Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

A 11 de novembro de 1918 era assinado o Armistício com que terminou a 1.ª Guerra Mundial. Para assinalar a efeméride, os professores bibliotecários do concelho de Cantanhede lançaram o Leituras em Rede 2: a Guerra, um boletim bibliográfico dedicado à Grande Guerra. Lemos na introdução, da professora bibliotecária Isabel Bernardo:

 

«Num mundo que permanece ainda em guerra, com este Boletim os professores bibliotecários do concelho de Cantanhede pretendem coligir informação sobre a 1.ª Guerra Mundial e também destacar obras que nos levem a refletir sobre a Guerra e o seu impacto nas sociedades. Os documentos de carácter informativo centram-se nos acontecimentos históricos que antecederam ou que ocorreram durante o período da 1.ª Guerra Mundial. As obras de ficção (literatura ou filmes) têm a Guerra, e em particular no século XX, o seu ponto de partida. Em o Canto dos pássaros, Sebastien Faulks transporta-nos às trincheiras da 1.ª Guerra, enquanto Elie Wiesel, em Dia e em Noite, conta-nos como é ser prisioneiro num campo de concentração e o que significa sobreviver a uma guerra. Nas Sirenes de Bagdad, o escritor Yasmina Khadra mostra-nos uma sociedade iraquiana dilacerada pelo conflito entre o Ocidente e o Oriente. Em Até ao fim do mundo, David Grossman faz-nos penetrar na mente de uma mãe israelita, cujos filhos soldados participam no conflito entre palestinos e israelitas, uma mãe que tem um amigo árabe e um outro amigo que foi brutalmente torturado durante a guerra com o Egito. Em A vida é bela, o ator Roberto Benigni exibe uma interpretação magistral ao encarnar o papel de um pai que consegue esconder do filho que se encontra num campo de concentração. Em Rapaz do pijama às riscas, a amizade entre dois rapazes derruba as redes de arame farpado e da insanidade da guerra. No meio da morte, A rapariga que roubava livros encontra nas suas páginas a forma de dar sentido à vida...»

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor