestima e orgulho para cada um dos alunos (e professores, porque não?) envolvidos. Promovem o trabalho em equipa, a procura de estratégias eficazes de cooperação e resolução de problemas, que serão importantes para toda a vida. Exigem a leitura, a compreensão escrita, a expressão escrita, o trabalho continuado de aperfeiçoamento das suas competências leitoras e escritoras. Protegem a valorização das artes e da cultura como elementos essenciais para a vida das pessoas e das comunidades. E proporcionam um sentido de pertença e de valorização da comunidade de que fazem parte.

É por isto tudo e muito mais que vamos descobrindo todos os dias que vamos continuar a construir comunidades de leitores escritores.

Conheça aqui os trabalhos produzidos no âmbito do projeto Bolsa de Valores: https://padlet.com/bolsadevalores3elvas

 

Teresa Guerreiro, Professora Bibliotecária,

Agrupamento de Escolas n.º 3 de Elvas

 

_____________________________________________________________________________________________________________________